MENU

Arquitetas que Deus usa

Arquitetas que Deus usa

Atualizado: Segunda-feira, 30 Novembro de 2009 as 12

"Toda mulher sábia edifica sua casa; mas a tola a derruba com suas mãos" (Pv 14: 1) 

As coisas espirituais são criadas pelas palavras. Até mesmo as naturais e físicas são criadas por meio delas. Deus disse: "Haja luz. E ouve luz" (Gn 1: 3). Jesus disse: "...tudo o que disser será feito" (Mc 11: 23). 

Se, por exemplo, você entrar num local onde se fritou peixes, notará que o cheiro de peixe ainda continuará no ambiente. Se entrarmos num lugar onde palavras duras foram ditas, notará, igualmente, que elas permanecem  na atmosfera.     

As Escrituras revelam o assombroso poder das nossas palavras. O texto de Pv 18: 21 diz: "A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto".     

Nos versículos 4 e 7 deste mesmo capítulo o poder de nossas palavras é revelado:    

"Águas profundas são as palavras da boca do homem, e ribeiro transbordante é a fonte da sabedoria" (v 4).  

"A boca do tolo é sua destruição, e os seus lábios, um laço para sua alma" (V 7).

Quando olhamos esses versículos, vemos o tremendo poder das palavras, as quais podem ferir e machucar, ou ser fonte de vida; edificar ou destruir.  

Em Mateus 12: 37, lemos: "Porque por tuas palavras serás justificado e por tuas palavras serás condenado" . O próprio Senhor Jesus fez essa declaração. As palavras são mais importantes do que muitos se dão conta.

Você se lembra de Jó e aqueles supostos "amigos" que foram consolá-lo? A queixa de Jó contra eles era de que ao invés de consolá-lo eles acabaram por atormentá-lo: 

"Até quando afligireis a minha alma, e me quebrantareis com palavras?" (Jó 19: 2)       

As palavras podem edificar-nos ou arruinar-nos. Elas podem curar ou nos deixar doentes; destruir ou deixar-nos cheios de vida. Palavra dita em harmonia com o que a Palavra de Deus diz, tem o poder de mudar o ambiente ao nosso redor!    

"A lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva" (Is 8: 20).   

As mulheres são conhecidas como sendo pessoas que mais se comunicam, quanto feita comparação entre os sexos. Algumas são tidas como tagarelas. Temos mais facilidade de nos expressarmos com as palavras do que os homens; mas essa característica foi acrescentada por Deus quando nos criou, pois ele daria a incumbência de edificar lares e vidas à mulher.

Quando o Espírito Santo inspirou o escritor de Provérbios a escrever "que toda a mulher sábia edifica sua casa" , Ele estava incumbindo a quem  mais faz uso da palavra  para edificá-lo com uma língua saudável.  Esse privilégio não foi dado aos homens, apesar de ter sido dado a eles outras responsabilidades.     

As palavras que proferimos ontem dão vida ao que acontece hoje.     

Em Pv 6: 2 lemos: "Enredaste-te com as palavras da tua boca; prendeste-te com as palavras da tua boca".     

Com a sua boca, você entregará o domínio sobre a sua vida a Deus ou a Satanás.  

Quando nascemos de novo, confessamos o senhorio de Jesus Cristo, Jesus começou, então, a reinar sobre nós e reinar em nossa vida.   

Em Rm 10: 9 e 10 lemos: "A saber, se com tua boca confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos serás salvo. Visto que com coração se crê para a justiça e com a boca se faz confissão para a salvação".  

No entanto, se confessarmos que o diabo tem capacidade de nos atrapalhar, de impedir o nosso sucesso, estaremos entregando a ele o domínio sobre nós.   

Em minha caminhada com Cristo tive algumas oportunidades de comprovar a fidelidade da Palavra de Deus, no que diz respeito a declarar Suas palavras com fé, na autoridade do Nome de Jesus. A partir de então, passei a experimentar uma nova fase em minha vida, onde tenho a oportunidade de ser abençoada e também abençoar a outros.        

Certa vez, minha filha feriu o dedo na porta do banheiro, quando inadvertidamente pôs a mão quando alguém tentava fechá-la. A porta fechou-se esmagando seu dedinho de criança de seis anos (hoje ela tem dezenove). No exato momento, eu estava orando em meu quarto, quando saí correndo para socorrê-la. Com uma ousadia (que hoje sei que dada por Deus), tomei sua pequena mão na minha e declarei que todo o sangramento fosse estancado, em Nome de Jesus. Enrolei sua mão numa fralda e a levei ao hospital. Quando o médico retirou a fralda, esta estava totalmente limpa, mas o dedo de minha filha estava gravemente ferido, precisando dar pontos. Todos ficaram pasmos. Só pude exclamar dando Glórias a Deus pelo milagre!   

Anos mais tarde, pude vivenciar algo semelhante. Presenciei um duplo atropelamento, em que mãe e filha ficaram com escoriações graves. Senti Deus permitindo que eu aplicasse a fé de igual modo, como fiz no episódio com minha filha, fazendo estancar a hemorragia, já que o socorro demoraria muito para chegar (como de fato ocorreu). E, diante de uma multidão curiosa, ousei declarar que em Nome de Jesus toda a dor e sangramento parassem, pois está escrito "Pelas feridas de Jesus fomos sarados" (Is 53: 5) . E, para a Glória de Deus, isso ocorreu, apesar das lesões e lacerações na pele de ambas. 

Não precisamos ser especiais para realizarmos a vontade de Deus, abençoando e edificando vidas. Jesus mesmo declarou  em Jo 14: 12 "Aquele que crê em mim também fará as mesmas obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para o meu Pai" . Notemos que aqui o Senhor não diz os ungidos, os pastores ou alguém que ocupe uma posição de destaque no meio cristão. A única condição exigida é crer Nele.  

Quando alinharmos nossas palavras com o que Deus diz, experimentaremos uma mudança radical em nossas vidas e, conseqüentemente, nossos lares e o mundo ao nosso redor também. Todos sairão ganhando.    

Em Sl 103: 20 lemos: "Bendizei ao Senhor, anjos seus, magníficos em poder, que cumpris as suas ordens, obedecendo à voz da sua Palavra".     

Os anjos de Deus estão esperando para ouvir as palavras de Deus serem proferidas por nossas bocas, na atmosfera ao nosso redor. Quando dizemos o que Deus relata em sua Palavra e cremos, os anjos ouvem as palavras para cumpri-las. As coisas são criadas. Tornamo-nos arquitetas que Deus usa. Tudo para engrandecimento do Reino de Deus.

Palavras são sementes que conforme a sua espécie irá produzir: Bom ou mau fruto. Pv 12: 14, diz: "Cada um se farta de bem pelo fruto da sua boca e o que as mãos do homem fizerem isso ele receberá".   

Esposas e maridos precisam se dar conta de que uma palavra dura e ofensiva dita pela manhã estragarão a eficiência um do outro durante o dia inteiro. Precisamos nos dar conta de que o ambiente no lar é produto das palavras.     

Podemos ser mães, esposas, filhas ou irmãs; precisamos fazer a escolha: Sermos mulheres sábias que edificam (arquitetas de vidas) ou mulheres que destroem com as  suas próprias mãos.  

Deus nos deu uma maravilhosa promessa:  

"Com sabedoria se edifica a casa, e com inteligência ela se firma; e pelo conhecimento se encherão as câmaras de todas as substâncias preciosas e deleitáveis" (Pv 24: 3, 4).   

Em Hb 10: 23 lemos: "Retenhamos firme a confissão da nossa esperança, porque fiel é aquele que prometeu" . Confissão, no original grego, significa dizer a mesma coisa; em conformidade com.     

Comecemos a dizer em nossa casa:    

"As bênçãos de Deus habitam em minha casa, e tudo que eu puser as mãos será abençoado" (Dt 28: 8).  

"O meu Deus segundo as suas riquezas suprirá todas as nossas necessidades, em Glória, por Cristo Jesus" (Fl 4: 19). 

"Não temerei, pois é o Senhor quem me guarda" (Sl 121: 5).  

"Não trabalharei em vão, e nem terei filhos para perturbação, pois eles são sementes dos benditos do Senhor" (Is 65: 23).   

"Não temerei más notícias, pois meu coração está firme, confiando no Senhor" (Sl 112:7).     

"Louvado seja Deus, que faz com que a solitária habite em família" (Sl 68: 6).  

Aleluia!    

Vamos fazer a vontade de Deus e sermos instrumentos em Suas mãos; edificando vidas com uma língua saudável. Verdadeiras arquitetas a serviço do Reino de Deus!  

Mônica Valentim

Mônica Valentim é pedagoga, com expecialização em Orientação Educacional e Profissional; pós- graduada em Psicomotricidade. Possui especialização em Modificabilidade Cognitiva PEI- Nível I, Jerusalém, Israel. Bacharelanda em Teologia.    

veja também