Amor Incondicional. O Que é Isso?

Amor Incondicional. O Que é Isso?

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:56

"Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros." (João 13: 34 e 35)

"Se alguém disser: 'Eu amo a Deus', porém continua odiando a seu irmão, é mentiroso; porque se não ama a seu irmão que está bem diante dele, como pode amar a Deus, a quem nunca viu? E foi o próprio Deus quem disse que uma pessoa deve amar não somente a Deus mas também a seu irmão." (Bíblia Viva - 1 João 4: 20 e 21)

Queridos, tudo bem?

Que o amor de Deus a graça e paz de Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo esteja contigo e com todos os que você ama no dia de hoje e para todo o sempre.

Jesus disse: "Jesus, porém, ouvindo isso, respondeu: Não necessitam de médico os sãos, mas sim os enfermos. Ide, pois, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifícios. Porque eu não vim chamar justos, mas pecadores." (Mateus 9: 12 e 13) Vivemos hoje em uma sociedade exclusivista, se uma pessoa pertence a um certo grupo ela obterá todas as vantagens deste grupo e as pessoas dentro deste determinado grupo se relacionará com os seus amigos internos, ficando quem não pertence ao grupo separado e muitas vezes excluído completamente como se fosse uma ameaça, não podemos de forma alguma deixar este tipo de pensamento dominar a igreja do Senhor, a Palavra do Senhor nos diz: “... o sentimento de que todo mundo esta errado, menos aqueles que são do seu próprio grupinho;... Vou dizer-lhes novamente como já o fiz antes, que todo aquele que levar esse tipo de vida não herdará o reino de Deus." (Bíblia Viva - Gálatas 5: 20 e 21) Jesus Cristo disse que veio para os doentes, para os que necessitam de ajuda. Paulo, o grande missionário, e aquele que teve um encontro de frente com Jesus Cristo sentiu em seu coração o verdadeiro amor pelos perdidos, ele chegou a dizer que se possível fosse preferiria perder a sua salvação, se isso levasse os judeus (seus irmãos de sangue) a aceitarem a Jesus como único Senhor e suficiente Salvador: "Porque eu mesmo desejaria ser separado de Cristo, por amor de meus irmãos, que são meus parentes segundo a carne." (Romanos 9: 3)

É de amor assim que precisamos, meus queridos, temos que ter amor pelos perdidos pois um dia nós também estávamos perdidos e fomos reconciliados devido ao grande amor de Jesus Cristo, Ele morreu por mim, por você e por todos aqueles que ainda não O receberam, e nós só o recebemos porque alguém se dispôs a nos mostrar que existe algo muito melhor para se viver nesse mundo. Aqueles que não conhecem, ainda, ao Senhor Jesus precisam ver e entender que nós ao falarmos, do Senhor Jesus a eles, é por amor e não por julgá-los menos do que somos, nos não somos melhores do que ninguém, mas a Palavra do Senhor nos diz: “O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus; e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo...” (Romanos 8: 16 e 17) Reflita, você tem amor pelos perdidos? Até que ponto está este amor? Você seria capaz de se sacrificar por amor de quem mata, rouba, adultera, etc.? Quando digo ‘sacrificar” não é morrer no lugar, mas, doar seu tempo em anunciar aos perdidos a Palavra de Deus. Pois saiba alguém teve essa coragem: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele." (João 3: 16 e 17)

Preste atenção a este versículo e ore, jejue pelo seu próximo, jamais o condene, lembre-se que um dia você também foi um perdido pecador e Deus por Sua infinita misericórdia te tirou da perdição e te fez filho dEle. A Bíblia nos ensina o seguinte: "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado. Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor." (I Corintios 13: 1 a 13)

Tudo isso aqui escrito é para divulgar a Palavra do nosso Deus e levar a vontade dEle ao maior número de pessoas possível, que Deus através destas palavras possa mostrar a quem lê, a Sua boa, agradável e perfeita vontade, tudo isso em nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Para Refletir;

"Nunca paguem o mal com o mal. Façam as coisas de maneira tal que todos possam ver que vocês são absolutamente honestos. Não contendam com ninguém. Tanto quanto possível, vivam em paz com todos. Queridos amigos, nunca se vinguem. Entreguem tudo a Deus, pois Ele disse que retribuirá àqueles que o merecem." (Bíblia Viva - Romanos 12: 17 a 19)

Deus te abençoe e a todos na sua família.

Um abraço,

Frank Medina, pastor e discípulo de Jesus Cristo

Frank Medina   é um jovem pastor, casado, pai de três filhos, reside na cidade de S. Paulo e trabalha na Oracle do Brasil. Foi consagrado como pastor auxiliar em 17/12/2005 pela Igreja Batista O Poder da Palavra, situada ao bairro do Butantã (SP). Se formou no curso de Ministro (Médio em Teologia) em junho de 2003. Há 9 anos tem um ministério de evangelismo, escrevendo mensagens edificantes e enviando por e-mail.

Site:   www.uniaonet.com/ibppembuguacu.htm

Siga-nos

Mais do Guiame