Usina 21 traz shows e debates sobre evangélicos e onda de protestos

Carlos Bezerra Jr: "No Usina, a ordem é não fechar a discussão"

Atualizado: Sexta-feira, 8 Novembro de 2013 as 2

Carlos Bezerra Jr.: “No Usina, a ordem é não fechar a discussão"Os protestos que marcaram principalmente a metade deste ano repercutiram na imprensa, entre políticos e formadores de opinião. No entanto, parte significativa da Igreja evangélica parece não ter se manifestado a respeito. Pelo menos até agora. No próximo sábado, 9 de novembro, cerca de 2 mil jovens – e o número segue crescendo – se reunirão na Universidade Mackenzie para discutir, refletir e questionar sobre o papel dos evangélicos em meio às recentes mobilizações populares que chamaram a atenção do país. Trata-se do ‘Usina 21 – Jovens, Ideias e Transformação Social’, o principal evento de juventude cristã e engajamento do país.
 
O encontro vai das 9h às 18h, com o tema “A voz de Deus e a voz das ruas”. Para abertura, JV na Estrada (www.jvnaestrada.com), ministério coordenado pelo pastor Marcos Botelho, e a banda gospel de sonoridade grunge Palavrantiga (ouça “Pensei”: http://www.youtube.com/watch?v=B5uUHq-L9T0). Ainda na parte da manhã, o evento terá preleção de Eugene Cho. Pastor e ativista social sul-coreano, ele idealizou movimento mundial de combate à pobreza (veja o vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=1sodytfGfp8) e vem ao Brasil pela primeira vez para dividir sua experiência. À palestra dele, se somarão outras três, com destaque para a participação de Antonio Carlos Costa, presidente da ONG Rio de Paz, conhecida pelas intervenções públicas que faz no Rio de Janeiro e em Brasília contra a violência e a impunidade.
 
“No Usina, a ordem é não fechar a discussão. Mas, sim, abri-la tanto quanto possível, à luz da Palavra. É um movimento plural e inclusivo. Um espaço de provocações. Propõe uma Igreja que vá além das paredes do templo. Uma fé que não aliene. Uma espiritualidade que nos aproxime de Deus, sim, mas também de nosso próximo e de suas necessidades. É uma ‘usina de ideias’ por um mundo melhor”, explica Carlos Bezerra Jr., pastor, médico e deputado estadual – idealizador do evento.
 
É ele quem mediará mesa de debates composta por Ariovaldo Ramos, Ed Rene Kivitz e Ziel Machado, que acontecerá no período da tarde, em que também haverá aproximadamente 40 oficinas sobre os mais diversos assuntos: carreira e mercado de trabalho, sustentabilidade, grafitti, teatro, evangelização, missões, relacionamentos, política, esporte etc. E, no meio de tudo isso, ainda haverá espaço para show da cantora Daniela Araújo (ouça “Guia-me”: http://www.youtube.com/watch?v=x50TRev9boc), confirmada para o auditório principal.
 
“Já fui outras vezes no Usina e recomendo: é um lugar único para se tratar de coisas que não são ditas dentro das igrejas, ou de, ao menos, discutir sobre elas com mais profundidade. Além disso, tem as bandas, as manifestações artísticas e um monte de gente legal de vários lugares que se reúne pra pensar junto e curtir junto”, conta Gabriela Barreto, 26 anos, estudante de psicologia e “usineira” pela terceira vez. A animação da participante tem motivo: além de todas as personalidades presentes, a música não para no Usina. O encerramento da edição terá ainda Coral Resgate. O grupo promete pôr os jovens e adolescentes para dançar ao som de black music de excelente qualidade (ouça “Tudo Coopera Para o Bem”: http://www.youtube.com/watch?v=nkgERv3UAhY).
 
As últimas vagas para o evento estão sendo preenchidas nesta semana. Para fazer sua pré-inscrição, acesse: www.usina21.com.br/euvou

Serviço
Usina 21 – A voz de Deus e a voz das Ruas
Data: 9 de novembro
Horário: 9h às 18h
Local: Universidade Mackenzie 
Rua Itambé, nº 45, Higienópolis - São Paulo (SP)
Para mais informações: www.usina21.com.br
 
Com informações da Assessoria de Imprensa do Deputado Estadual Carlos Bezerra Jr.
 

veja também