Ex-integrante do grupo Racionais MCs testemunha sua conversão

Ex-integrante do grupo Racionais MCs testemunha sua conversão

Atualizado: Sexta-feira, 4 Novembro de 2011 as 8:51

 A Igreja Evangélica Assembléia de Deus Paulistana promove em Catanduva no final de semana um evento com a presença do ex-músico de Rap Guina, ex-integrante do grupo Racionais MC’s.

O palestrante estará dando deu testemunho na sexta (dia 4), no sábado (5) e no domingo (6), na quadra coberta do bairro Bom Pastor, com início às 19 horas. A entrada é franca.

O evento está sendo organizado pela Missionária Zilda Sanches dos Santos. “É a primeira vez que Guina vem a Catanduva. Ele é um servo de Deus, que tem um testemunho impactante. Vale a pena acompanhar sua história, que nos faz refletir no poder de Deus”, falou ela à reportagem de O Regional.

Sidney Lourenço de Araújo, o Guina, foi conhecido no mundo do crime como um dos traficantes mais temidos, tendo praticado os homicídios mais bárbaros. No mundo musical, Guina tornou-se um dos maiores compositores de Rap, e expressava em suas letras as amarguras da vida criminal.

Segundo os sites evangélicos, tão cedo Guina já conheceu os dois lados da vida: o sucesso, dinheiro e fama como integrante do conjunto de Rap "Racionais MCS´s".

Cercado por traficantes rivais junto a um rio que corta uma favela, diz a lenda urbana que ele havia sido torturado quando o líder da gangue deu a sentença de que seria executado e o corpo seria jogado no rio, o que não ocorreu.

Também é misteriosa a história de que Guina foi condenado a 270 anos de prisão (Carandiru), de onde fugiu no famoso massacre dos 111 mortos.

Em 1996, boatos surgiram que Guina teria sido atingido por traficantes da zona leste de São Paulo, em São Mateus, levando 32 tiros. Diz a lenda urbana que os médicos atestaram morte, sendo seu corpo levado para IML, porém, mais uma vez, ele sobreviveu e até hoje faz palestra sobre suas aventuras.

Hoje, aos 41 anos, Sidney trabalha como autônomo de vendas e possui ainda um forte registro de sua vida passada: ele tem em seu corpo 13 projéteis que restaram dos 32 tiros que levou na zona leste. Durante dois anos e seis meses de tratamentos a que teve que teve que fazer, passou por 19 cirurgias plásticas. Foi quando se aprofundou no conhecimento da Bíblia.     Com informações do O regional

veja também