MENU

Oração: Um desafio de fé

Oração: Um desafio de fé

Atualizado: Segunda-feira, 9 Maio de 2011 as 1:56

Para Cristão não existe má notícia, o que existe é: “Um novo desafio à fé”

Se os estudos sobre oração não nos despertaram à nada há algo errado. Satanás não se importa em saber quantas pessoas lêem acerca do assunto, o que ele se importa mesmo é em impedi-las de orar. A menos que a igreja “goste” do mecanismo eclesiástico atual, a oração deverá ser sua principal ocupação. Uma vida devocional profunda de um grupo de oração pode reunir grande poder de Deus.

Encontrar tempo para oração é uma questão de prioridade. Todos possuem compromisso com uma ocupação que produza ganho, com a oração é semelhante. A administração consciente e eficiente do tempo, possibilitará uma vida de devoção diária e oração compensadora. Pense: 168 horas semanais, menos 40 para trabalho sobram 128, menos 56 para dormir sobram 72, menos 21 para refeições sobram 51 horas.

Se tirarmos Uma hora por dia para oração e leitura bíblica ainda nos sobrará 44 horas para outras atividades. Este programa hipotético não serve para lavradores e donas-de-casa, mas é uma tentativa de incentivo, pois a administração disciplinada do tempo e a definição de prioridades pode possibilitar uma vida devocional mínima.

Um programa de oração deve ser um dos principais motivos da igreja, seja individual ou coletivo. Toda igreja deveria organizar uma biblioteca de Oração para saber mais sobre o assunto. A Leitura de Livros podem nos ajudar a crescer na vida de oração, pois mostram exemplos do que aconteceu na vida de homens de Deus. Um culto de oração no meio de semana é apenas um começo e deveria ser suplementado com reuniões caseiras com tempo conscientemente determinado à oração. Esses grupos podem funcionar em qualquer horário e é melhor começar um PEQUENO programa do que mergulhar num programa intenso demais e ficar patinando.

Seria viável manter uma corrente contínua de oração 24 horas por dia, porém cada igreja deve procurar seu plano, situação e circunstância ideais, pois somente aquilo que for realizado pela oração e fé será autêntico e válido. Para o Cristão não existe má notícia, o que existe é: “Um novo desafio à fé”

Minha avó sempre dizia a seguinte frase: Muita oração, muito poder, pouca oração, pouco poder. Oração está onde existe Ação, então mobilizemo-nos para a Oração.

Valdir Ávila S. Junior   é pastor, teólogo, músico e produtor musical. Participou com a Ruach Ministries International de viagem missionária à Finlândia com Asaph Borba e Donald Stoll, fundadores do Estúdio Life (RS). Gravou com Adhemar de Campos, Daniel Souza, Gerson Ortega, Gregório McNutt, Nívea Soares, Massao Suguihara, Sostenes Mendes e David Quinlan.

Proprietário da Escola de Educação Infantil e Berçário Cercado de amor, uma escola com princípios cristãos, que cuida de crianças entre zero e cinco ano de idade.   www.cercadodeamor.com.br   . Foi pastor em Botucatu onde dirigiu grupos relacionados ao louvor congregacional, tais como: dança, libras, backing vocals, coral, músicos e técnicos de áudio. Implantou o Estúdio Voima que já produziu e gravou vários outros trabalhos pelo Brasil. Atualmente é Pastor da Igreja Bíblica Evangélica de Piracicaba, cidade onde reside e tem se dedicado ao ministério da palavra.É integrante do Conselho Editorial da Revista Impacto - Americana.   www.revistaimpacto.com   .

Site pessoal:   www.vidanaverdade.com.br   - e.mail: prva[email protected]

veja também