Policial evangeliza jovens na delegacia: "Jesus pode tirar vocês dessa vida"

O policial civil, Plinio Capellari Menezes alertou jovens infratores que a solução para que eles abandonem a vida de crimes está em alguém que um dia também transformou a vida dele: Jesus Cristo.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 4 Agosto de 2016 as 2

Um policial reúne cerca de 10 jovens infratores e os coloca virados contra a parede da delegacia onde trabalha no Paraná, mas desta vez, a chamada não foi para um interrogatório ou anúncio de alguma penalidade que eles poderiam sofrer. Em vez disso, os rapazes foram surpreendidos ao ouvir algo diferente que o oficial tinha para compartilhar: uma mensagem que os chamava para se voltarem a Jesus.

O policial civil, Plinio Capellari Menezes, de 35 anos, trabalha em uma delegacia do Paraná e alertou os jovens que a solução para que eles abandonem aquela vida de crimes está em alguém que um dia também transformou a vida dele.

"Se tem uma pessoa que pode ajudar vocês e pode tirar vocês dessa vida, chama-se Jesus Cristo. Não é só de boca. Jesus é uma pessoa que me tirou da lama. Se hoje eu sou policial e estou desse lado aqui, é porque ele me tirou. Vocês têm uma escolha: sair daqui e mudar, entregar suas vidas para Ele", diz o policial no vídeo.

Falando com exclusividade ao Guiame, Plínio explicou que fica sempre atento para as oportunidades de compartilhar a mensagem do evangelho com os rapazes detidos na delegacia onde ele trabalha.

"Eu converso com eles sempre que tenho oportunidade. É claro que nem sempre estão dispostos a ouvir. Mas tenho aprendido que não posso deixar passar as oportunidade de falar de Jesus e do que Ele pode fazer nas suas vidas", contou.

O policial também explicou que teve a ideia de gravar o vídeo - compartilhado no Facebook por sua amiga, Érica Bucker, pois ele não tem conta na rede social - foi para que outros policiais cristãos entendessem que há algo mais que eles podem fazer pelos infratores detidos em suas delegacias.

"A ideia de fazer o vídeo foi para que isso fosse uma forma de incentivar outros policias cristãos a fazeram a diferenca onde trabalham. Temos que aprender a ser Luz onde impera a escuridão e nao somente quando estamos dentro do Templo e ao redor de outros cristãos", afirmou.


Em menos de um dia de publicação, o vídeo já está alcançado cerca de 10 mil visualizações no Facebook. (Imagem: Facebook)


Mensagem que não volta vazia
Além de falar sobre Jesus para aqueles jovens, Plínio também orou por aqueles jovens. Questionado sobre o resultado de sua atitude disse que é difícil analisar os efeitos de imediato, mas acredita que Deus tem poder para transformar os corações daqueles infratores.

"É dificil dizer sobre a eficacia de uma oraçãoo nessas circunstâncias. Estão presos, geralmente revoltados com a vida, em celas quase sem iluminação, marginalizados. Eu persisto porque acredito no poder da oração. Mesmo que aparentemente eu nao consiga ver diferença sei que a semente do Amor de Cristo foi lançada. Minha obrigação como cristão de ser Sal e Luz foi cumprida, agora é com eles e nosso Pai amado", destacou.

Plínio revelou também que alguns bons resultados de sua iniciativa já puderam ser vistos naquele mesmo dia.

"Nesta situação, depois da oração e enquanto caminhava junto a eles para o veiculo que iria fazer a trasferencia dos mesmo tinham dois rapazes que disseram: o senhor nunca mais vai nos ver aqui. Nunca mais. Nao cabe a mim julgar se realmente se arrependeram. mas minhas orações sao para que sim", finalizou.

 

veja também