Projeto "Bíblia Manuscrita" alcançará toda a população, de índios a presidiários

Projeto "Bíblia Manuscrita" alcançará toda a população, de índios a presidiários

Atualizado: Terça-feira, 15 Julho de 2008 as 12

Scriptoriums móveis para cópia de versículos serão montados em locais movimentados.

Por Myrian Rosário

Quem quiser fazer parte do Projeto "Bíblia Manuscrita" e não tiver disponibilidade para comparecer a um dos scriptoriums fixos, montados em todos os Estados do Brasil, terá a oportunidade de copiar um versículo da Bíblia em um dos scriptoriums volantes, que serão estabelecidos em pontos de grande concentração de pessoas, como shopping centers, rodoviárias, estações de trem e metrô, hospitais, tribos indígenas alfabetizadas e até presídios. "Nosso objetivo é tirar a Bíblia do ambiente evangélico, tirar a Bíblia da igreja e levá-la para as ruas", declara o Pr. Eude Martins, assessor de Projetos Especiais da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) e coordenador do projeto "Bíblia Manuscrita".

Eude lembra que a maioria dos scriptoriums fixos está sendo montada em igrejas, mas que há exceções. "Em Santo André o scriptorium foi montado no passeio público coberto e em Mato Grosso nos quartéis do Exército. Halls de Assembléias Legislativa também têm abrigado alguns scriptoriums", comenta.

Qualquer pessoa pode copiar um versículo e participar do Projeto "Bíblia Manuscrita". "Não é preciso ser evangélico nem famoso. Basta saber escrever", explica Eude. "A variedade de caligrafias é uma das riquezas do projeto.

Para que o projeto alcance todas as camadas da população, os coordenadores vão convidar políticos, empresários, desembargadores, desportistas e artistas para participar. "Tudo independente da sua fé religiosa". Quando não houver a possibilidade de a personalidade política, caso dos governadores, ou artística comparecer ao scriptorium, a estrutura será levada até ela.

veja também