Policia investiga morte de cantora cristã do The Voice USA como crime de ódio religioso

Grimmie, 22, morreu no sábado em um hospital de Orlando depois que Loibl cometeu o ataque, enquanto ela estava dando autógrafos. O tiroteio ocorreu na frente dos fãs e familiares.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 15 Junho de 2016 as 9:51

Centenas de amigos e fãs de Christina se reuniram para uma vigília à luz de velas. (Foto: Reprodução).
Centenas de amigos e fãs de Christina se reuniram para uma vigília à luz de velas. (Foto: Reprodução).

É difícil encontrar uma motivação nos delírios insanos de uma pessoa como Kevin James Loibl. Mas, tem se tornado cada vez mais evidente para a polícia, por meio de um exame no telefone celular e de registros no computador de Loibl, que a cantora Christina Grimmie foi assassinada por causa de sua fé cristã.

Loibl, 27, viajou de São Petersburgo a Orlando, uma distância de aproximadamente 107 milhas, com a intenção específica de matar a competidora do programa da NBC, o "The Voice". Foi o que a polícia disse, acrescentando que Grimmie e Loibl não se conheciam.

De acordo com a polícia de Orlando, Loibl levou duas armas carregadas e uma faca de caça para o Teatro Plaza, e pretendia assassinar a cantora entrando em um evento com muita gente. O irmão da cantora, Marcus, impediu a morte de outros presentes no local tentando lutar contra o atirador que acabou se matando depois.

A polícia de Orlando está investigando o assassinato como um crime de ódio, depois do exame de recentes posts e e-mails de Loibl que não tinha nem uma autorização de porte de arma e nem registo criminal. Seus devaneios insanos foram retirados da internet pouco depois de seu crime.

Grimmie, 22, morreu no sábado em um hospital de Orlando depois que Loibl cometeu o ataque, enquanto ela estava dando autógrafos. O tiroteio ocorreu na frente dos fãs e familiares.

Em seu site oficial, a cantora comentou o motivo de dizer abertamente que era cristã. “No mundo ocidental, especialmente na civilização americana, ao perguntar a posição religiosa de uma pessoa, a resposta mais comum que você vai encontrar é simplesmente ‘Eu sou um cristão’. A maioria das pessoas sutilmente pensam: ‘Oh, tudo bem’. Mas, como já viajei para Israel, orei fervorosamente e estudei as Escrituras, examinei a cultura em torno de mim, eu descobri que quando alguém diz: ‘Eu sou um cristão’, eu deveria estar mais preocupada com a sua alma do que se essa pessoa dissesse: ‘Eu sou um ateu’”.

T. J. Wilkins, outro concorrente do “The Voice”, escreveu: "O que mais vou lembrar sobre você é a nossa conversa sobre fé e amor de Cristo". Isso foi muitas vezes refletido em tweets de Grimmie. A seguir, um tweet de 2013 que até hoje seus fãs compartilham: “Às vezes, Deus permite que coisas terríveis aconteçam em sua vida e você não sabe o porquê. Mas isso não significa que você deve parar de confiar nEle”. (@TheRealGrimmie em 21 de fevereiro de 2013).

Assim como Mark David Chapman, que ficou obcecado por John Lennon, Loibl ficou obcecado pela cantora e suas crenças cristãs. A página do Facebook de Kevin James Loibl foi derrubada, como é o procedimento padrão sobre crimes hediondos como este. As autoridades temem que esse conteúdo possa inspirar outros crimes.

Os advogados dizem que para provar um caso de assassinato por provas circunstanciais, os promotores devem apresentar três elementos: motivo, oportunidade e intenção. O que Loibl deixou em seu computador e em seu telefone celular mostra motivação: seu ódio pelos cristãos em geral e por uma jovem cantora cristã em particular. Loibl teve a oportunidade, porque ele estava presente no Teatro Plaza, e sua intenção pôde ser demonstrada mais uma vez por suas comunicações e através da compra de duas armas.

O cantor Adam Levine, da banda Marron 5 e treinador de Grimmie no "The Voice", se ofereceu para pagar as despesas do funeral. Isso foi em um tweet do irmão da cantora, Marcus Grimmie.

Centenas de amigos e fãs de Christina Grimmie se reuniram na última segunda-feira (13) à noite para uma vigília à luz de velas em sua cidade natal de Nova Jersey, Evesham Township. Fotos dela encheram o campo no complexo Memorial do Township. "Ela amava esta cidade", Marcus Grimmie disse à multidão. "Ela amava este estado. Ela adorava cantar. Ela amava o Senhor e ela me amava. Ela era minha irmãzinha".

Confiram o vídeo da cantora cantando "In Christ Alone"

veja também