MENU

A sua família é saudável?

O crescimento de uma família saudável tende a ser não somente no que vemos ou vivemos, mas na vida como um todo.

fonte: guiame, Josué Gonçalves

Atualizado: Terça-feira, 19 Março de 2019 as 4:52

(Foto: Alexandro David/Pexels)
(Foto: Alexandro David/Pexels)

A família é uma Instituição divina,  por isso é uma decisão muito importante escolher seu cônjuge para formar uma família, como referência.

Temos por base Adão e Eva e toda formação na criação do mundo, porém com as mudanças que ocorreram com o passar do tempo, não vemos mais a “família tradicional”, pelo contrário vemos muitos casos de divórcio, muitos suicídios de chefes do lar, como também crianças e adolescentes, jovens perdidos em drogas, vivendo uma vida deplorável, em bebidas e sexo.

O ser humano não foi criado por Deus na intenção de para viver sozinho, pois como referido na Bíblia em Gênesis 2:24 “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”.

Deixar pai e mãe refere-se à cerimônia de casamento, ou seja, compromisso público; unir-se sugere afeição terna e compromisso de fidelidade num relacionamento permanente de amor crescente; tornando-se uma só carne em união física sendo a mais profunda e exclusiva intimidade.

O  casamento saudável, torna-se, portanto, uma família saudável, por ser considerado um milagre triplo:

  • Um milagre biológico, onde duas pessoas se tornam realmente uma só carne;
  • Um milagre social, as famílias de ambos se unem;
  • Milagre espiritual, pois o relacionamento retrata a união de Cristo e sua noiva, a Igreja (Efésios 5:23-27).

Ambos possuem papéis distintos dentro do casamento, mesmo não deixando de ser uma só carne. A partir desse pressuposto vemos que o crescimento de uma família saudável tende a ser não somente no que vemos ou vivemos, mas na vida como um todo, vida espiritual, emocional, saúde física e etc.

Perfeitamente iguais perante Deus, homem e mulher gozam da mesma graça irrestrita e pródiga, são chamados à mesma obediência e capazes de receber os mesmos dons e as mesmas bênçãos espirituais.

Entretanto, a mulher não é um homem, nem um homem é uma mulher, são iguais em valor e como pessoas, como criação de Deus, mas permanecem funcionalmente diferentes quanto à designação da função que cada um deve cumprir, caminhando na mesma direção que sempre será Jesus e contribuindo para o crescimento de um lar puro, saudável e feliz.

Texto publicado originalmente no portal AmoFamilia.com.br

Josué Gonçalves é terapeuta familiar através de seminários, encontros e congressos realizados anualmente. Autor dos livros “12 Verdades que Todo Filho gostaria que os Pais Soubessem” e “Pastor: Sua Família e Seus Desafios”.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

 

veja também