Roberto de Lucena apoia impeachment de Dilma Rousseff: "Pedaladas fiscais"

Fazendo coro com os 90 votos da bancada evangélica, o deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) - que também integra a Frente Parlamentar - reforçou o seu posicionamento favorável ao impeachment e lembrou a importância de que a apuração dos fatos seja precisa.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 7 Abril de 2016 as 3:44

Roberto de Lucena é pastor da Igreja O Brasil para Cristo, deputado federal pelo PV / SP e integrante da Frente Parlamentar Evangélica. (Foto: Divulgação)
Roberto de Lucena é pastor da Igreja O Brasil para Cristo, deputado federal pelo PV / SP e integrante da Frente Parlamentar Evangélica. (Foto: Divulgação)

Na última quarta-feira (6), o relator da comissão especial, montada para analisar o pedido de impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO) expôs o seu parecer favorável ao afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT). No mesmo dia, integrantes da Frente Parlamentar Evangélica se manifestaram a favor da medida, com a emissão de uma nota oficial e também com depoimentos à imprensa.

Fazendo coro com os 90 votos da bancada evangélica, o deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) - que também integra a Frente Parlamentar - reforçou o seu posicionamento favorável ao impeachment e lembrou a importância de que a apuração dos fatos seja precisa.

“Entendemos que, além das pedaladas fiscais, existem também outros fatores que precisam ser considerados neste momento e, por isso, as bancadas desejam que essa apuração seja aprofundada”, afirmou.

A declaração de Lucena foi dada, juntamente com uma nota oficial de seu partido, que também expressou publicamente o afastamento de Dilma Rousseff.

"A bancada do Partido Verde na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, por decisão unânime de seus parlamentares, torna público seu apoio à abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff", diz um trecho da nota emitida pelo Partido Verde.

Antes mesmo da emissão das notas oficiais da Frente Parlamentar Evangélica, do Partido Verde e de outros grupos sobre o impeachment, Lucena já havia expressado seu apoio ao impeachment, quando convocou os cidadãos a participarem - de forma pacífica e ordeira - das manifestações de 13 de março, exercendo um direito que é reservado a todos os cidadãos pela própria democracia.

"Nós estamos exatamente no momento de um novo movimento, em que nós precisamos definitivamente quebrar grilhões, quebrar cadeias que nos prendem a um modelo ultrapassado, a um modelo que não deu certo de fazer política", disse o parlamentar em vídeo.

veja também