MENU

Gripe Suína: Bênção ou Maldição?

Gripe Suína: Bênção ou Maldição?

Atualizado: Quinta-feira, 1 Outubro de 2009 as 12

A situação da saúde no Brasil é caótica e me arrisco a dizer que quase não há chance de sobreviver se dependermos apenas do Poder Público. Não obstante isso, também vivemos o problema da falta de saúde espiritual da humanidade. Será que o que temos passado ultimamente no plano físico não é permissão de Deus para acordar os homens para o que Ele quer que aconteça no plano espiritual? Uma doença, uma mutação, sintomas graves e uma grande difusão e muita propaganda através da mídia para fazer com que as reuniões públicas acabem? Uma gripe que provoca grande desconfiança e insegurança em todos os locais onde há uma reunião de pessoas, até dentro de igrejas?

Se Deus quer nos levar a um patamar mais alto de envolvimento uns com os outros a ponto de nos transformarmos em uma família de muitos filhos iguais a Jesus, será que toda essa confusão não é permissão de Deus para que voltemos às pequenas reuniões caseiras? Até as grandes revistas comerciais têm dado ênfase a este fato. Será que Deus não está sinalizando: "já que os homens não fizeram nada, Eu vou fazer"? Deus pode estar permitindo um momento de grande doença das aglomerações para que possamos voltar a ter Sua presença nas pequenas famílias, momentos familiares com Ele. Será que Deus não cansou do modelo moderno e resolveu intervir?

É claro que estamos falando de uma penalização geral, mas como cristão e participante de uma igreja que quer praticar a verdade, fiquei meditando no que a proibição de reuniões públicas produziria no meio evangélico e em como aqueles que vivem do gigantesco mercado das bênçãos teriam seus impérios desmontados em dias ou semanas, pois, sem o poder de reunir para captar dinheiro, facilmente sucumbiriam e entrariam em colapso financeiro. Será que não é exatamente isso que Deus está mostrando e quer fazer acontecer em um curto prazo? Será que Deus não resolveu purificar aquilo que os homens estragaram ao longo da história, Sua igreja, Sua noiva?

Católicos sob Roma, evangélicos Universais, Internacionais, Nacionais e derivados, protestantes Tradicionais e Renovados, pentecostais primitivos ou neo-modernos, espíritas em todos os seus segmentos e todas as outras crenças seriam obrigados a paralisar suas reuniões; como sobreviveriam? Como continuariam a manter toda a estrutura sem dinheiro?

Jesus assentado à mesa rodeado de pessoas ceando com Ele. Essa visão volta constantemente ao meu coração. Gente simples que resolveu mudar de vida porque teve um encontro com Jesus. Precisamos de reuniões como essa, com Jesus presente, pouca pompa, mas muita vida, muita transformação de corações e de caráter.

Pode ser que a gripe vá embora, mas será que teremos nossos olhos abertos para ver o quanto dependemos de aglomerações para proclamar nossa fé? O quanto dependemos do dinheiro, do ambiente, da mania de através da multidão provar algo uns aos outros? Isto não é uma gripe, é um câncer. Corrói a igreja e lhe tira toda a vida. Não cansamos de injetar paliativos nesse modelo para ver se dura mais um tempo, para que possamos nos fartar do que tiramos ou juntamos através dele.

Se Deus resolver permitir que ajuntamentos sejam proibidos através de leis, o que será das grandes igrejas católicas, evangélicas, das grandes redes de práticas sócio-filosóficas, afro ou orientais? Teremos de encontrar Deus em casa e como isto dá medo, pois ninguém sabe ao certo como fazer, pois tem vivido iludido ao longo dos séculos, rodeado e praticando apenas ritualismo e liturgia.

Do Egito o povo de Deus saiu e levou tudo, até um pouco mais, mas da Babilônia o povo de Deus teve de sair sem levar nada. Será que não estamos prestes a sair da escravidão que nos permitia prosperar? Será que não teremos de deixar posses, bens e tudo mais para trás para que sejamos livres em definitivo? Isso já aconteceu uma vez na História e a Bíblia relata com riqueza de detalhes, mas só temos a história do passado e a promessa do futuro: Jesus virá buscar uma noiva pura, sua Igreja.

Se Deus quer uma Noiva pura, sem mancha e sem mácula, é preciso que Ela seja purificada e Deus pode estar alertando em como vai agir para que isto aconteça.

Valdir Ávila S. Junior é pastor, teólogo, músico e produtor musical. Participou com a Ruach Ministries International de viagem missionária à Finlândia com Asaph Borba e Donald Stoll, fundadores do Estúdio Life (RS). Gravou com Adhemar de Campos, Daniel Souza, Gerson Ortega, Gregório McNutt, Nívea Soares, Massao Suguihara, Sostenes Mendes e David Quinlan.

Foi pastor em Botucatu onde dirigiu grupos relacionados ao louvor congregacional, tais como: dança, libras, backing vocals, coral, músicos e técnicos de áudio. Implantou o Estúdio Voima que já produziu e gravou vários outros trabalhos pelo Brasil. Atualmente é Pastor da Igreja Bíblica Evangélica de Piracicaba, cidade onde reside e tem se dedicado ao ministério da palavra.

É integrante do Conselho Editorial da Revista Impacto - Americana.- www.revistaimpacto.com

Site pessoal: www.vidanaverdade.com.br - e.mail:[email protected]

Proprietário da Escola de Educação Infantil e Berçário Cercado de amor, uma escola com princípios cristãos, que cuida de crianças entre zero e cinco ano de idade. www.cercadodeamor.com.br

veja também