MENU

Meras Reflexões

Meras Reflexões

Atualizado: Quarta-feira, 6 Abril de 2011 as 1:14

Não é necessária a queima de neurônios em elucubrações para traçar um perfil sobre a realidade do protestantismo atual. Sua realidade está implícita e amalgamada em uma sociedade pós-moderna, cosmopolita, marqueteira e capitalista.

Variando desde um vernáculo próprio, que muitos denominam de idioma “Crentês” onde uma lingüística que deveria servir de ponte entre os do Caminho e os secularizados, os afasta mais que os aproxima, a até um estilo de vida que, fugindo completamente do modelo bíblico, se iguala aos “ímpios” tão “pecadores” e renegados pela igreja.

O protesto dos protestantes atualmente se dá quando se esquecendo do próximo e amando mais a si mesmo que aos outros, deflagram, fraudam, induzem ao erro e escolhem servir mais a Mamom que a Adonai.

O vitupério desta prosopopéia poderia com afã desencadear uma calorosa discussão, se os protestos dos protestantes atuais se parecessem ao menos um pouco com os de outrora, mas não o são. Seguindo neste caminho descansa esse argumento em paz, sabedor de que os ouvidos, tapados pelo deus deste século, não ouvem, e os olhos, vendados pelos cifrões que compram a moral e a ética, não vêem.

Poder-se-ia, no entanto, mudar-se de nome. Ao invés de um título tão carregado de histórias, desafios e cobranças, adotar, mesmo que nominalmente, algo mais característico com a realidade atual. Trocar-se-ia de Protestante a quem sabe, “Secularizante”, “Entediante” ou mesmo “Dogmatizante”, ou então é chegada a hora de se levantar uma geração que viva o que o Messias pregava e não se conforme com este século, mas o transforme pela renovação da sua mente (Rm 12.2).

NEle, que descomplica o complicado,

Felipe Heiderich

Felipe Heiderich é graduado em Teologia pela Faculdade Teológica Seminário Unido - RJ, escritor, conferencista e pregador. Twitteiro de plantão. Escreve artigos e ministra palestras para jovens, promovendo reflexões sobre espiritualidade e cotidiano.

Twitter: @felipeheiderich

Site: http://www.felipeheiderich.com/

E-mail: [email protected]

veja também