Helena Tannure dirige novo culto para mulheres na Igreja Batista da Lagoinha

Com mensagens voltadas para as mulheres, o culto deverá acontecer todo mês, no templo principal da IBL, além de ser transmitido pela Rede Super.

fonte: Guiame, com informações da Rede Super

Atualizado: Quarta-feira, 30 Março de 2016 as 10:45

"Acredito que a nossa maior urgência seja desenvolver uma vida cristã saudável", afirma Helena. (Foto: Divulgação).
"Acredito que a nossa maior urgência seja desenvolver uma vida cristã saudável", afirma Helena. (Foto: Divulgação).

A pastora Helena Tanure, mais conhecida por suas canções no Ministério de Louvor Diante do Trono como “Lugares altos” irá dirigir um culto voltado para o público feminino na Igreja Batista da Lagoinha (IBL). O “Femininas” ganha sua primeira edição nesta quarta-feira (30) às 19h30min na sede da igreja.

Com mensagens voltadas para as mulheres, o culto deverá acontecer todo mês, no templo principal da IBL. Além disso, ele será transmitido, ao vivo, pela Rede Super. As datas de realização de cada culto serão divulgadas no portal da igreja.

Em entrevista para o site da Rede Super, Helena explica que os encontros serão “uma oportunidade para que as participantes aprendam a servir umas às outras, às suas famílias e à sociedade de maneira relevante”, mais que promover momentos de ensino e encorajamento.

“Sei que existem vários assuntos peculiares ao universo feminino, contudo, acredito que a nossa maior urgência seja desenvolver uma vida cristã saudável e coerente, que vem de um relacionamento íntimo com Deus”, conta.

“O primeiro objetivo deste culto é incentivar a busca por este encontro. Seguindo-se a isso, podemos, sim, propiciar um ambiente para compartilhar dicas, bate-papos com profissionais da saúde ou da moda, mas insisto: não precisamos de entretenimento, e sim viver uma vida que seja transformada para transformar”, ressaltou.

Exemplo vivo

A cantora é um exemplo de transformação. Helena já expôs durante cultos da IBL e programas da Rede Super que já sentiu inveja de sua parceira de ministério de louvor, Ana Paula Valadão. Em outra ocasião, revelou que havia sido abusada sexualmente durante a infância. Tais fatos mostram uma verdadeira cura na alma após tantas feridas formadas.

Em uma entrevista sobre o livro “Janelas da Alma”, Helena conta porque pregar sobre família. “Dentro de casa você é quem é de verdade. Num mundo que valoriza a aparência que vivemos, aprendemos a colocar máscaras, tratamos bem os ‘de fora’ e derramamos nossa ira e frustração sobre aqueles que vivem conosco ou então abandonamos as nossas responsabilidades dizendo que vamos ‘trabalhar para Deus’ para fugir daqueles que Ele nos confiou em primeiro lugar”, disse.

“Ainda tentamos fazer uma permuta: Deus, eu cuido das suas coisas e o Senhor cuida dos meus! Isso tem que acabar! Quando nossos lares forem curados a igreja também será, ressaltou.

Confira uma de suas pregações no congresso Homens e Mulheres Diante do Trono

veja também