MENU

Homilia - Mostra-nos como chegar à Terceira Idade saudáveis

Homilia - Mostra-nos como chegar à Terceira Idade saudáveis

Atualizado: Quarta-feira, 1 Setembro de 2010 as 3:11

Qualidade de vida é ter uma vida saudável. Uma vida saudável fisicamente. Uma vida saudável emocionalmente. Para um físico saudável, as academias. Para um emocional saudável, as terapias.

As recomendações de uma vida saudável vêm acompanhadas de promessas. Promessa de qualidade de vida. Não só para hoje, mas para o futuro. É hoje que decidimos nossa qualidade de vida na velhice. É hoje que decidimos se vamos ter uma velhice saudável ou não.

Eu acho essas recomendações de vida saudável ótimas. Elas nos ajudam a cuidar de nós mesmos. A planejar nossa velhice.

Eu, na verdade, tenho a sensação de que falta algo nessas recomendações. Uma estranha sensação de que falta alguma coisa. Parece que as recomendações de uma vida saudável estão incompletas. E por isso elas não atingem o todo do meu ser.

Logo descubro algo óbvio. Descubro que a sensação de falta é real. Falta mesmo uma recomendação para uma vida plenamente saudável. Falta a recomendação de manter o espírito saudável.

Como leitor da Bíblia, descubro que manter o espírito saudável é importante. Importante e prioritário. Manter o espírito saudável, na realidade, é fundamental para manter-se saudável física e emocionalmente. Um espírito doente faz adoecer o corpo e a emoção.

Canseira e Enfado

Uma palavra bem conhecida no Salmo 90 esta:

“Todos os dias de nossa vida podem chegar a 70, ou se se tem vigor, a 80 anos. Neste caso, o melhor deles é canseira e enfado.” (verso  10)

Este versículo é entendido como uma sentença. Ou seja, todos nós que alcançarmos a Terceira Idade sofreremos, inevitavelmente, canseira e enfado.

Eu também pensava assim. Pensava que era inevitável canseira e enfado na velhice. Mas isso mudou quando li os dois salmos seguintes. Li os Salmos 91 e 92. Neles me deparei com os seguintes versos: “Saciá-lo-ei com longevidade e lhe mostrarei a minha salvação.” (Salmo 91.16) e me pus a meditar: O Senhor nos saciará com longevidade (muitos anos) para canseira e enfado? Permitirá que vivamos muitos anos para contemplar sofrimentos? Essas perguntas ficaram em meu coração. Mas só até o ler isto: “Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor, para anunciar que o Senhor é reto.” (Salmo 92.14 e 15).

Terceira Idade: “canseira e enfado” ou “seiva e verdor”? Descobri que “canseira e enfado” na velhice não é uma sentença. Não se trata de uma condenação. Pois o Salmo 90.14 mostra outra possibilidade de envelhecer. Envelhecer saudavelmente.

Pois somos consumidos

De volta ao Salmo 90, comecei a questionar os motivos da “canseira e enfado”. Ao reler o texto foi ficando claro que o sofrimento aos 70, 80 anos são conseqüências. São conseqüências de anos anteriores. São resultados de escolhas feitas em épocas anteriores. Uma leitura minuciosa me mostrou que “canseira e enfado” têm suas causas. E essas causas são apontadas no verso 8 do Salmo 90: “Expuseste as nossas faltas diante da tua face e diante do teu rosto luminoso, nossas coisas ocultas.”

Os sofrimentos e dificuldades na velhice têm uma relação direta com as “faltas e coisas ocultas”. Faltas e coisas ocultas adoecem o espírito. Fazem separação entre nós e nosso Deus. E esta separação causa sofrimentos e lutas. Este distanciamento do Senhor é a causa da nossa infelicidade. A reaproximação do Senhor é reveladora. Revela nossas faltas. Revela também a brevidade da nossa vida “Porque tudo passa rapidamente e nós, voamos” (verso 10). Revela, finalmente, que os anos passados longe da face do Senhor são anos de pesar. Descobri que há uma relação de causa e efeito entre minhas escolhas hoje e minha qualidade de vida na velhice.

Mostra os como contar

O gostoso de ler a Bíblia é que sempre encontramos nela palavras de salvação. Nela encontrei as seguintes palavras confortadoras: “Mostra-nos como contar os nossos dias acertadamente a fim de que nosso coração alcance sabedoria.” (Salmo 90.12). Outra vez percebo que “canseira e enfado” não é um destino na velhice do qual ninguém pode escapar. Pelo contrário, isso é totalmente evitável. E todos podem evitar. Como fazê-lo?

É preciso ter disposição para aprender (Ensina-nos). O constante aprendizado junto ao Senhor e sua Palavra são benéficos. Aqui encontro um coração disposto a reconhecer que fez escolhas erradas (nossas faltas e coisas ocultas) e que deseja aprender a “contar os dias corretamente”. Contar os dias de maneira acertada equivale a viver os dias de maneira justa, correta.

Essa disposição em aprender se manifesta nas palavras: Ensina-nos; Volta-te; Sacia-nos; e Alegra-nos. Quatro expressões que mostram a disposição de alguém em aprender do Senhor. A súplica “Alegra-nos na mesma proporção de dias quanto nos tens afligido e na mesma quantidade de anos quantos suportamos calamidades.” (verso 15) mostra, sem sombra de dúvidas, que é possível recomeçar. Recomeçar e evitar a “canseira e enfado”.

Para que cheguemos à Terceira Idade saudáveis

Fui descobrindo, passo a passo, que viver 70, 80 anos não significa, necessariamente, viver em “canseira e enfado”. Na verdade, dores e sofrimentos na Terceira Idade são resultados das escolhas feitas anteriormente. Escolhas que tem conseqüências tão duradouras que se manifestam na velhice. “Faltas e coisas ocultas” habitam o espírito. E causam o adoecimento do espírito que, por sua vez, causa dores e sofrimentos. E somente diante da face luminosa do Senhor estas “faltas e coisas ocultas” podem ser reveladas. Reveladas e perdoadas.

As escolhas que fizermos hoje determinarão, em grande parte, se teremos uma velhice saudável ou não. “Canseira e enfado” ou “seiva e verdor”.

Portanto, qualidade de vida que resulte em vida saudável inclui cuidados físicos e emocionais. Academias e terapias. Mas de nada valerá ter um corpo são e uma emoção sã se o espírito estiver doente.

Coloque na sua agenda: Manter o espírito saudável.

Rev. José Roberto Cristofani  é pastor da Igreja Presbiteriana Independente, doutor em Bíblia e educador.

Contato:   www.sapiencial.com.br

veja também