MENU

Pastor Também Sofre de TPM!

Pastor Também Sofre de TPM!

Atualizado: Quinta-feira, 7 Outubro de 2010 as 4:16

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

Calma, não é nada disso que você está pensando! Não estou me referindo à Tensão Pré Menstrual, a qual aflige milhares de mulheres em todo o mundo, causando-lhes desconforto, dor, irritabilidade, nervosismo etc. Antes, estou querendo me referir à Tensão Pré Mensagem que afeta inúmeros pastores, os quais chegam a suar frio nos momentos que antecedem a sua subida ao púlpito. Porém, devo confessar que não é mera coinscidência essa associação feita entre a TPM feminina e a TPM pastoral. Acredito que há muitas semelhanças entre ambas. E, sendo assim, a TPM pastoral também deve ser identificada e tratada.

1. O que é a TPM Pastoral?

É aquela sensação desconfortável e cheia de tensão que costuma afligir muitos pastores nos momentos que antecedem a sua pregação.

2. Sintomas da TPM Pastoral

São inúmeros, dentre os quais destacam-se: ansiedade, insegurança, suor frio, tensão, nervosismo, medo, perda do sono, dor de cabeça, dores musculares e outros.

3. Principais Causas

Existem outras causas, é claro, mas julgo que essas sejam as principais:

a) Falta de leitura e estudo periódico da Bíblia (isso gera insegurança no momento de transmitir a mensagem, uma vez que que há falta de domínio sobre o assunto a ser tratado);

b) Falta de organização do tempo (o preparo da mensagem do domingo acaba ficando sempre em último lugar, afinal o pastor tem outras coisas "mais importantes" a fazer);

c) Falta de fé em Deus (o pastor tem que acreditar no fato de que Deus estará com ele, ajudando-o a transmitir a Sua mensagem, quando ele subir ao púlpito).

4. Tratamento

A TPM Pastoral tem tratamento? Mas é claro que sim! Os seguintes "medicamentos" certamente ajudarão o pastor que sofre de TPM a resolver o seu problema. São eles:

- Tome uma boa dose de Bíblia, pelo menos, umas três vezes ao dia (isso manterá a sua mente afiada quanto ao conteúdo das Escrituras e eliminará, aos poucos, os sintomas da TPM);

- Dobre o seu joelho diante de Deus também algumas vezes ao dia, pedindo-lhe que o oriente quanto àquilo que você deverá falar em sua mensagem (esse gesto de humildade e de dependência divina são imprescindíveis para que haja a cura da TPM e, além disso, não possui contra-indicações!);

- Antes de subir ao púlpito, tome algumas "pílulas de fé" (creia que Deus o usará - através da Sua misericórdia - no momento da pregação);

- Pratique aquilo que você prega (isso lhe dará maior segurança no momento de transmitir a mensagem divina. Não há remédio mais forte contra a TPM do que viver aquilo que se prega!).

Bem, por enquanto é isso.

Desejo a você, caro pastor, uma ótima cura de sua TPM!

Em Cristo,

Carlos Augusto Vailatti

Carlos Augusto Vailatti   é Bacharel em Teologia pelo IBES - Instituto Betel de Ensino Superior (SP) e Mestre em Teologia (Th.M.), com especialização em Teologia Bíblica, pelo STSC - Seminário Teológico Servo de Cristo (SP). Além disso, é também professor de diversas disciplinas bíblico-teológicas. É casado com Noeli Guimarães Vailatti.

Contato:

Blog:   www.blogdovailatti.blogspot.com

Email:   [email protected]

veja também