MENU

Serpenteando nos palcos religiosos

Serpenteando nos palcos religiosos

Atualizado: Quinta-feira, 16 Setembro de 2010 as 2:15

PÚLPITO ENVENENADO:

Nem sempre a nossa pregação é de boa procedência, mesmo quando as palavras o são.

É possível escolher usar boas palavras e utilizar-se de métodos retóricos aceitáveis visando alcançar objetivos escusos.

"Pois a nossa exortação não procede de engano, nem de impureza, nem se baseia em dolo " (1Ts 2).

O dolo só ocorre quando indivíduos e agremiações religiosas utilizam conteúdo bíblico para proveito próprio. A mensagem passa a ser meio e não o fim.

1.Alguma vez o púlpito foi usado para auto promoção?

2.Algum Show Gospel teve o objetivo de arrecadar dinheiro?

3.Você sabe de um religioso que enriqueceu à frente de uma denominação?

4.O objetivo do culto do empresário é beneficiar a quem?

5.Já viu uma autoridade eclesiástica usar sua posição para ameaçar?

6.Existem pessoas capazes de fazer falsas promessas para aumentar a arrecadação?

7.Será que existem fundações e Ongs usadas para lavagem de dinheiro?

8.Pessoas ofertam com o objetivo de ganhar mais?

9.Já ouviu falar de bandas e pregadores cobrando altos cachês?

Se você tiver coragem de responder a estas perguntas, saberá o que significa exortar com dolo.

Ubirajara Crespo

Ubirajara Crespo   é pastor, escritor, conferencista, editor e diretor da Editora Naós.

Visite o Blog sob Nova Direção -   http://sob-nova-direcao.blogspot.com/

veja também