MENU

Eu não estou só

Eu não estou só

Atualizado: Quinta-feira, 25 Outubro de 2012 as 9:52

 

Desde o princípio, no Jardim do Éden, o desejo de Deus sempre foi estar perto da obra prima da criação. Todos os dias, na virada do dia, o Senhor visitava o homem e desenvolvia um relacionamento com ele. Contudo, mesmo Adão tendo a plenitude da companhia de Deus, sendo completamente saciado da presença do Pai, mesmo assim, Deus diz que não era bom que o homem estive sozinho.
 
Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea Gênesis 2:18
 
O homem não estava sozinho, o homem tinha Deus em sua totalidade, contudo Deus queria desenvolver relacionamentos.
 
No Jardim do Éden, Deus materializou um relacionamento que já existia em seu coração: o casamento. No Jardim do Éden, Deus criou a interação entre um homem e uma mulher.
 
Com o passar dos textos bíblicos, Salomão manifesta outro desejo do coração de Deus: é importante que o homem tenha amigos:
 
“Melhor é serem dois do que um... Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se.” Eclesiastes 4:9-10
 
E Jesus, durante sua passagem na terra informa aos seus amados que quando ele voltasse ao Pai, não nos deixaria só, enviaria a nós outro consolador.
 
Mesmo diante de tantas promessas e manifestações de desejos do coração de Deus sobre a importância de nos relacionarmos, seja com Deus, conosco mesmo, com nosso próximo e com o nosso futuro cônjuge parece que caminhamos cada vez mais para o sentido oposto. Somos uma geração que adora, canta, ora, faz vigília, conquista, mas tão fragilizada e deficiente na área da interação.
 
Temos facebook, twitter, tumblr e tantos outros suportes para redes sociais. Fazemos 500 amigos numa semana num facebook mas não conseguimos manter um amigo verdadeiro na vida real. Criamos fakes para mostrar alguém que na verdade não somos, correndo desejosos para uma auto-aprovação, enquanto na verdade, mesmo com tantas ferramentas de apoio, ainda nos sentimos sós. Vivemos num mundo com 7 bilhões de pessoas, mas nos sentimos sós.
 
A vida não é um twitter que se alguém disser algo que você não quer, simplesmente se bloqueia e continua como se nada tivesse acontecido. Relacionamentos não são assim. Exige esforço, companheirismo, perdoar e pedir perdão.
 
Relacionar-se inclui superar as diferenças. É saber que Deus poderia te ter só pra Ele de uma forma totalmente egoísta no Jardim do Éden e mesmo assim Ele resolveu te dividir com outras pessoas iguais a você. O amor de Deus é manifesto quando eu amo, quando eu perdoo, quando eu insisto e não desisto de alguém.
 
É muito bom saber que não estamos sós. É muito bom saber que o Senhor não nos deixa só. É maravilhoso saber que Ele se manifesta através de outras pessoas para que não nos sintamos sozinhos também, afinal não posso amar a Deus que não vejo se não amo ao meu irmão que vejo (1Jo1).
 
Que neste mundo tão carente de atenção em meio a pessoas tão magoadas e fechadas em seus sentimentos, possamos ser a luz que brota mostrando a essência e a beleza do relacionar-se.
 
Na paz d’Aquele que com a própria voz exclamou: Eu Não vos deixarei Só.
 
 
por Felipe Heiderich

veja também