MENU

Enigmas do consumo

Enigmas do consumo

Atualizado: Terça-feira, 18 Outubro de 2011 as 10:23

Como se as­segurar de que todas as mensagens estejam no local apropriado. Como criar cartazes que as pessoas leiam? Como criar mostruários que atendam a todos esses clientes e como assegurar que cada perfil de clientes percorra e deseje percorrer toda a loja?

O perfil do público de uma livraria de um shopping, por exemplo, muda a cada período. Pela manhã, a maioria dos clientes é idosa e mães com carrinhos de bebê. À tarde, adolescentes saindo da escola, de modo que deveria haver livros sobre esportes, música pop e outros assuntos de interesse dessa faixa. Após as seis, o pessoal que sai dos escritórios, com o perfil de livros mais para negócios. Mudar o display a cada período fica difícil, mas que tal grandes displays cilíndricos e giratórios dependendo da hora do dia e dos livros a serem mostrados.

Uma loja tem vários públicos diferentes e deve, portanto, desempenhar diversas funções, todas no mesmo local. Às vezes, essas funções co-existem em perfeita harmonia, mas em alguns casos não.

Uma revenda da Harley deve acomodar homens abastados, que buscam recuperar sua juventude comprando motos, aficionados da classe operária em busca de peças sobressalentes e adolescentes sonhadores interessados em artigos da moda com o logo da Harley. Perceba que, os três grupos não têm nada haver um com o outro, e esse é o grande desafio do varejo: encontrar uma maneira de acomodar o maior número possível de clientes e suas necessidades.

Prof. Menegatti é conferencista em Vendas, Motivação e Liderança. Entre seus produtos estão o livro ''Desperte seu Potencial Emocional'', o CD Motivacional ''Marcado para Vencer'' e o DVD ''Campeão de Vendas''.

www.menegatti.srv.br - [email protected]

veja também