Maldição e desprezo

É o que temos visto nestes dias tão complicados e cheios de injustiça.

fonte: Guiame, Edmilson Ferreira Mendes

Atualizado: Quinta-feira, 28 Novembro de 2019 as 12:53

(Foto: Crosswalk)
(Foto: Crosswalk)

Os dois fazem mal. Amaldiçoar e desprezar é das atitudes mais terríveis que se pode ter a algo ou alguém. Por outro lado, ser alvo da maldição e desprezo de outros também gera em nós muita decepção, tristeza e derrota. Mas é o que temos visto nestes dias tão complicados e cheios de injustiça.

No geral, as pessoas andam sem nadinha de pavio, basta alguém riscar um pequeno palito de fósforo que o fogo começa, cresce, ameaça e pode resultar em grandes explosões na família, no trabalho, no trânsito, no estádio, na balada, no restaurante, na praia, na fila.

Recentemente, na cidade de Campinas, no caixa de uma padaria, dois homens ainda brigavam, discutindo e se ofendendo, cada qual defendendo com unhas, dentes e orgulhos a sua própria razão. O primeiro homem, após ser atendido, foi para o seu carro, quando o outro saiu foi atropelado pelo que saíra primeiro, matando-o e fugindo em seguida. Explosões de raiva são mais frequentes do que se pensa, e todas vêm acompanhadas dos malditos temperos conhecidos como maldição e desprezo.

Hoje, de forma impensável, pessoas que foram amantes no passado, amaldiçoam e se desprezam mutuamente. Maldita hora que fui me apaixonar por essa pessoa. Não sinto mais amor por esta pessoa, o que sinto é apenas desprezo. E como viver debaixo do mesmo teto com tais sentimentos? Como, não sei, mas sei que muitos estão vivendo assim por anos, décadas, resultando em vidas inteiras desprezando sonhos e amaldiçoando relacionamentos.

Para além da intimidade e privacidade da história pessoal de cada um, nós, como nação, estamos sofrendo por consequência de maldição e desprezo provocados por autoridades que deveriam zelar pela paz e segurança do país. Provérbios 24:24 explica, “Quem diz aos criminosos: ‘Vocês estão livres, porque são inocentes!’, será amaldiçoado e desprezado por muitos povos.”

Assistir injustiças, roubos, corrupções quase que diariamente, acompanhados de constantes jeitinhos para livrar quem comprovadamente é culpado, só produz nojo. O texto bíblico é claro, não fala de lado, partido, sobrenome, poder, rico ou pobre, ele apenas diz objetivamente que criminosos devem cumprir suas penas, independente de ideologia, posição ou classe social.

O poeta João Alexandre profeticamente escreveu e inspirou a todos nós: “Brasil, olha pra cima, existe uma chance de ser novamente feliz!”. Como ser novamente feliz? A poesia continua e nos responde: “Volta teus olhos à Deus, justo juiz!”, só assim finalmente trocaremos maldição e desprezo por bênção e respeito. Paz!

Edmilson Ferreira Mendes é teólogo. Atua profissionalmente há mais de 20 anos na área de Propaganda e Marketing. Voluntariamente, exerce o pastorado há mais de dez anos. Além de conferencista e preletor em vários eventos, também é escritor, autor de quatro livros: '"Adolescência Virtual", "Por que esta geração não acorda?", "Caminhos" e "Aliança".

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

veja também