MENU

Lavoura de Deus

O Agricultor é paciente, Ele sabe que as sementes não germinarão da noite para o dia, mas existe um processo até a colheita.

fonte: Guiame, Darci Lourenção

Atualizado: Quinta-feira, 14 Novembro de 2019 as 4:26

(Foto: Pinterest)
(Foto: Pinterest)

Quando pensamos em lavoura, duas imagens inicialmente nos vêm à mente: terra e semente. Usando a mesma composição de uma plantação, quero falar hoje sobre a nossa vida como uma lavoura, a lavoura de Deus, conforme o apóstolo Paulo se refere a nós, cristãos.

“Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.” (1 Coríntios 3:9)

Jesus já havia feito essa analogia anteriormente, quando falou de forma ampla e profunda sobre isso, revelando que o Pai é o Lavrador (Jo 15:1), ou seja, o Agricultor. Agora pensemos: qual é a função do lavrador? A resposta óbvia deve ser: “lavrar, arar, preparar a terra para o plantio”.

Mas de que terra estamos falando? Não é da terra natural, mas do nosso coração como “terra espiritual”, terreno onde só Deus, o Lavrador tem acesso!

Como o Lavrador age?

Primeiro, ele acredita na sua terra, por isso investe suas sementes nela. Ainda que seja uma terra seca, estéril, improvável de se produzir algum fruto, mesmo assim, o Pai, digo, o Agricultor acredita e investe nela as suas sementes, o seu tempo, o seu cuidado, porque sabe que quando Ele começa a trabalhar nesta terra ela se transforma!

O Agricultor é paciente, Ele sabe que as sementes não germinarão da noite para o dia, mas existe um processo até a colheita. Ele não é ansioso. Ele não mete os pés pelas mãos! Por isso, trabalha e espera, trabalha e espera, trabalha e espera...

O Lavrador também é aquele que identifica as ervas daninhas e as arranca para que elas não atrapalhem sua futura colheita.

Ele derrama água sobre a secura da terra e a limpa de toda e qualquer sujeira, pedregulhos, que pode impedir o Seu cultivo. Para Ele, não existe terra infecunda. O que está em suas Mãos não se perde (Jo 17:12).

O próximo passo, do Agricultor, depois de a terra estar pronta, é o lançar as sementes. E talvez nessa fase, impedimentos aconteçam para que elas não sejam depositada.

Quantas pessoas já estão com sua terra (coração) preparada, limpa pela Palavra, ministradas pelas verdades ensinadas por Jesus, mas quando as sementes começam a ser depositadas, ouvem a voz errada (do inimigo da lavoura) e abandonam a fé e o Agricultor!

Elas ficam ansiosas, não compreendem que existe um tempo para todas as coisas debaixo do céu (Ec 3), e começam a agir por conta própria, sem se importarem com o Agricultor. Aí, o que acontece? Voltam a ser terra seca, cheia de ervas daninhas e pedregulhos, inaptas para se tornarem a lavora que Deus deseja que sejam.

Quero te aconselhar a deixar tudo nas Mãos do Agricultor. Ainda que as coisas pareçam não estar acontecendo, se o Agricultor está trabalhando na terra, algo está sim acontecendo. Se você tiver paciência, coragem e confiar Nele, verá como Ele é fiel e um excelente Lavrador, pois a plantação em sua vida vingará e os frutos surgirão!

Somos a lavoura de Deus. Ele cuida de mim e de você; Ele cuida de nós, porque tem expectativas de uma farta colheita.

Abra o seu coração para o Lavrador trabalhar e confie Nele, pois não te decepcionará! (Sl 37:5)

Lembre-se: O Pai ama você!

Por Darci Lourenção, psicóloga, pastora, coach, escritora e conferencista. Foi Deã e Professora de Aconselhamento Cristão. Autora dos livros “Na intimidade há cura”, “A equação do amor” e “Viva sem compulsão”.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

veja também