MENU

Compadecendo do Pobre

Compadecendo do Pobre

Atualizado: Quarta-feira, 15 Setembro de 2010 as 2:22

“O que se compadece do POBRE empresta ao Senhor, que lhe retribuirá o seu benefício.” (Provérbios 19.17)

A nossa tendência como seres humanos é admirarmos os que têm mais e esquecermos dos mais POBRES. Afinal, POBRE segundo o dicionário on-line pode ser considerado: “pessoa que não tem o necessário; pouco produtivo; de pouco valor; que não tem recursos; digno de compaixão; mendigo; pedinte; infeliz; e, triste.”

 A Palavra de Deus nos adverte a nos compadecermos dos POBRES indistintamente, visto que “ao Senhor empresta o que se compadece do POBRE, pagando o seu benefício”.

Quando morava em Juiz de Fora, tive uma experiência que muito marcou. Era uma sexta-feira ensolarada, dia bastante propício para uma confraternização com amigos do trabalho. Tudo estava preparado: o sítio reservado, a carne para o churrasco comprada, a grama do campo cortada, a piscina limpa, etc...

Aquela sexta-feira estava sendo esperada por todos a muito tempo, afinal quem não gosta de uma tarde de lazer depois de um mês de trabalho intenso?

Confesso que não via a hora de chegar no sítio, porém, no trajeto para o sítio, algo inesperado aconteceu. Ao passar pelo meio de uma comunidade carente, percebi que um POBRE menino havia sido atropelado, mas ninguém prestara socorro. Na verdade, a minha vontade, meu desejo humano, era passar “ao largo” assim como o sacerdote e o levita na parábola do Bom Samaritano.

Para resumir a história, fui impactado com o texto: “O que se compadece do POBRE empresta ao Senhor, que lhe retribuirá o seu benefício ” (Provérbios 19.17). Assim, tive compaixão do POBRE menino e voltei cheio de boa vontade para ajudá-lo. Quando cheguei no local com meu veículo, a fim de prestar os primeiros atendimentos à vítima POBRE, fui acusado pela mãe da criança sobre a autoria do atropelamento.

Para minha surpresa, o desejo dos moradores da comunidade do menino POBRE, era a punição do autor do atropelamento e não o salvamento da vítima ue estava desprezada no chão. A situação estava caminhando para algo trágico, mas o Senhor estava no controle. Enfim, Deus teve misericórdia de mim, e na sua soberania, deu-me o privilégio de ajudar aquela vida POBRE que estava a ponto de morrer. Assim, levei o menino POBRE para o hospital onde foi salvo pelos médicos.

Diante de tudo que aconteceu, posso afirmar categoricamente, que independentemente das circunstâncias, Deus protege e abençoa aquele compadece do POBRE.

Meu (minha) amado (a) precisamos investir na ajuda aos mais necessitados. Caso queiramos fazer um favor para Deus, basta ajudarmos os POBRES. Quem se compadece dos POBRES receberá uma grande recompensa do Dono do Universo.

Hoje estou recebendo os benefícios de ter ajudado aquele POBRE menino: tenho vida eterna garantida, tenho uma família maravilhosa, filhos obedientes, saúde, e muito mais...

E você, está ajudando os POBRES???

*Texto extraído do Livro "Diário de Um Servo", de Denilson Moreira Sanches

Denilson Moreira Sanches   é natural de Nova Iguaçu (RJ), casado com Simone Vieira Sanches, pai de Bruno Vieira Sanches (10 anos) e Mylena Vieira Sanches (6 anos). Bacharel em Ciências Militares (com concentração na área de Intendência, 1992) pela Academia Militar das Agulhas Negras(AMAN); Mestre em Operações Militares (com especialização em Logística, 2001)  pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO);  Pós-graduado  em Bases Geo-Históricas (na área de Formulação Estratégica, 2006) pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército; Mestre em Teologia (com especialização na área Bíblica, 2007) pela Faculdade de Educação Teológica de São Paulo (FATE-SP). Em 2010 lançou o livro de sua autoria ''Diário de Um Servo'' e atualmente é Oficial Superior do Exército Brasileiro, no posto de Major do Serviço de Intendência, na Função de Auditor das Unidades Gestoras do Nordeste do Brasil. Em 2007 implantou com sua família, o PEPE Massangana (Programa Educacional Pré-escolar) na Comunidade de Recife - PE e cuida deste projeto até hoje, mesmo residindo em Fortaleza (CE) e pastoreando a Igreja Batista Shema, na capital cearense.

veja também