MENU

Amigos, Amigos, Amigos!

Amigos, Amigos, Amigos!

Atualizado: Terça-feira, 28 Setembro de 2010 as 7:48

A cada dia vão se agravando os dramas humanos decorrentes da solidão e aumentando a demanda do "pertencer" a uma comunidade. O pastor e escritor inglês, John Stott, já advertia para as grandes buscas nesse espantoso tempo que chegou, e no qual agora vivemos: busca do transcendental, de "ser" e de "pertencer" a uma comunidade social. Há apenas um pequeno passo entre a solidão e a depressão, um mal que aflige milhares de criaturas.

A Igreja de Cristo dispõe de todas as condições para cumprir o papel terapêutico e social em sua missão no mundo. O livro de Atos fala da igreja nascente, na qual seus membros "tinham tudo em comum"; "compartilhavam o pão em casa"; "todos os dias estavam juntos no templo" e "louvavam a Deus", "caindo na graça de todo o povo". Isto é, constituíram-se na resposta às questões humanas da sociedade de sua época.

Somos igreja. Precisamos muito uns dos outros, mais do que nunca. Ninguém pode ser descartado! Ministérios e Pequenos Grupos precisam ser “a cara” de nossa igreja, nos quais pessoas, com seus dons e talentos, servem a Deus e aos demais, influenciando, refletindo o que são e em quem creem!

Amigos, amigos, amigos. Nós os teremos respeitando a liberdade e o espaço de cada um, acolhendo-os, lealmente, como eles realmente são, sem tentar mudá-los ou dominá-los. É sair da superficialidade para conhecer melhor e se deixar conhecer. Postos em prática, esses ingredientes da qualidade das relações ajudar-nos-ão a crescer como pessoas e permitirão que nos sintamos bem, servindo de apoio e inspiração a outros, no enfrentamento de tempos difíceis. Os que pautam a vida por relações assim, na igreja, baseadas no respeito e aceitação mútuos, infelizmente não são muitos. Mas é atitude esperada, mais que antes, de todos!

Este é o Mês do Amigo na Líber! Conservemos as amizades, busquemos novas, sempre! Seja-nos exemplo a igreja primitiva: "Juntos" perseveravam na doutrina; "juntos", comiam em casa! Assim as pessoas encontrarão na LIBER respostas às suas buscas humanas de "comunidade". Podemos alcançar essas pessoas, integrá-las. Com elas cultivaremos e manteremos bons relacionamentos, como tesouros, ao invés de meras trocas ocasionais de gentis etiquetas sociais, reduzidas a vulgares e frios cumprimentos.

Que Deus nos visite concedendo-nos vontade e habilidade para desenvolvermos relacionamentos saudáveis e duradouros.

Jonas Neves   nasceu em Rolândia - PR, em 07 de outubro de 1953. Nascido em lar evangélico, entregou sua vida a Cristo aos sete anos de idade. Em 1973 foi para Belo Horizonte, onde, em 1977 graduou-se bacharel em Teologia pelo STEB-FATEBAN - Faculdade Teológica Batista Nacional. Por cinco anos foi seminarista da Igreja Batista da Lagoinha e dentre outras realizações fundou a Igreja Batista Getsêmani de Belo Horizonte - MG, a qual pastoreou por 4 anos.

Em 1981 a Convenção Batista Nacional, CBN, o elegeu Secretario Executivo da Aliança Batista Missionária da Amazônia. Transferiu-se para Belém - PA com toda sua família. Até 1985 exerceu um ministério com muito sucesso. Estabeleceu igrejas, assentou missionários, implantou a estrutura da CBN, desde Rondônia até Piauí.

Depois disso aceitou o convite da Igreja Batista da Lagoinha, Belo Horizonte - MG, e esta serviu por 15 anos como pastor. No Final de 1999 o Pr. Jonas Neves de Souza assumiu o pastorado da Igreja Batista do Povo, São Paulo - SP. É casado com Solange e tem cinco filhos: Aline, Ádila, Anny, Iva e Alisson. Tem cinco netos.

A cada dia vão se agravando os dramas humanos decorrentes da solidão e aumentando a demanda do "pertencer" a uma comunidade. O pastor e escritor inglês, John Stott, já advertia para as grandes buscas nesse espantoso tempo que chegou, e no qual agora vivemos: busca do transcendental, de "ser" e de "pertencer" a uma comunidade social. Há apenas um pequeno passo entre a solidão e a depressão, um mal que aflige milhares de criaturas.

A Igreja de Cristo dispõe de todas as condições para cumprir o papel terapêutico e social em sua missão no mundo. O livro de Atos fala da igreja nascente, na qual seus membros "tinham tudo em comum"; "compartilhavam o pão em casa"; "todos os dias estavam juntos no templo" e "louvavam a Deus", "caindo na graça de todo o povo". Isto é, constituíram-se na resposta às questões humanas da sociedade de sua época.

Somos igreja. Precisamos muito uns dos outros, mais do que nunca. Ninguém pode ser descartado! Ministérios e Pequenos Grupos precisam ser “a cara” de nossa igreja, nos quais pessoas, com seus dons e talentos, servem a Deus e aos demais, influenciando, refletindo o que são e em quem creem!

Amigos, amigos, amigos. Nós os teremos respeitando a liberdade e o espaço de cada um, acolhendo-os, lealmente, como eles realmente são, sem tentar mudá-los ou dominá-los. É sair da superficialidade para conhecer melhor e se deixar conhecer. Postos em prática, esses ingredientes da qualidade das relações ajudar-nos-ão a crescer como pessoas e permitirão que nos sintamos bem, servindo de apoio e inspiração a outros, no enfrentamento de tempos difíceis. Os que pautam a vida por relações assim, na igreja, baseadas no respeito e aceitação mútuos, infelizmente não são muitos. Mas é atitude esperada, mais que antes, de todos!

Este é o Mês do Amigo na Líber! Conservemos as amizades, busquemos novas, sempre! Seja-nos exemplo a igreja primitiva: "Juntos" perseveravam na doutrina; "juntos", comiam em casa! Assim as pessoas encontrarão na LIBER respostas às suas buscas humanas de "comunidade". Podemos alcançar essas pessoas, integrá-las. Com elas cultivaremos e manteremos bons relacionamentos, como tesouros, ao invés de meras trocas ocasionais de gentis etiquetas sociais, reduzidas a vulgares e frios cumprimentos.

Que Deus nos visite concedendo-nos vontade e habilidade para desenvolvermos relacionamentos saudáveis e duradouros.

Jonas Neves   nasceu em Rolândia - PR, em 07 de outubro de 1953. Nascido em lar evangélico, entregou sua vida a Cristo aos sete anos de idade. Em 1973 foi para Belo Horizonte, onde, em 1977 graduou-se bacharel em Teologia pelo STEB-FATEBAN - Faculdade Teológica Batista Nacional. Por cinco anos foi seminarista da Igreja Batista da Lagoinha e dentre outras realizações fundou a Igreja Batista Getsêmani de Belo Horizonte - MG, a qual pastoreou por 4 anos.

Em 1981 a Convenção Batista Nacional, CBN, o elegeu Secretario Executivo da Aliança Batista Missionária da Amazônia. Transferiu-se para Belém - PA com toda sua família. Até 1985 exerceu um ministério com muito sucesso. Estabeleceu igrejas, assentou missionários, implantou a estrutura da CBN, desde Rondônia até Piauí.

Depois disso aceitou o convite da Igreja Batista da Lagoinha, Belo Horizonte - MG, e esta serviu por 15 anos como pastor. No Final de 1999 o Pr. Jonas Neves de Souza assumiu o pastorado da Igreja Batista do Povo, São Paulo - SP. É casado com Solange e tem cinco filhos: Aline, Ádila, Anny, Iva e Alisson. Tem cinco netos.

A cada dia vão se agravando os dramas humanos decorrentes da solidão e aumentando a demanda do "pertencer" a uma comunidade. O pastor e escritor inglês, John Stott, já advertia para as grandes buscas nesse espantoso tempo que chegou, e no qual agora vivemos: busca do transcendental, de "ser" e de "pertencer" a uma comunidade social. Há apenas um pequeno passo entre a solidão e a depressão, um mal que aflige milhares de criaturas.

A Igreja de Cristo dispõe de todas as condições para cumprir o papel terapêutico e social em sua missão no mundo. O livro de Atos fala da igreja nascente, na qual seus membros "tinham tudo em comum"; "compartilhavam o pão em casa"; "todos os dias estavam juntos no templo" e "louvavam a Deus", "caindo na graça de todo o povo". Isto é, constituíram-se na resposta às questões humanas da sociedade de sua época.

Somos igreja. Precisamos muito uns dos outros, mais do que nunca. Ninguém pode ser descartado! Ministérios e Pequenos Grupos precisam ser “a cara” de nossa igreja, nos quais pessoas, com seus dons e talentos, servem a Deus e aos demais, influenciando, refletindo o que são e em quem creem!

Amigos, amigos, amigos. Nós os teremos respeitando a liberdade e o espaço de cada um, acolhendo-os, lealmente, como eles realmente são, sem tentar mudá-los ou dominá-los. É sair da superficialidade para conhecer melhor e se deixar conhecer. Postos em prática, esses ingredientes da qualidade das relações ajudar-nos-ão a crescer como pessoas e permitirão que nos sintamos bem, servindo de apoio e inspiração a outros, no enfrentamento de tempos difíceis. Os que pautam a vida por relações assim, na igreja, baseadas no respeito e aceitação mútuos, infelizmente não são muitos. Mas é atitude esperada, mais que antes, de todos!

Este é o Mês do Amigo na Líber! Conservemos as amizades, busquemos novas, sempre! Seja-nos exemplo a igreja primitiva: "Juntos" perseveravam na doutrina; "juntos", comiam em casa! Assim as pessoas encontrarão na LIBER respostas às suas buscas humanas de "comunidade". Podemos alcançar essas pessoas, integrá-las. Com elas cultivaremos e manteremos bons relacionamentos, como tesouros, ao invés de meras trocas ocasionais de gentis etiquetas sociais, reduzidas a vulgares e frios cumprimentos.

Que Deus nos visite concedendo-nos vontade e habilidade para desenvolvermos relacionamentos saudáveis e duradouros.

Jonas Neves   nasceu em Rolândia - PR, em 07 de outubro de 1953. Nascido em lar evangélico, entregou sua vida a Cristo aos sete anos de idade. Em 1973 foi para Belo Horizonte, onde, em 1977 graduou-se bacharel em Teologia pelo STEB-FATEBAN - Faculdade Teológica Batista Nacional. Por cinco anos foi seminarista da Igreja Batista da Lagoinha e dentre outras realizações fundou a Igreja Batista Getsêmani de Belo Horizonte - MG, a qual pastoreou por 4 anos.

Em 1981 a Convenção Batista Nacional, CBN, o elegeu Secretario Executivo da Aliança Batista Missionária da Amazônia. Transferiu-se para Belém - PA com toda sua família. Até 1985 exerceu um ministério com muito sucesso. Estabeleceu igrejas, assentou missionários, implantou a estrutura da CBN, desde Rondônia até Piauí.

Depois disso aceitou o convite da Igreja Batista da Lagoinha, Belo Horizonte - MG, e esta serviu por 15 anos como pastor. No Final de 1999 o Pr. Jonas Neves de Souza assumiu o pastorado da Igreja Batista do Povo, São Paulo - SP. É casado com Solange e tem cinco filhos: Aline, Ádila, Anny, Iva e Alisson. Tem cinco netos.

A cada dia vão se agravando os dramas humanos decorrentes da solidão e aumentando a demanda do "pertencer" a uma comunidade. O pastor e escritor inglês, John Stott, já advertia para as grandes buscas nesse espantoso tempo que chegou, e no qual agora vivemos: busca do transcendental, de "ser" e de "pertencer" a uma comunidade social. Há apenas um pequeno passo entre a solidão e a depressão, um mal que aflige milhares de criaturas.

A Igreja de Cristo dispõe de todas as condições para cumprir o papel terapêutico e social em sua missão no mundo. O livro de Atos fala da igreja nascente, na qual seus membros "tinham tudo em comum"; "compartilhavam o pão em casa"; "todos os dias estavam juntos no templo" e "louvavam a Deus", "caindo na graça de todo o povo". Isto é, constituíram-se na resposta às questões humanas da sociedade de sua época.

Somos igreja. Precisamos muito uns dos outros, mais do que nunca. Ninguém pode ser descartado! Ministérios e Pequenos Grupos precisam ser “a cara” de nossa igreja, nos quais pessoas, com seus dons e talentos, servem a Deus e aos demais, influenciando, refletindo o que são e em quem creem!

Amigos, amigos, amigos. Nós os teremos respeitando a liberdade e o espaço de cada um, acolhendo-os, lealmente, como eles realmente são, sem tentar mudá-los ou dominá-los. É sair da superficialidade para conhecer melhor e se deixar conhecer. Postos em prática, esses ingredientes da qualidade das relações ajudar-nos-ão a crescer como pessoas e permitirão que nos sintamos bem, servindo de apoio e inspiração a outros, no enfrentamento de tempos difíceis. Os que pautam a vida por relações assim, na igreja, baseadas no respeito e aceitação mútuos, infelizmente não são muitos. Mas é atitude esperada, mais que antes, de todos!

Este é o Mês do Amigo na Líber! Conservemos as amizades, busquemos novas, sempre! Seja-nos exemplo a igreja primitiva: "Juntos" perseveravam na doutrina; "juntos", comiam em casa! Assim as pessoas encontrarão na LIBER respostas às suas buscas humanas de "comunidade". Podemos alcançar essas pessoas, integrá-las. Com elas cultivaremos e manteremos bons relacionamentos, como tesouros, ao invés de meras trocas ocasionais de gentis etiquetas sociais, reduzidas a vulgares e frios cumprimentos.

Que Deus nos visite concedendo-nos vontade e habilidade para desenvolvermos relacionamentos saudáveis e duradouros.

Jonas Neves   nasceu em Rolândia - PR, em 07 de outubro de 1953. Nascido em lar evangélico, entregou sua vida a Cristo aos sete anos de idade. Em 1973 foi para Belo Horizonte, onde, em 1977 graduou-se bacharel em Teologia pelo STEB-FATEBAN - Faculdade Teológica Batista Nacional. Por cinco anos foi seminarista da Igreja Batista da Lagoinha e dentre outras realizações fundou a Igreja Batista Getsêmani de Belo Horizonte - MG, a qual pastoreou por 4 anos.

Em 1981 a Convenção Batista Nacional, CBN, o elegeu Secretario Executivo da Aliança Batista Missionária da Amazônia. Transferiu-se para Belém - PA com toda sua família. Até 1985 exerceu um ministério com muito sucesso. Estabeleceu igrejas, assentou missionários, implantou a estrutura da CBN, desde Rondônia até Piauí.

Depois disso aceitou o convite da Igreja Batista da Lagoinha, Belo Horizonte - MG, e esta serviu por 15 anos como pastor. No Final de 1999 o Pr. Jonas Neves de Souza assumiu o pastorado da Igreja Batista do Povo, São Paulo - SP. É casado com Solange e tem cinco filhos: Aline, Ádila, Anny, Iva e Alisson. Tem cinco netos.

veja também