Livro de Jaime Kemp fala sobre relacionamento familiar. Leia um trecho e concorra!

Livro de Jaime Kemp fala sobre relacionamento familiar. Leia um trecho e concorra!

Atualizado: Segunda-feira, 1 Fevereiro de 2010 as 12

Em doze capítulos, que incluem exercícios, "A menina dos olhos de Deus", de Jaime Kemp, tem o propósito de ajudar as pessoas que desejam ter uma família de acordo com a vontade, o padrão e o plano de Deus.

O trabalho também é indicado a pastores e líderes; pequenos grupos; classes de escola dominical; e encontros de casais.

Jaime Kemp é doutor em ministério familiar e diretor do Lar Cristão. Foi missionário da Sepal por 31 anos e fundador dos Vencedores Por Cristo. É palestrante e autor de 50 títulos.

De 1º a 28 de fevereiro, o portal Guia-me, em parceria com a Editora Fôlego, sorteia "A menina dos olhos de Deus". Para concorrer, preencha com o seu nome e indique os e-mail de 06 (seis) amigos.

Você pode participar quantas vezes quiser, basta sempre preencher com e-mails de novos amigos.

O nome do vencedor (a) será divulgado aqui no dia 01/03/2010.

Indicações abaixo de 06 pessoas não estarão concorrendo.

Para conhecer outros títulos da Editora Fôlego, clique aqui

Leia um trecho:

Os quatro pilares de um lar harmonioso

"Por isso deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne. Ora, um e outro, o homem e a sua mulher, estavam nus, e não se envergonhavam"  (Gênesis 2.24-25).

Pare um pouco e reflita bem sobre estas palavras, porque nelas nós encontramos, resumidamente, as bases bíblicas para o casamento. Neste trecho nós temos quatro pilares que são o alicerce de um casamento feliz. Cada um desses pilares é absolutamente imprescindível para que haja harmonia e felicidade no lar.

O Primeiro Pilar

"Por isso deixa o homem pai e mãe..." - Para que o novo relacionamento floresça e evolua há necessidade de um "deixar" emocional por parte dos recém-casados. É fundamental que tanto o homem como a mulher cortem o cordão umbilical, rompam os laços da sua dependência emocional de seus pais, principalmente em relação a três aspectos:

1. físico, geográfico;

2. financeiro;

3. emocional.

    Esse deixar é tão importante que Deus o menciona antes mesmo de falar sobre a união matrimonial. Isto não quer dizer que os recém-casados devem abandonar ou deixar de respeitar e honrar seus pais, mas significa que eles precisam dar um novo enfoque à vida, concentrando-se em procurar suprir as necessidades do cônjuge.

Em sua opinião, o que Deus quis transmitir com a exortação "deixar pai e mãe"?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Você acha que isso quer dizer que os casais devem abandonar seus pais?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Como os pais podem ajudar seus filhos para que eles obedeçam esse princípio?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Como os pais podem prejudicar esse processo?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

O Segundo Pilar

"... e se une à sua mulher" - A palavra unir significa cimentar e indica a natureza permanente do casamento. Através do casamento, as duas pessoas ficam coladas uma à outra; por isso, qualquer separação é muito dolorosa. No plano original de Deus, o casamento foi projetado para ser uma instituição permanente: "até que a morte os separe". Não até que os desentendimentos com a sogra os separe, ou o adultério, a profissão, a crise financeira, n em mesmo a discórdia, mas "até que a morte os separe"!

Infelizmente, nos dias de hoje o conceito de laços permanentes no casamento vem sendo insidiosamente corrompido. Mas não era esse o plano inicial de Deus. Os laços matrimoniais não são como laços de fitas que adornam  bonitos presentes, mas são laços de aço, forjados pelo calor das crises e tribulações da vida e da confirmação constante dos compromissos e votos do casamento.  A união (se une) proposta por Deus é um processo crescente. É por intermédio da variedade de circunstâncias e situações da vida conjugal que o casal tem a oportunidade de constatar esta realidade em seus mínimos detalhes.

Pensando no uso do verbo "unir" no versículo 24, permita-me relembrá-lo(a) que seu significado é "cimentar". Se você tentar separar duas folhas de papel que estão coladas uma à outra, as duas rasgarão. Diante desta ilustração, em sua opinião por que os laços do casamento são tão sérios?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Em seu diálogo com os fariseus, relatado em Mateus 19.3-9, Jesus abordou as questões do casamento e do divórcio. No versículo 5, Ele citou Gênesis 2.24. Note o versículo 6 no texto de Mateus. Qual era o posicionamento de Jesus sobre a vida conjugal?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Ao decidir "unir-se" a alguém "até que a morte os separe", na cerimônia de casamento a pessoa faz um voto declarando seu propósito a Deus e aos presentes. Como esse compromisso deve influenciar as suas futuras atitudes, decisões diárias e, especialmente, se alguém mais atraente que seu cônjuge surgir em seu caminho?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

O Terceiro Pilar

"tornando-se os dois uma só carne" - Como já foi mencionado, aos olhos de Deus a união de duas pessoas pelo casamento é indissolúvel. Mas o casamento também significa unidade no sentido mais completo da palavra ou seja, uma unidade espiritual, mental, emocional e física. É um processo que se desenrola durante toda a vida do casal. Unidade não quer dizer conformidade ou uniformidade, porque o casamento une duas pessoas com criação, sentimentos, interesses, hábitos, dons e habilidades difer entes. Essa unidade não pode acontecer da noite para o dia, por isso digo que ela leva uma vida toda para se desenvolver. "Tornar-se uma só carne" faz referência à experiência sexual. As pessoas casam no cartório para cumprir a lei. Casam-se na igreja, perante os parentes e amigos, para invocar as bênçãos de Deus e testemunhar publicamente os votos feitos mutuamente. Casam-se no leito conjugal através do ato sexual. É quando ocorre a consumação do casamento. Esta experiência é reservada apenas às duas pessoas que "deixaram" e "uniram-se". Qualquer  outra tentativa de intimidade física  será sempre um erro com conseqüências imprevisíveis e invariavelmente desastrosas. A Bíblia define claramente o homem que comete adultério. Vejamos as palavras do grande sábio em Provérbios 6.32: "O que adultera com uma mulher está fora de si, só mesmo quem quer arruinar-se é que pratica tal coisa".

Embora o relacionamento "uma só carne" seja basicamente físico, as implicações espirituais, mentais e emocionais são muitas. A Bíblia descreve esse ato em Gênesis 4.1: "E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu...". A palavra "conheceu" foi escolhida pelo Espírito Santo para descrever a santa união entre um homem e sua mulher. O "conhecer" no ato sexual não é somente físico, mas também emocional, mental e espiritual. Sim, podemos dizer que esse ato é espiritual.

A frase "tornando-se os dois uma só carne" indica um processo que se desenvolve ao longo da vida do casal ou é um fato instantâneo?

______________  Processo                                  _______________ Instantâneo

Explique sua resposta _____________________________________________

________________________________________________________________   

Quais são as vantagens de se encarar o casamento como  um processo crescente de conhecimento mútuo ou, por outro lado, em considerá-lo um processo instantâneo?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

O Quarto Pilar

"Ora, um e outro, o homem e sua mulher estavam nus e não se envergonhavam" - Somente depois que o homem e a mulher deixam seus pais e assumem o compromisso de se unirem tornando-se uma só carne, acontece a intimidade, que é o quarto pilar do casamento. Na lista de prioridades de Deus, a intimidade está em último lugar, porque antes dela o casal deve "deixar", "unir-se" e tornar-se". Esta ordem é importante e não pode ser quebrada. A nudez de Adão e Eva  não era simbólica, mas real. E ambos não se sentiam envergonhados ou embaraçados por isso. Não havia segredo entre eles, nada estava escondido; não sentiam medo ou acanhamento. Não havia reservas, mas uma total liberdade física e emocional. É interessante ressaltar que a intimidade de Adão e Eva foi o resultado de um relacionamento sem pecado. Até então havia uma profunda intimidade e transparência. Este era o  plano original de Deus, mas, com o pecado, essa perfeita intimidade foi interrompida. E agora os relacionamentos são prejudicados pelo egoísmo,  insatisfação, amargura, frustração e mal-entendidos. Através do conhe cimento bíblico podemos voltar a desfrutar um relacionamento sexual como o Senhor planejou inicialmente.

Se não houver o "deixar", o "unir-se" e o "tornar-se", o alicerce para a construção de um lar feliz não será edificado. O plano inicial de Deus não pode ser melhorado. Os quatro pilares sustentam a casa e ainda é necessário que haja o compromisso de "até que a morte os separe".

Quando  o homem interfere na ordem natural de Deus, ele sempre tem problemas. Pode ser que você, meu amado irmão(ã), esteja enfrentando problemas em seu casamento. Se for este o seu caso, tenho uma ótima notícia: nem tudo está perdido! Mesmo que o seu alicerce esteja abalado, não se deixe desanimar. O primeiro passo para reconstruí-lo é reconhecer que o problema existe. Se houver disposição de sua parte, ainda há possibilidade de permitir "o Senhor edificar a sua casa".

O versículo 25 fala sobre a intimidade do casal. Eles "se conheceram"  totalmente (Gênesis 4.1). O que acontece quando um casal de namorados ou noivos desenvolve um conhecimento nesse nível antes de formalizar o "deixar", o "unir-se" e o "tornar-se" uma só carne?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

O que significam, para você, os diferentes tipos de intimidade citados abaixo:

Intelectual _______________________________________________________

Emocional _______________________________________________________

Espiritual ________________________________________________________  

Física __________________________________________________________

14. Qual delas necessita ser mais desenvolvida em seu relacionamento conjugal?

Intelectual _______________________________________________________

Emocional _______________________________________________________

Espiritual ________________________________________________________

Física ___________________________________________________________

Como você pode colaborar para melhorar essa área em seu casamento?

________________________________________________________________

________________________________________________________________

Você pode compartilhar com o seu grupo?

veja também