MENU

Papo Aberto: Abuso Sexual Infantil (Menino)

Papo Aberto: Abuso Sexual Infantil (Menino)

Atualizado: Sexta-feira, 20 Janeiro de 2012 as 8

Papo Aberto: Abuso Sexual Infantil (Menino)


Boa Tarde, Felipe
Olá, o principal motivo de mandar essa mensagem é por que vejo você como um grande homem de Deus e talvez você possa me ajudar. Nasci em um lar cristão, na minha família são todos evangélicos. Mas em um período meus pais se mudaram de cidade onde paramos de ir à igreja com grande freqüência, pois onde moram é uma área rural e fica longe da cidade dificultando a ida. Hoje tenho 27 anos e congrego em uma igreja aqui perto de casa na cidade onde eu moro em SC. Faz 7 anos que me converti, e ao longo desse tempo o Senhor tem me limpado e me transformado com a sua graça e glória das várias imperfeições.

Quando tinha entre 9 a 10 anos fui abusado sexualmente por um primo mais velho, e este abuso se manteve até perto dos 15 anos. Até certa idade eu achava isso normal por não entender o que estava acontecendo ao certo. Minha cabeça começou a mudar quando fui para o ginásio - antigo ensino fundamental, e comecei a ver os meninos ficando com as meninas, e percebendo o que acontecia comido era errado, mais não tinha coragem de contar para meus pais, tinha muito medo da reação deles e de toda minha família. Convivi com isso por algum tempo. Aceitava o que ele pedia com medo dele contar para meus pais, cheguei a pensar em tirar minha vida varias vezes, pois no colégio as meninas viam para ficar comigo, e eu tinha vergonha, as vezes ficava mais elas queriam algo a mais do que só beijar e como eu não queria começam a me zoar colocando apelidos (gay, viado, bicha, etc.), contudo não desistia da escola, pois meu pai não deixava e me obrigava a ir para a aula, discutíamos direto e quando terminei o 2º grau vim morar com os meus tios onde moro hoje.

Foi em um retiro que entreguei a minha vida ao Senhor. Já fui a um psicólogo mais não me ajudou muito, pois queria mostrar que isso era normal e eu deveria aceitar meus desejos, e vai contra os princípios que aprendi na Palavra, já tentei namorar também, mas quando o assunto é sexualidade me dá um bloqueio e acabo terminando, hoje estou sozinho, mas sonho em um dia casar, em ter filhos. Já confessei isso ao Senhor, mostrando-o a minha fraqueza, mas não consigo me libertar de alguns desejos, depois sempre me sinto mal e indigno da tua graça, mas deve ser remorso, pois se fosse arrependimento, não praticava mais, do que adianta se eu me contamino sozinho.
Em fim, precisava desabafar isso com você e apesar de não te conhecer o senhor tem te usado muito pra edificar minha vida. Por favor, ore por mim.
Desde já muito obrigado e que Senhor continue te agraciando em sabedoria e amor,


Homem de Deus,

Deus te chamou de filho, te amou, sonhou com você a cada dia. Escreveu os seus dias e viu o quão importante nos planos dEle você era; mas esse mundo que foi entregue à Satanás sofre as suas influências e muitas pessoas são usadas por ele para destruírem sonhos, projetos, planos.

Você está certo! Uma criança não tem como se defender e fugir. Mal sabe distinguir o certo do errado e você foi uma grande vítima nesta situação. A primeira coisa que você tem que ter em mente é que você não foi culpado de nada.

Mas e se disserem: “Por que você não gritou, ou por que não pediu ajuda?”

Entenda, você era uma criança, inocente, indefesa e que foi enganada.

Outra coisa que talvez possa passar na sua mente seja o fato de você sentir prazer.

Você foi ensinado a sentir prazer de uma forma errada. Se você ensina para a criança que VERDE é AZUL, ela acha que VERDE é AZUL! Foi ensinada assim. Da mesma forma você aprendeu sobre o sexo de uma forma errada e só teve experiências nesta forma. Infelizmente é natural que os seus desejos sejam para isso. Então segunda dica: “Não ache que é gay simplesmente porque está tendo desejos homossexuais.” Sua condição foi aprendida, você não teve tempo de escolher. Escolheram para você!

Outro ponto importante é o questionamento: “Mas eu me entreguei a Jesus e quero mudar, por que não consigo e por que não gosto de garotas?”

Jesus entrou no seu coração, te deu um sentido de viver, mas você ainda se irrita ou fica chateado? Quando se machuca ainda dói? Ué, mas por que isso ainda acontece se Jesus habita em você? Simples, porque você tem um corpo e o corpo luta contra o espírito (Rm 7). Talvez num momento de raiva você tenha vontade de estrangular uma pessoa, mas nem por isso você vai até ela e a mata. Por quê? Simplesmente porque você aprende a controlar seus sentimentos. Na sexualidade também é assim. O desejo pode vir, mas isso não significa que você deverá ceder a ele.

E por que não gosto de garotas?

Mulheres são muito mais que apenas um orifício. Não se pressione para visualizá-las apenas como objeto sexual. Elas são muito mais do que isso. São encantadoras, são charmosas, são femininas, são pirracentas, ciumentas, vaidosas, são amigas. Todo esse contrate e a junção de todas essas características torna a mulher um ser muito especial. Quando você perceber tudo isso a sexualidade brotará naturalmente. Procure escolher uma mulher que seja amiga, uma pessoa de Deus e as outras coisas virão sem pressa. Se livre daquelas que não conhecem o PAI e também daquelas que mesmo conhecendo o PAI não se comportam como tal.

Lembra que Deus escreveu sua história? Pois é o diabo também tenta escrever. Quem decide qual dos Scripts viver somos nós.

Esse negócio de garanhão e pegador nunca foi sonho de Deus pra ninguém. E quem é assim está tão fora dos planos de Deus como qualquer outro.

Por fim saiba que a vida é um presente. Em momentos de desespero, principalmente quando se luta contra o pecado e o pecado vence, nós tendemos a desistir da vida. Isso é cilada. O diabo sabe que você vai acabar vencendo porque a obra que Deus começou vai ser finalizada (Fp 1.6) e por isso tenta te desmotivar colocando pensamentos suicidas. Foge disso. Repreende, rejeite. Erga a cabeça, sacuda o pó e diga: “mesmo que hoje eu tenha perdido, eu não vou desistir jamais. O Senhor é a minha bandeira.” Ouça: http://www.youtube.com/watch?v=hAWmwjRK4Nk

Num futuro, sem pressa e no tempo de Deus, me mande o convite do seu casamento, pois eu tenho certeza no Deus que eu creio e sei que Ele dá a vitória.

Na paz d'Aquele que frustra os planos de satanás e escreve uma nova história.

Fonte: GUIAME.COM.BR
Por: Pr Felipe Heiderich

veja também