Deus ouve orações

Nós nos esquecemos que Deus ouve nossas orações porque muitas vezes a resposta não é como gostaríamos.

Fonte: Guiame, Mariana MendesAtualizado: quinta-feira, 17 de junho de 2021 16:09
(Foto: Canva)
(Foto: Canva)

Sabemos disso. Ouvimos isso. Nossos pais talvez tenham nos ensinado. Ouvimos na igreja, lemos em posts, em livros. Porém, parece que constantemente nos esquecemos disso. Por que será que isso acontece? Longe de mim ter respostas para sentimentos de cada um. Mas tenho uma teoria que se encaixa a mim, e quem sabe você vai se reconhecer por aqui.

Nós nos esquecemos que Deus ouve nossas orações porque muitas vezes a resposta não é como gostaríamos e nem no tempo que esperávamos. Minha fraqueza me faz cair nesse erro diversas vezes. Também já ouvimos falar das respostas de Deus. Há vezes em que recebemos um sonoro sim, e nessas ocasiões percebemos com clareza que Deus ouve sim nossas orações e ficamos completamente felizes pelo amor e cuidado do Criador para conosco.

No entanto, há vezes em que a resposta é um não, e é aí que começa o problema, acreditamos que precisamos ou merecemos isso ou aquilo, mas o Pai, o Soberano Deus, sabe muito mais do que nós. Ele sabe o que faz, quando dizemos “Seja feita Tua vontade”, acredito que estejamos sendo sinceros, realmente confiamos que a vontade do Pai é o melhor para nós. Contudo, quando o não chega, somos tomados por uma amnésia súbita e começamos a pensar que Deus não está ouvindo nossas orações.

Outras vezes ainda recebemos o tal do espere. Como bem sabemos, o tempo de Deus é totalmente diferente do nosso, Ele tem a eternidade a sua disposição. 20 anos talvez seja muito tempo para nós, mas para Deus é um piscar de olhos. Quanto tempo teremos que esperar? Quanto tempo até recebermos o que temos pedido, nosso clamor? Não sei, o Dono do Tempo é quem sabe! O problema é que no meio dessa espera de dias, meses e anos, começamos a imaginar se Deus não deixou de nos ouvir.

Mas como saber quando é ‘Sim’, quando é ‘Não’ e quando é ‘Espere’? O grande segredo está no relacionamento, ler a Palavra e continuar orando. Ah, por que é então que você terá respostas? Não, mas porque através do intenso e crescente relacionamento do Pai aprendemos a confiar, lembramos que Ele ouve sim cada oração, mas sabemos que Ele trabalha para o nosso bem e não para nos fazer mal, aprendemos a descansar em Seus braços, fazemos a nossa parte, mas temos a certeza de que Ele tem o controle e é Ele quem está direcionando nosso barquinho.

Uma última coisa que gostaria de lembrar a mim e a você. Deus não é um gênio da lâmpada. Ele não realiza desejos ao bel prazer de humanos. Se Deus corresse atrás de fazer nossas vontades, talvez nós é que fôssemos os deuses, não? Mas ele é o único Deus, o único digno de adoração, cabe a nós correr atrás de fazer a Sua perfeita, boa e agradável vontade e continuar confiando que Ele nos ama incondicionalmente e cuida de cada detalhe de nossas vidas.

Por Mariana Mendes, escritora e estudante de Letras. Trabalha com mídias sociais e fundou o canal EntreLinhas. Filha do Pai e filha de pastor. É apaixonada por ver a rotina com novos olhares.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Nada além do Sangue

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições