Vá embora

Vá embora indica liberdade, indica que Cristo está te liberando para encarar a vida, crescer, amadurecer e continuar aprendendo.

Fonte: Guiame, Edmilson Ferreira MendesAtualizado: quinta-feira, 18 de julho de 2019 14:34
(Foto: Buzz Home)
(Foto: Buzz Home)

Lembro-me com certa frequência do testemunho que ouvi num retiro. Estávamos numa cidade do interior de São Paulo. O local era uma chácara muito agradável. Ela era cercada por altos muros e um portão de ferro igualmente alto. O testemunho foi reservado, quase uma confissão, ouvimos atentamente cada palavra, eu e minha esposa. Lindo, edificante e emocionante. Choramos, sorrimos, aprendemos. Em síntese era um testemunho de transformação, eventos impactantes renovando uma vida duramente quebrada por vícios e fraquezas.

Mas foi a última frase que nos marcou. Mais do que toda a história que narrava o testemunho, a última frase até hoje não sai da minha memória. Após terminar o testemunho, a pessoa olhou fixamente para o portão de saída da chácara, chorou muito, inicialmente ficamos sem entender, até que ela disse: “Eu queria ficar pra sempre aqui, vivendo este retiro, eu não queria sair nunca mais deste lugar. Aqui sinto segurança, tenho medo do que me possa acontecer daquele portão pra fora...”

Penso que a maioria de nós já esteve em lugares e eventos assim. Marcantes, envolventes, maravilhosos, daqueles que gostaríamos que nunca acabassem, mas... acabaram! E tivemos que seguir com nossa vida e rotina. E o fizemos sem tanto drama, apenas com um misto de saudade e aquele gostinho de quero mais. E só. Mas aquela alma realmente estava assustada com o momento inevitável de ter de ir embora daquela chácara.

Os privilegiados discípulos que estavam presentes no monte da transfiguração também entenderiam. Depois de ver Jesus num flash de pura glória, já queriam armar tendas e ir ficando por ali, estava tudo muito bom, tudo muito fantástico. Porém este não era o plano do Mestre. Descer e seguir com a vida ordinária era o plano e a necessidade real.

Vá embora. Pode ser que a primeira vista as duas palavras “vá embora” soem frias, duras, sem qualquer emoção ou consideração. Para piorar, imagine quando estas palavras são pronunciadas pelo próprio Jesus. Mas não, vá embora indica liberdade, indica que Cristo está te liberando para encarar a vida, crescer, amadurecer e continuar aprendendo com erros, acertos, observações e obediência aos seus conselhos.

Em João 8:11, uma mulher que havia sido flagrada em adultério, ouve exatamente estas palavras de Cristo: “Vá embora e não peque mais.” A beleza daquele momento fica por conta do perdão que aquela mulher recebeu e também pela forma brilhante com a qual Jesus desarmou os acusadores dela, homens cheios de si e carregados de pedras. Quando Cristo os encara e desafia “Quem não tiver pecado atire a primeira pedra”, na verdade já sabia que Ele era o único sem pecado na cena, e sua opção foi a de perdoar e não de apedrejar.

Vá embora. Saia das cenas de pecado da sua vida. Abandone os cenários de tentação nos quais se envolveu. Vá embora. Não olhe para trás, coloque sua visão nas coisas do alto. Vá embora. Para além dos portões que nos cercam tem vida e lutas que se necessitam enfrentar. Vá embora. Mas vá com o perdão dAquele que te ama e morreu por você, dAquele que pela graça te salva e se fez pecado em seu lugar, a fim de que você possa seguir sua história e não pecar mais. Vá, enfim, embora. E se pecar? Volte sempre a Ele, vá sempre com Ele, viva sempre nEle, pois nossas partidas só fazem sentido quando debaixo da palavra e do perdão dEle.

Edmilson Ferreira Mendes é teólogo. Atua profissionalmente há mais de 20 anos na área de Propaganda e Marketing. Voluntariamente, exerce o pastorado há mais de dez anos. Além de conferencista e preletor em vários eventos, também é escritor, autor de quatro livros: '"Adolescência Virtual", "Por que esta geração não acorda?", "Caminhos" e "Aliança".

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições