MENU

Ameaçado no cargo, diretor da Williams projeta melhora na Turquia

Ameaçado no cargo, diretor da Williams projeta melhora na Turquia

Atualizado: Quarta-feira, 27 Abril de 2011 as 11:36

Depois de pedir mudanças e até colocar o próprio cargo em risco na Williams, o diretor técnico Sam Michael acredita em um novo rumo da sua equipe em Istambul. Isso porque, para o Grande Prêmio da Turquia, o time britânico deverá implementar algumas adaptações no carro, e o tornará mais competitivo para a continuação da temporada.

Após um péssimo início de campeonato, onde a equipe conseguiu no máximo um 15º lugar nas três primeiras provas do ano, com o brasileiro Rubens Barrichello, os monopostos tanto do experiente piloto como do estreante venezuelano Pastor Maldonado apresentaram problemas.

Com novidades entrando e saindo do carro já no GP da China, há duas semanas, Michael vê a chance das estruturas mudarem a história do time na competição a partir da fase europeia do Mundial deste ano.

"Tínhamos algumas partes novas na China. A mais nítida era o novo sistema de escapamentos no carro de Rubens durante os treinos. Vimos alguns sinais positivos, mas tivemos alguns problemas no assoalho, que se aqueceu demais e prejudicou a aerodinâmica do carro. Estamos redesenhando isso e queremos colocar a nova versão para o GP da Turquia", explicou o dirigente, que detalhou as novas estruturas que entrarão no carro.

"O FW 3 terá um fundo plano diferente, novas asas dianteira e traseira e novas entradas de ar", revelou. "Espero que isso tudo nos dê alguns décimos e ajude os nossos pilotos a chegarem ao top 10", projetou Michael.

veja também