MENU

Manipulados por Falsas Palavras

Manipulados por Falsas Palavras

Atualizado: Quarta-feira, 11 Agosto de 2010 as 3:14

Vivemos dias marcados pela total incoerência dos evangélicos em relação à palavra profética. Afirmo isto em função da manipulação exagerada realizada por alguns que dominam outras pessoas utilizando-se da celebre frase: "Assim diz o Senhor!". Tornou-se comum conduzir pessoas e até grandes massas usando do artifício de mexer com o lado sobrenatural de cada uma delas. Já ouvi relatos de pessoas que receberam ordens de largar o marido e se casar com outro, conheci uma pessoa que obedeceu à seguinte palavra: "Deite-se com aquele homem e tenha um filho dele, e não precisa se casar com ele". Como é que alguém pode dizer que uma palavra desta vem de Deus e não do próprio satanás? Mais incrível é acreditar que as pessoas creem quando ouvem estas barbaridades e obedecem em nome de uma religião diluída, sem características, minguada e empobrecida pela intervenção dos homens e por sua falta de testemunho.

A única solução é crescer espiritualmente. Quando uma criança nasce precisa de cuidados. Dentro das igrejas pessoas tem nascido de novo, mas com poucos dias de nova vida já se julgam aptos e amadurecidos para fazer coisas que envergonham o evangelho. Igrejas, pastores, ministérios de renome são responsáveis por criar gente imatura que se julga capaz de falar em nome de Deus, mas não aprendeu falar. Gente que não consegue ficar quieta, não consegue prestar atenção, não consegue aprender, são teimosos, desobedientes e fazem o que querem, perturbam e não conseguem ficar calados. Se ficassem calados, quem sabe, até poderiam aprender a ouvir e falar em nome de Deus.

De quem é a culpa? Penso não haver culpados e sim um tremendo mau costume e ignorância. As pessoas não o fazem por maldade, é uma total ausência de conhecimento e a manifestação completa de sua pobreza espiritual. Os ditos profetas não conseguem se calar, precisam falar, pois assim fazendo, pensam ser espirituais de verdade. Em algumas ocasiões até se calam, mas este tempo é contra eles, a alma lhes acusa, pois pensam estar longe de Deus se não falarem. Foram domesticados por este modelo que julgam ser verdadeiro, mas é mais uma produção humana, ensino humano, domesticação determinada pelo que a maioria faz. Um homem de Deus escreveu assim: Pergunte a um escravo nascido na escravidão sobre o que ele acha certo da vida e este escravo lhe responderá que a escravidão é o certo, pois não conhece a liberdade da vida. Assim tem sido a igreja presa dentro de um modelo que passa de geração em geração e não entra numa liberdade libertadora vinda de Deus.

Quando alguém faz estas coisas ela pensa que toca o sobrenatural e há uma sensação de bem-estar individual, pois acha que é assim que se faz a obra de Deus na terra. Triste engano! Isso não passa de mera manipulação humana, e o pior é que o fazem em nome de Deus. Neste exato momento é que entra a contaminação da alma, pois as pessoas ficam presas em palavras e não conseguem ouvir direto de Deus. Precisam de alguém na terra para lhes dar as palavras e se esquecem que existe alguém no céu que vela por cada um de nós. Imaturidade é a principal característica do povo de evangélico hoje, principalmente no Brasil, pois terceiriza a falsos profetas o que cada um deveria fazer sozinho: buscar de Deus. É mais um vigário imposto aos homens deste século. Dias atrás li uma frase em um e.mail que recebi: Orar não é falar até Deus ouvir, mas é até ouvir Ele falar. Se todos praticássemos isso acertaríamos mais.

Você pode ler o que escrevi e pensar que não creio no batismo do Espírito Santo, mas é exatamente o contrário. O Espírito Santo é a voz de Jesus na terra, é a manifestação total de Jesus, não apenas "artifício de manipulação e condução das massas". Falta discernimento ao povo de Deus, pois o que geralmente se vê são pessoas entusiasmadas ora agindo na carne e ora sujeita ao espírito de engano, sem nenhum testemunho, banalizam a aliança e amizade, não se dão por completo ao testemunho de Jesus e se vendem em troca de uma sensação de bem estar e realização pessoal. Traduzindo: Vou para lá, pois lá eles me deixam falar, lá tem gente que me ouve, já ganhei até uma sala. Mas são cegos dirigindo cegos e o final é decepção.

Não quero rechaçar com rejeição e desprezo, mas pontuar que Deus pode usar pessoas e quer usar pessoas para edificação do corpo de Cristo. Os dons são bem vindos e precisam estar presentes dentro das igrejas, casas, famílias e grupos pequenos. O problema é que as pessoas não dão testemunho em casa, são criadores de contenda, não dão testemunho aos filhos, parentes e irmãos, falam muito e andam de porta em porta quando deveriam ser pessoas onde o testemunho de Jesus habita, deveriam ter e viver a aliança, ter compromisso com a santidade. Será que Deus não quer depositar seus dons em pessoas integras e retas?

Em Atos 8 há o relato de Simão o mágico que quis comprar o batismo do Espírito Santo. Um homem que arrebanhava seus amigos, familiares e até outras pessoas, mas o que usava era mágica humana. Este homem deu de encontro com a palavra do apóstolo Pedro que não foi nada manso com ele, mas que certamente alertou a muitos sobre o coração enganoso de Simão. Hoje pedimos a Deus que envie os dons, para exortar, confortar e dirigir, mas sempre embasados na bíblia. Meu pastor sempre me ensinou com uma ilustração o que é o mover de Deus: É como o trem bala: este é o Espírito Santo, forte, bonito, rápido, faz vencer distâncias em pouco tempo, mas não anda fora dos trilhos. Trilhos é a palavra, a bíblia, que não nos deixa desviar nem para a direita e nem para esquerda, mas nos faz ir pelo caminho traçado por Deus. Que nossos olhos e ouvidos estejam atentos. Aviva tua obra, ó Senhor!

Valdir Ávila S. Junior   é pastor, teólogo, músico e produtor musical. Participou com a Ruach Ministries International de viagem missionária à Finlândia com Asaph Borba e Donald Stoll, fundadores do Estúdio Life (RS). Gravou com Adhemar de Campos, Daniel Souza, Gerson Ortega, Gregório McNutt, Nívea Soares, Massao Suguihara, Sostenes Mendes e David Quinlan.

Site pessoal:   www.vidanaverdade.com.br   - e.mail: [email protected]

Proprietário da Escola de Educação Infantil e Berçário Cercado de amor, uma escola com princípios cristãos, que cuida de crianças entre zero e cinco ano de idade.   www.cercadodeamor.com.br   . Foi pastor em Botucatu onde dirigiu grupos relacionados ao louvor congregacional, tais como: dança, libras, backing vocals, coral, músicos e técnicos de áudio. Implantou o Estúdio Voima que já produziu e gravou vários outros trabalhos pelo Brasil. Atualmente é Pastor da Igreja Bíblica Evangélica de Piracicaba, cidade onde reside e tem se dedicado ao ministério da palavra.É integrante do Conselho Editorial da Revista Impacto - Americana.- www.revistaimpacto.com .

veja também