MENU

Trabalho em Equipe I

Trabalho em Equipe I

Atualizado: Terça-feira, 20 Abril de 2010 as 12

Listas estão sempre sub júdice. Quase todas têm sua base de pesquisa e acurada observação. Mas em sua maioria refletem opções subjetivas de quem as elabora. Esta é mais uma lista. Trata das características comuns às equipes de alto rendimento.

1: objetivos claramente definidos: todo mundo sabe para onde todo mundo está indo, o que significa que cada um sabe para onde vai e sabe também para onde o outro está indo; 2:  pacto de prioridades: todo mundo sabe o que cortar quando chega o momento de "cortar na carne"; 3: planejamento coletivo dos processos: não basta saber para onde ir se não existe consciência de como chegar lá, e não basta ter consciência de como chegar lá sem acreditar que dá pra chegar; 4: aproveitamento de talentos complementares: todos juntos podem mais do que qualquer um individualmente, até porque o máximo que um sozinho consegue é estar certo, mas jamais conseguirá ser completo; 5: racionalização de esforços: duas ou mais pessoas fazendo a mesma coisa é desperdício de tempo, recursos e energia; 6: ênfase nos resultados compartilhados: em um time perdedor, ninguém é vencedor; 7: elevado nível de confiança: cada um confia no seu taco e cada um confia no taco do outro; 8: fluxo de informações: as pessoas precisam saber o que precisam saber para que possam fazer o que podem (e devem) fazer; 9: comunicação transparente: sentimentos represados são mais destrutivos do que informações sonegadas; 10: feedback constante: a melhor avaliação procede do grupo, e não do espelho; 11: coordenação estratégica: alguém tem que enxergar o todo e se ocupar em distribuir a brasa para todas as sardinhas; 12: liderança situacional: um líder preparado para tudo é um líder preparado para nada, ou ninguém sabe tudo de tudo, e ninguém sabe sempre; 13: decisões por consenso: pessoas que não conseguem fazer acordos não conseguem caminhar juntas; 14: autonomia e pró-atividade: quem sabe faz a hora, não espera acontecer; 15: organização da memória do trabalho: o que não está escrito não se torna comum, nem dura muito tempo. Ed René Kivitz é mestre em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo, escritor, conferencista e pastor da Igreja Batista de Água Branca, na Zona Oeste de São Paulo, tendo obras e pastorais publicados neste site: www.ibab.com.br .

veja também