O erro que levou Saul à morte

O erro que levou Saul à morte

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:14

2 Samuel 1:27 Como caíram os valentes, e pereceram as armas de guerra!

Saul vai à guerra enfrentar os filisteus, mas seu exército está dividido e fraco, a moral está baixa, pois seu maior campeão não está mais entre eles.

Alguns, como Jônatas, sabem que a única maneira de Israel vencer os filisteus seria ter Davi lutando ao lado do exército de Israel. Porém, Saul, por causa de ciúmes, atacou e expulsou seu melhor guerreiro, e agora que o inimigo atacou, seu reino está dividido.

E quando Jônatas vê seu pai morrendo, talvez tenha passado pela sua cabeça: “Se Davi estivesse aqui...”. Com certeza, se Davi estivesse com eles o final seria bem diferente.

O inimigo percebe que o rei cometera um erro quebrando um princípio que o levaria à queda e não perdendo tempo, o atacou e o derrotou.

Poderíamos criar aqui um provérbio: Rei, não ataque seus valentes, a vítima pode ser você!

Os grandes líderes e os empresários mais bem sucedidos do mundo contratam pessoas melhores do que eles para trabalhar ao seu lado na empresa.

Um grande rei jamais terá ciúmes de seu campeão e nunca vai matar seu melhor soldado. Saul, ao contrário, consumido pelo ciúme tentou matar seu campeão.

Medo da concorrência: Quando Davi era um simples tangedor, o rei se alegrava; mas quando Davi cresceu e se tornou poderoso, um campeão, Saul começa a vê-lo como um concorrente ao trono e, então, tenta eliminá-lo.

No filme “O planeta dos macacos” é dito que símio não matava símio, mas que o homem mata homem; e, por isso, os macacos deveriam dominar o Planeta. O exército dos filisteus estava unido e, assim, dominaram a terra e povo de Deus, que foi humilhado e dominado. Estamos correndo o mesmo risco hoje em nosso Planeta.

Somos a maior nação cristã do mundo, perdendo para meia dúzia de incircuncisos e sodomitas, inimigos de Deus.

Jesus disse: “... e se uma casa se dividir contra si mesma, tal casa não pode subsistir. Se satanás se levantar contra si mesmo, e for dividido, não pode subsistir; antes, tem seu fim” (Mc 3:24 a 27).

Casa dividida não subsiste. Esse foi o erro de Saul. Hoje, nós, como igreja, estamos cometendo o mesmo erro cometido por Saul.

Somos um reino dividido e ainda pior: Lutamos uns contra os outros. Saul jogava lanças em Davi, mas este não revidava. Mas na igreja de Cristo, vemos um grande líder jogando lanças no outro e este revidando. Nessa disputa, é o corpo de Cristo que sai ferido e o reino de Deus é que perde.

No tempo de Davi, o inimigo era um homem gigante e inimigos em grande número, e eles venciam quando estavam unidos em um só propósito: estabelecer o Reino de Deus.

Hoje, os maiores inimigos que estão destruindo e dividindo a igreja não são homens ímpios e nem demônios... São os “irmãos” e os próprios líderes que agem como Saul.

Enquanto os filhos de Deus brigam entre si, os inimigos da igreja em pequeníssimo número se uniram e se organizaram e estão invadindo o nosso território e derrubando reis e príncipes de Deus .

Os inimigos perceberam que estamos iguais ao exército de Saul e estão unidos, avançando e fazendo um barulho enorme, querendo expulsar Deus do Brasil e dominar a nossa nação.

Se nos unirmos, conquistaremos a nação para o rei Jesus, caso contrário perderemos.

Que este erro de Saul sirva de alerta para a igreja de Cristo se unir e não cometer o mesmo erro por ele cometido.

Por Joel Engel

www.joelengel.com.br 
@pastorjoelengel

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições