Entramos na arca para perdermos toda e qualquer referência com o passado

Olhar para trás só quando houver necessidade para isso; no mais, devemos prosseguir para o alvo que está à frente.

Fonte: Guiame, Darci LourençãoAtualizado: sexta-feira, 4 de fevereiro de 2022 15:17
(Foto: Pixabay)
(Foto: Pixabay)

Quando a família de Noé entrou na arca, obedecendo todos os planos que Deus havia passado para eles, uma coisa precisava acontecer para que tudo desse certo: eles deveriam deixar todas as referências antigas para trás. O que tinha passado, deveria ficar no passado. A partir do momento que a porta da arca foi fechada pelo Senhor, coisas novas estavam por vir.

Hoje vamos falar sobre as mudanças e as novidades de vida que todos nós desejamos. E mais importante: Deus deseja para nós. O apóstolo Paulo deixa claro quando diz: “Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3:13,14 – NVI - Grifei).

Você já pensou no que acontecerá se um motorista, em vez de olhar para o seu caminho à frente, ficar com os olhos fixos no retrovisor? Acertou se disse que ele desgovernará seu veículo e poderá sofrer um grave acidente e até provocar a sua morte e a de terceiros. Pense comigo: Se fosse para ficarmos olhando para trás, Deus teria projetado nossos olhos para ficar atrás de nossa cabeça. Mas não, ele nos fez com os olhos mirando o que está à frente, preferencialmente. E para que pudéssemos ver 360 graus, ele nos deu mobilidades, no pescoço, nas pernas etc. Ou seja, olhar para trás só quando houver necessidade para isso. No mais, devemos prosseguir para o alvo que está à frente.

Infelizmente, muitos perdem seu precioso tempo em coisas do passado, em dores antigas, em acontecimentos que já aconteceram... E com isso, perdem a viagem que a arca está proporcionando. Nossa vida precisa seguir um curso, e neste curso, é importante que tenhamos a experiência de sentir Deus conosco em cada situação.

Existe uma paragem, onde a arca enfim completará sua jornada, mas até lá, precisamos andar com o Deus da arca. É dele que vem o nosso socorro. É nele que podemos nos refugir quando estivermos com medo de que a arca vire. É em sua graça que devemos nos firmar para dar conta de cuidar de tudo o que está para ser feito dentro da arca... Então, se ficarmos com nossos pensamentos e olhos no passado, nada disso acontecerá.

Deus usou o profeta Isaías para nos dizer: "Esqueçam o que se foi; não vivam no passado.” (Isaías 43:18).

O apóstolo Paulo também nos traz outro ensinamento a respeito disso: “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” (2 Coríntios 5:17).

Você está em Cristo? Se não está, pode ficar agora. Repita esta oração: “Senhor Jesus, a partir de agora eu entrego a minha vida nas suas mãos. Eu creio que tu és Aquele que Se entregou na cruz pelos meus pecados, e eu aceito o Seu sacrifício, que além do perdão, me dá vida eterna. Escreve o meu nome no teu Livro da Vida. Amém!”.

Pronto! Você orou. Agora você é uma nova criatura e as coisas velhas não têm mais poder na sua vida. Jesus começa agora a te entregar uma vida nova, você entrou na arca, onde será preservado de todo o mal deste tempo. Siga sua viagem. Ele está com você! Confie.

O Pai ama você!

Por Darci Lourenção, psicóloga, pastora, coach, escritora e conferencista. Foi Deã e Professora de Aconselhamento Cristão. Autora dos livros “Na intimidade há cura”, “A equação do amor” e “Viva sem compulsão”.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Você foca mais no dilúvio ou na arca?

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições