Precisamos prosseguir em estar no centro da vontade de Deus

A verdadeira paz de Cristo será o árbitro do nosso coração e nos direcionará a obedecê-lo.

Fonte: Guiame, Adriane Ferretti Salvitti e Rodrigo SalvittiAtualizado: quarta-feira, 10 de junho de 2020 15:55
(Foto: Unsplash)
(Foto: Unsplash)

Uma frase dita por muitos cristãos quando precisam tomar alguma decisão ou estão indecisos em algo que estão vivendo é: “Que a paz de Deus seja o árbitro do vosso coração”.

A frase não está errada, até porque nós a encontramos no livro de Colossenses 3:15-17 (ARA):

“Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração, à qual, também, fostes chamados em um só corpo; e sede agradecidos. Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração. E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.”

Muitas vezes, ao longo da nossa vida, confundimos a paz de Cristo com a nossa própria paz. Parece meio redundante essa frase, mas é a mais pura verdade. Estão confundindo a nossa própria vontade, razões e sentimentos, e o que nos traz paz, com a palavra de Deus.

O que esse versículo quer nos ensinar é que a verdadeira paz de Cristo vai sim ser o árbitro do nosso coração e nos direcionando e nos fazendo obedecê-la, pois sabemos que ela é que nos trará frutos e nos dará vida e vida em abundância.

Mas observe, se nós colarmos a palavra de Deus em prática em nosso viver, pelo primeiro momento, muitas vezes não nos trará uma paz, podendo até não nos trazer paz e sim uma inquietação, irritabilidade, pois aquilo que queríamos não funciona e gostaríamos que as coisas fossem do nosso jeito e maneira. Mas porque confiamos em Deus e em Sua palavra, perseveramos Nela mesmo sem querer, sem entender e ter paz muitas vezes.

Mas se decidirmos obedecer e prosseguir em estar no centro da vontade de Deus –  que é sempre boa, perfeita e agradável –, colheremos dos seus frutos e de suas bênçãos.

Toda promessa está atrelada a um princípio e todo fruto a uma semente. Que possamos estar atentos e não nos enganar com nosso coração perverso e enganoso como diz em Jeremias 17:9 e sim estarmos certos em Deus, o qual temos em nossas vidas e que sempre tem o melhor para nós.

Deus abençoe! Shalom!

Por Adriane Ferretti Salvitti, pastora da Igreja Apostólica Restaurando Nações - IARN Japão, palestrante nas áreas de saúde e espiritualidade fisioterapeuta e Health Coach

Rodrigo Salvitti, pastor da Igreja Apostólica Restaurando Nações - IARN Japão, palestrante na área de espiritualidade e fisioterapeuta.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: O orgulho e a soberba te afastam de Deus

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições