Ex-feminista, Sara Winter declara sua fé em Cristo: "Quem diria não para Jesus?"

"Sara declarou sua fé no Deus verdadeiro, o Deus dos cristãos, Jesus e não em religião", disse a psicóloga cristã Marisa Lobo, que fez o apelo para que a ex-feminista reconhecesse a ação de Jesus em sua vida.

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 23 Fevereiro de 2016 as 9:37

No último domingo (21), Sara Winter revelou durante um evento em Curitiba (PR), mais um dos sinais das mudanças significativas que sua vida tem apresentado nos últimos meses. A ex-feminista que viralizou recentemente nas mídias sociais, ao pedir perdão aos cristãos por um protesto chocante que havia feito em frente à Igreja da Candelária, em outubro de 2014, agora também revelou sua fé em Jesus Cristo.

Sara foi uma das palestrantes convidadas do curso "Desconstruindo a Ideologia de Gênero" - organizado pela psicóloga especializada em Direitos Humanos, Marisa Lobo - e além de compartilhar os seus conhecimentos sobre o tema com o público presente, ela também relatou como tem sofrido com a hostilidade do movimento feminista, após apresentar suas divergências com o feminismo. Vendo que a palestrante estava visivelmente emocionada ao falar destes ataques, Marisa Lobo propôs que todos orassem pela vida de Sara, de seu filho pequeno e de seu namorado, Eric Valentim.

Após o momento de oração, a psicóloga cristã perguntou diante de todos ali presentes, se Sara aceitava a Jesus e a palestrante respondeu que sim. Procurada pela equipe do Portal Guiame, Sara confirmou o ocorrido.

"A Marisa me perguntou na frente de uma sala cheia, se eu aceitava Jesus. Claro que eu disse que sim. Quem iria dizer não para Jesus?", disse Sara Winter, que desvinculou este momento de um ato meramente religiosoe dispensou rótulos. "Eu amo Jesus e Deus".

Comentando o fato, Marisa Lobo afirmou que se sentiu tocada a contribuir para que aquele momento acontecesse.

"Deus tocou no meu coração para fazer o apelo à Sara, como fazemos no mundo baseado em nosso conhecimento espiritual de que aquele que confessar Jesus diante dos homens, Ele também o confessará diante do Pai (Lucas 12:8). Eu conheço a Sara e sei que seu coração está voltado para Deus", relatou.

"Não perdi a oportunidade, para que ela se sentisse amada, acolhida. Quando fiz apelo, no entanto deixei claro de quem não se tratava de uma aceitação de religião e sim de crer que Jesus cristo é unico senhor e salvador da humanidade. E quem vai negar aceitar Jesus? Um Deus que nos ama e nos perdoa, apesar de todas nossas falhas. Sara declarou sua fé no Deus verdadeiro, o Deus dos cristãos, Jesus e não em religião".

"Creio que todo ser humano que ama a Deus, deva fazer esta confissão e tirar a sua vida espiritualmente das maos do diabo, depois o Espirito Santo direciona", destacou.

Além de Sara, o curso "Desconstruindo a Ideologia de Gênero" também contou com a participação de outros palestrantes, como o pesquisador e mestre em Políticas Públicas Claudemiro Soares, o terapeuta familiar Arlei Lopes e o mestre em educação Pr. Alinor Junior.


Alerta sobre ideologia de gênero
Em entrevista exclusiva, recentemente publicada pelo Guiame, Sara Winter falou sobre o seu livro "Vadia, Não! Sete Vezes que Fui Traída pelo Feminismo" e alertou sobre os verdadeiras razões da relação entre a ideologia de gênero e o movimento feminista.

"Acredito que o propósito do feminismo em disseminar a ideologia de gênero é promover a destruição da família tradicional e de todos os valores morais da sociedade. Tudo isso, claro, com a desculpa de enfrentamento ao preconceito e homofobia", afirmou .

veja também