MENU

Reforma ou Halloween?

Reforma ou Halloween?

Atualizado: Terça-feira, 30 Outubro de 2012 as 10:15

 

halloween - dia das bruxas
Queria pedir licença para começar esse nosso bate-papo com um desabafo.
 
Hoje, quando fazia meu exercício de caminhada, olhando para a linda lua que brilhava sobre o céu do Rio de Janeiro, apenas uma frase ficava sendo repetida em minha mente: “Pois dEle é o Reino, o poder e a glória para sempre amém”.
 
Essa última frase da “Oração do Pai Nosso” (Mt 6) não está ali a toa. Ela foi propositalmente colocada no final da oração, para que você saiba, que mesmo que seus pecados sejam perdoados, mesmo que você traga o céu a terra e tenha autoridade de chamar o Todo Poderoso de Pai, o mérito não é seu. O mérito é dEle. Não é de mim, por mim e para mim. É tudo por Ele, para Ele e por causa dEle.
 
Nestes dias onde a igreja tem passado por uma grande crise de identidade; dias onde gastamos mais o nosso tempo brigando entre nós mesmos para saber qual o melhor culto, ou se eu devo ou não bater palmas, quem é melhor que quem, não temos feito a única coisa que fomos chamados para fazer: “Sermos filhos e como filhos anunciar o nosso Pai.”
 
No primeiro semestre deste ano eu lecionava a disciplina de História da Igreja para um Seminário Teológico aqui no Rio e eu comecei a aula dizendo: “Um povo que não conhece a sua história tende a cometer os mesmos erros que foram cometidos no passado.” A prova cabal disso é que o dia 31/10 está chegando e a maioria de nós sequer sabe o que essa data significa. Se eu disser nomes como Lutero, Jonathan Edwards, John Knox, John Wesley, Aimee, Calvino, Jacobus Arminius, Spurgeon ou até mesmo Billy Graham, muitos vão achar que eu estou falando em “mistério”.
 
O que se comemora em 31/10? Não, não é o “Dia das Bruxas” ou Halloween. Dia 31/10 é apenas a data mais importante para nós evangélicos, depois do nascimento e morte de Jesus Cristo. Se hoje você pode dizer que é Evangélico e Protestante a sua história foi mudada em 31/10/1517 na “Reforma Protestante”.
 
Há quase 500 anos atrás um homem resolveu romper com as doutrinas erradas da época e se voltar para a simplicidade do Evangelho. Se voltar para Jesus. Esse homem foi Lutero, e por causa dessa decisão, todas as denominações evangélicas surgiram após isso. Vieram os históricos (Presbiterianos, Congregacionais, Batistas, etc) e os Pentecostais (Nazarenos, Quadrangulares, Metodistas, Assembleianos, etc) e tantos outros.
 
Sem querer espiritualizar, mas já espiritualizando, você não acha muito estranho que uma data chamada de “Dia das Bruxas” seja comemorada exatamente no mesmo dia que a história de todos os evangélicos é marcada?
 
A data do dia das bruxas era dia 13 de Maio, mas depois mudou para o dia 31/10.
 
Sabe por que isso é um desabafo? Porque fico triste ao ver que homens e mulheres deram a sua vida no passado para que eu e você tivéssemos toda essa liberdade hoje e nós sequer nos importamos.
 
Davi mudou a história da humanidade na época dele, mas Davi viveu há 3.000 anos, já faz muito tempo. Paulo mudou a história na sua época, mas Paulo já morreu há quase 2.000 anos. Ambos estavam na Bíblia. Será que outros não podem fazer o mesmo?
 
Lutero viveu há 500 anos e mudou o mundo a sua volta. Edwards viveu há 300 anos e mudou sua geração. Billy Graham ainda está vivo com 94 anos nos EUA, ele é o maior pregador do século, mas o meu desabafo é para que eu e você não nos conformemos. Essa geração está carente de novos transformadores e reformadores. Essa geração está carente de mim e de você.
 
Precisamos voltar ao Evangelho, lermos mais a Bíblia, nos preocupar com as coisas que realmente importam e ter os nossos olhos postos no céu, porque em breve Jesus voltará.
 
Renuncie o Halloween e reviva a Reforma Protestante, tão necessária nos dias de hoje.
 
Na paz d’Aquele que ainda levanta e mantém os seus remanescentes.
 
 
por Pr Felipe Heiderich - @felipeheiderich
 

veja também