MENU

Empresa responsável por aterro que explodiu terá de limpar estrada

Empresa responsável por aterro que explodiu terá de limpar estrada

Atualizado: Quinta-feira, 28 Abril de 2011 as 8:49

A Justiça determinou nesta quarta-feira (27) que a empresa responsável pelo aterro que explodiu na segunda-feira (25) em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, retire o lixo que fechou uma estrada e que limpe o chorume que vai parar no esgoto da cidade.

De acordo com a decisão judicial, a empresa tem cinco dias para limpar a Estrada do Ribeiro, que foi invadida por toneladas de terra e lixo após a explosão. Caso isso não ocorra, os responsáveis pelo aterro receberão multa diária de R$ 200 mil.

A Justiça também determinou que, no mesmo prazo, seja retirado todo o chorume – líquido originado da decomposição de resíduos orgânicos - dos tanques de tratamento.     Caso isso não ocorra, a empresa receberá outra multa de R$ 200 mil por dia. De acordo com um laudo, o chorume é despejado diretamente em bocas de lobo e acaba contaminando o esgoto e o lençol freático.

Até as 7h desta quinta-feira, ninguém da Pajoan, empresa responsável pelo aterro, foi encontrado para falar sobre a interdição. Mas, de acordo com o Tribunal de Justiça, a empresa ainda não recorreu da decisão.

Enquanto os trabalhos no aterro continuam, sacos de lixo se espalham em Itaquaquecetuba e em outras cinco cidades da Grande São Paulo. Em Poá, a prefeitura usa caminhões de coleta para diminuir o impacto.        

veja também