Coral Kemuel faz participação emocionante em "Deus Não Está Morto 2"

De acordo com o pastor David Marx, dirigente do Coral Kemuel, “foi um presente de Deus para o nosso ministério dublar no filme a música ‘Quão grande és Tu’, uma canção tão linda e repleta de significado para as igrejas”.

fonte: Guiame, com informações da assessoria

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2016 as 10:56

"A arte cinematográfica tem sido um canal para levar as pessoas a Deus", disse o pastor Marx. (Foto: Leone Sena).
"A arte cinematográfica tem sido um canal para levar as pessoas a Deus", disse o pastor Marx. (Foto: Leone Sena).

O filme “Deus Não Esta Morto 2”, que estreia na próxima quinta-feira (7) nos cinemas do Brasil promete emocionar o público com a participação do Coral Kemuel. Em uma cena do longa, um coral de jovens canta o tradicional hino “Quão Grande És Tu” e quem gravou a versão em português foi o grupo com uma belíssima performance.

O longa distribuído pela California Filmes mostra a história de uma professora (Melissa Joan Heart) de história em uma escola dos Estados Unidos que é processada pelos pais de uma aluna por citar um versículo bíblico na sala de aula. Ela foi acusada de estar “pregando” em seu ambiente de trabalho.

Assim como “Quão grande és tu”, que já ganhou incontáveis versões como de Paul Baloche, Diante do Trono (Sol da Justiça) e também do cantor André Valadão, expressa o anseio do cristão em compartilhar sua fé, o filme “Deus Não Está Morto 2” também mostra a importância de assumir a fé em Deus e defender o direito a liberdade religiosa no âmbito público para compartilhar a graça de Deus.

De acordo com o pastor David Marx, dirigente do Coral Kemuel, “foi um presente de Deus para o nosso ministério dublar no filme a música ‘Quão grande és Tu’, uma canção tão linda e repleta de significado para as igrejas”.

Clássicos

No ano de 2015, o Coral Kemuel lançou um disco de hinos intitulado "Clássicos", mas ainda não tinha feito a versão da música “Quão Grande És Tu”. David afirma que gravar essa música enriqueceu ainda mais o repertório. Ele complementa ao dizer que “foi incrível assistir ao trecho do filme enquanto gravávamos, foi emocionante. E cantar uma canção que enaltece ao nome de Deus, para nós cristãos é maravilhoso e tem que ser com verdade, pois Ele habita em meio aos louvores, e não pode ser de outra maneira”.

Quem tem a mesma linha de pensamento é a atriz Melissa Joan Hart, que é cristã e afirmou que quando fazia Sabrina, a jovem bruxa, ela foi criticada por alguns cristãos, mas agora está sendo criticada por fazer o papel de uma personagem cristã. Ela afirma que sentia que era uma "missão" participar do filme. “Eu espero que algumas pessoas encontrem uma resposta aqui", acrescentou.

Para o pastor David Marx “a arte cinematográfica tem sido um canal para levar as pessoas a Deus, lembrando-as de ter um relacionamento sincero com Ele. Portanto, temos certeza que o filme ‘Deus Não Está Morto 2’ alcançará vidas, e, a igreja precisa estar unida pra que essa mensagem seja amplamente divulgada”.

Ele enfatiza ao dizer que “esperamos que esse filme venha impactar sua vida, e te leve a propagar o nome de Jesus, pois Ele é o único caminho”. Além de, alertar para “escolher sempre estar com Ele, e entender que não fomos chamados para agradar a todos, mas escolhidos para agradar a ELE”.

Trilha Sonora Incrível

Completando a trilha sonora do longa a banda Newsboys, que canta a sua canção de sucesso sob o mesmo título, comenta “nós tivemos tanto lixo e tanta coisa pesada na sociedade, por isso acho que as pessoas anseiam por algo bom que transforme essa situação”, diz Michael Tait, vocalista do Newsboys.

Além disso, o filme é uma oportunidade de compartilhar o evangelho para aqueles que não crê. "Ouvimos tantas histórias de pessoas que levaram incrédulos ao cinema para ver ‘Deus Não Está Morto’ e de conversões nesses locais. Por isso nós queríamos fazer outro filme, desta vez, que atingisse as massas e mostrar-lhes que há mais coisas para ver", diz Harold Cronck.

Vale ressaltar que o filme inicia com a música “Sound of the Saints”, cantado pela banda Audio Adrenaline que está em sua terceira formação, com o vocalista Adam Agee, ex-vocal da banda Stellar Kart que por sua vez teve uma música (Ones and Zeros) na trila sonora do primeiro filme.

veja também