MENU

Surf, Sexo, Drogas e Rock and Roll.

Surf, Sexo, Drogas e Rock and Roll.

Atualizado: Segunda-feira, 21 Março de 2011 as 1:50

Hoje é domingo, são exatamente quatro horas da manhã, estou em casa e o sono se foi após alguns minutos tentando relaxar. Junto com a insônia me veio mais uma reflexão acerca da incansável busca por prazer do ser humano. Busca essa que faz com que muitos passem a noite inteira em claro, na caça. Na busca por aquilo que ainda não experimentaram, de algo novo que possa trazer prazer, mesmo depois de um sábado inteiro dentro d’água pegando altas ondas. O surf não foi o suficiente!

Pensando rapidamente no Surf como fonte de prazer, nos alegramos e nos sentimos abençoados por fazer parte dessa tribo mundial. Mas sejamos bem sinceros, nunca vamos pegar a onda, o tubo ou experimentar uma sensação através do surf que nos supra de maneira plena. De maneira que possamos abrir mão das próximas surf trips pelo resto de nossas vidas. Não existe! Sempre haverá a onda, o tubo, a viagem, a próxima experiência cheia de potencial para ser a melhor de todas.

Nós surfistas geralmente comparamos a sensação boa de surfar aos outros grandes prazeres desse mundo. Por falar em grande prazer, não poderíamos deixar de falar do sexo. Deus criou o sexo e nos deu de presente como uma das mais maravilhosas formas de encontrar satisfação e realização na vida a dois. Algo tão forte, envolvente e espiritual que traz ao casal o sentimento da conexão mais intensa existente, momento tão singular que o poder de gerar outra vida nos é compartilhado por Deus através dele.

Como somos movidos pela saudável busca por prazer nessa vida colorida! Contudo, por inúmeras vezes não nos damos por satisfeitos e misturamos mais as tintas que nos foram dadas pelo criador de todos os tons. Como um artista livre para escolher o que fazer diante da tela branca, lançamos de maneira ansiosa todas as tintas de uma só vez em busca da cores e formas perfeitas. As drogas se apresentam como lentes através das quais vamos entender melhor e até sentir mais prazer no tom indefinido e confuso que acabamos de criar. Para alguns Surfar “de cara”, ou seja, totalmente lúcido, se torna algo inquietante e aquilo que prometia liberdade se torna o escravizador.  Para estes, a natureza, a obra de arte que está ao nosso redor deixa de ser o suficiente para os deixar extasiados, falta algo mais para “viajar”.

Fico pensando que para toda viagem encontramos uma trilha musical. Sou louco por música e procuro conciliar este grande prazer a outros. Maior viagem ainda é pensar que quando Deus criou as melodias, desde as mais simples até as mais complexas, ele contemplou a trilha sonora de nossas vidas e surf sessions. God is Great! Nunca vou me cansar de falar isso! Qual tem sido a trilha sonora de sua vida? O rock nos transmite energia, nos instiga a surfar, fico mais acelerado ao escutar Rock n’Roll, relaxo ao som do reggae, etc.

Galera, tudo que Deus fez é bom! Todo aquele que encontra a verdadeira alegria e satisfação em Deus e naquilo que ele criou é feliz, mesmo em dias difíceis. O surf, o sexo, a música e até mesmo as drogas (no sentido medicinal e não como instrumento de fuga), tudo é parte obra de arte e obra de restauração do Senhor em nossas vidas.

Tudo nesta vida seja: Surf, sexo, drogas ou música, Tudo que foi corrompido pelo homem um dia será resgatado e purificado novamente. Não quero finalizar essa reflexão com minhas palavras, e sim vos deixando a Palavra do artista maior.

Meditem nesse texto:

“Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.” Romanos 8:18-23

Que tudo seja puro como Deus criou! Pura Vida galera!

Marquito Santos   é formado em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, membro da Missão Surfistas de Cristo no Brasil, da Missão Internacional de Surfistas de Cristo, pastor e professor dos jovens da Igreja Presbiteriana de Fortaleza, além de escrever para o site EmFocoSurf.com.br  

veja também