Flordelis participa do 1º Encontro de Mulheres Cristãs do Alto Tietê 40SP41

Flordelis participa do 1º Encontro de Mulheres Cristãs do Alto Tietê 40SP41

Atualizado: Domingo, 7 Fevereiro de 2010 as 12

A revista Exibir Gospel promove no próximo dia 6 de março o 1º Encontro de Mulheres Cristãs do Alto Tietê, em homenagem ao Mês da Mulher. Com o apoio do Conselho de Pastores e Obreiros de Mogi das Cruzes (Copomc) e da TV Mogi News, o evento será regado a um chá da tarde, das 15 às 18 horas, e terá como convidada especial a missionária Flordelis, que inspirou um filme baseado em sua vida marcada pela vocação de ser mãe. Moradora da favela do Jacarezinho, no Rio, ela adotou 37 crianças e as criou junto de seus quatro filhos biológicos.

Outras participações especiais também marcarão presença no evento. O encontro ocorrerá na Igreja Bíblica Brasileira, localizada na rua Francisco Martins Feitosa, 535, na Vila Lavínia, em Mogi das Cruzes.

"Nossa proposta é prestigiar as lideranças evangélicas femininas. Vamos prestar uma homenagem às mulheres que estão à frente de trabalhos sociais e de evangelização, levando, a partir da Palavra de Deus, uma nova esperança e perspectivas de vida para tantas pessoas", destaca a diretora da revista, Sentileusa de Moraes.

As reservas dos convites podem ser feitas na redação da revista Exibir Gospel, na rua Delphino Alves Gregório, 365, Mogilar, ou pelos telefones 2312-0523 e 9370-9318.

Flordelis

Não bastasse a dificuldade em se educar 41 filhos, Flordelis enfrentou outras adversidades em sua jornada, retratadas no filme e narradas por ela mesma. Sem a documentação exigida pela Justiça para regularizar a situação das crianças, ela passou a ser perseguida e chegou a ter de deixar sua casa, em fuga, com os filhos, para não ser presa como sequestradora.

A história inspirou o filme "Flordelis - Basta uma palavra para mudar", que contou com o apoio de um elenco de peso: Reynaldo Gianecchini, Cauã Reymond, Alinne Moraes, Pedro Neschling, Erik Marmo, Letícia Sabatella, Fernanda Lima e Ana Furtado, entre outros.

Nenhum dos atores recebeu cachê para fazer o longa, e o projeto foi criado com a intenção de que o lucro da bilheteria seja investido no que atualmente é o maior sonho da vida de Flordelis: sua casa própria. "Embora pareça loucura adotar esse monte de crianças, eu não fui atrás delas na rua. Eles vieram até mim, um a um, como presentes de Deus. E um presente como esse a gente não pode recusar", afirma.

veja também