Casal Hernandes participa amanhã de culto em Florianópolis

Casal Hernandes participa amanhã de culto em Florianópolis

Atualizado: Quinta-feira, 25 Fevereiro de 2010 as 12

Conhecida por ter entre os seus fieis celebridades como o jogador Kaká, a igreja evangélica Renascer em Cristo pretende reunir mais de 2 mil pessoas amanhã à noite em Florianópolis em um culto especial. O motivo é a presença do casal fundador da igreja, Estevam e Sônia Hernandes, de São Paulo.

Será a primeira aparição pública deles em Santa Catarina após o retorno dos Estados Unidos, onde cumpriram 140 dias de prisão por entrar no país com US$ 56,4 mil não declarados. A detenção foi em 2007. Na época, o casal alegou que havia equívoco na declaração de valores, mas depois declarou-se culpado e demonstrou arrependimento. Eles voltaram ao Brasil em 2009, após a liberdade condicional.

A passagem na Capital será rápida. O apóstolo Estevam e a bispa Sônia chegam amanhã e deixam o Estado no sábado. A programação inclui a celebração Noite de Milagres, com duração estimada de três horas, sessão de autógrafos de livros de Estevam e encontro com integrantes da cúpula da Renascer.

O culto será na Avenida Mauro Ramos, no Centro, na sede da igreja no Sul do país. O templo está sendo preparado para o culto.

O pastor Ulisses Olegário, que trabalha em Florianópolis, disse que a última vez que o casal Hernandes esteve em Florianópolis foi há quatro anos. De lá para cá, a Renascer ganhou evidência no país. Um dos motivos é o crescente número de seguidores, principalmente jovens.

Na Capital, a igreja é reconhecida por atrair anualmente mais de 50 mil pessoas à Marcha para Jesus, evento religioso que percorre ruas da área central da cidade. Também atua com projetos sociais. Uma das comunidades beneficiadas é a do Morro da Mariquinha, no Centro.

As doações milionárias do jogador Kaká deram ainda mais evidência à igreja. A prisão do casal nos Estados Unidos, também.

No Brasil, o casal foi acusado pelo Ministério Público de São Paulo por crimes como lavagem de dinheiro e estelionato ao movimentar dinheiro de fieis em empresas. Os Hernandes negam os crimes. Um outro fato que fez a Renascer ser notícia foi o desabamento do teto da sede em São Paulo, no ano passado.

O pastor Ulisses Olegário diz que o casal Hernandes é comprometido com "o trabalho ministerial na igreja".

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também