MENU

Nosso "Abba"!

Nosso "Abba"!

Atualizado: Quarta-feira, 14 Julho de 2010 as 11:33

Pai nosso que estás nos céus... (Mt 6:9).

Ninguém, antes dele, ousou usar este termo para se referir a Deus dessa maneira. Talvez alguns, dentre os doze discípulos, devem ter sussurrado meio sem entender o que haviam acabado de ouvir dos lábios do seu mestre: ''Podemos mesmo chamar Deus assim?...''.

No Antigo Testamento, existem algumas (14 textos) raras ocasiões onde Deus é chamado de Pai. Isaías 64:8 é uma delas, Jeremias 3:4 outra. Entretanto, em nenhum texto do Antigo Testamento, a designação ''Pai'', usada em referência a Deus, assume o sentido que Jesus deu na oração do Pai Nosso.

Jesus, quando pronunciou a oração do Pai nosso deve ter usado a palavra 'Abba''. Ele se utilizou desta palavra em outra ocasião, quando conversava com Deus, na oração do Getsêmani (Mc 14:36). Em duas outras ocasiões a palavra ''Abba'' aparece no Novo Testamento (Rm 8:15; Gl 4:6). Mas o que esta palavra tem de tão especial?

Em primeiro lugar, porque, segundo J. Jeremias,[1] um estudo na literatura judaica sobre oração irá mostrar que em lugar algum Deus é chamado de ''Abba''. Em segundo lugar, porque, ''Abba'' é uma das primeiras palavras da criança que está aprendendo falar. Ela aprende a dizer esta palavra logo depois de ser desmamada. Esse era um termo infantil. Ninguém ousaria dizer ''Abba'' referindo-se a Deus. Jesus fez isso! E mais, estendeu esse direito a todos nós.

Nós podemos chamar Deus de ''Abba''. Ele é o nosso pai querido. Dirigir-se a Deus assim como uma criançinha se dirige a seu pai, é dirigir-se a Deus com simplicidade familiar, com dependência, com confiança. Para uma criançinha, o pai é herói, é o máximo, pode tudo. Ela confia nele, sem reservas. Essa é a idéia do texto. Essa é a idéia da oração do Pai nosso. Você pode confiar sem reservas no seu Pai celeste.

Jesus disse que para entramos no reino dos céus, precisamos nos tornar como crianças (Mt 18:3). Uma criança sabe dizer ''Abba'', confia no seu ''Abba'', e você?

Eleilton William de Souza Freitas   é missionário, casado, e graduando em teologia. É líder do Ministério Jovem da Igreja Adventista da Promessa, no bairro de Vila Maria, em São Paulo.

Contato:   www.fumap.com.br

veja também