Preconceito

Preconceito

Atualizado: Terça-feira, 17 Julho de 2012 as 8:48

O que é preconceito?

Temos a seguinte definição: “É um juízo preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude discriminatória perante pessoas, lugares ou tradições considerados diferentes ou estranhos.

Como cristão e seguidor da Bíblia não posso admitir o preconceito, aliás, essa atitude é reprovada por Deus.

Somos conclamados a amar todo tipo de pessoa, não podemos discriminar ninguém.

Em Mateus 5.44 diz: “Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus.”

Se a Palavra de Deus orienta-nos a amar os inimigos, quanto mais os amigos. Não podemos odiar ninguém.

Agora, amar não significa concordar com tudo, ou seja, por amor eu ajudo a pessoa a abrir os olhos e viver a vida que Deus quer.

Deixo um exemplo: Eu sou pai e amo muito a minha filha, agora, eu não concordo com tudo que ela faz. O fato de não concordar com o que ela faz não me torna um preconceituoso.

Como cidadão brasileiro eu tenho garantida na Constituição Federal, o direito de me expressar.

O que diz a Constituição de 1988?

DOS DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS

CAPÍTULO I

DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;

II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;

III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;

IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VII - é assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;


Respaldado na Lei, eu emito opiniões e faço isso de forma apologética, defendendo a Fé Cristã.

Não sou preconceituoso e não aceito quem seja, devemos amar as pessoas, investir o nosso tempo para ver o mundo transformado.

Cleverson Pereira do Valle
Pastor da 1ª Ig.Batista em Artur Nogueira
Bacharel em Teologia pela FTBSP e EST
Presidente do COMEAN
cleversonvalle.blogspot.com

veja também