MENU

Para que serve a igreja?

Para que serve a igreja?

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2011 as 2:07

Há inúmeras opiniões sobre este tema: A Bíblia - e ninguém mais - tem a resposta para essa pergunta. A Igreja é criação do Deus da Bíblia Sagrada. É Ele quem diz para que a criou.

Desde o princípio, o Criador tem tomado providências para que o homem O conheça e tenha relacionamento espiritual com Ele. A igreja é a Sua última ação para tornar-Se conhecido, até mesmo, dos anjos, que também são seres criados: “Para que, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora, dos principados e potestades nos lugares celestiais” (Efésios 3:10).

Deus enviou o Seu Filho ao mundo e Ele afirmou: “... Eu edificarei a minha Igreja...”. É d’Ele e de ninguém mais. O escritor aos Hebreus assegura: “Havendo Deus, outrora, falado de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias nos falou pelo Filho...”. Jesus é esse Filho de Deus. Ele viveu entre nós e treinou os Seus discípulos para que fossem igreja de acordo com a natureza, o poder e o propósito estabelecido por Ele. Toda a pregação, ensino, milagres, sinais e maravilhas que Jesus realizou era um trabalho divino para a transformação daqueles homens, a fim de prepará-los como fundamento da igreja.

Depois de mais de três anos de ministério terreno, por meio de Sua morte, Jesus selou a Nova Aliança com os Seus, anulando a Antiga Aliança, e transformando os que creem n’Ele em membros do “Corpo de Cristo” (Efésios 1:22,23 e Hebreus 9:15-17). “Corpo” significa o meio pelo qual o Cabeça, Jesus, Se manifesta na Terra. Assim, o Senhor está afirmando que pela igreja Ele Se revela ao mundo

Após Sua ressurreição, Jesus derramou o Espírito Santo sobre os discípulos, cobrindo-os com a vida e o poder da Nova Aliança. A era da Igreja é inaugurada. Esse é o mesmo Espírito no qual são selados os que recebem a Jesus pela fé (Efésios 1.13,14) e por meio do Qual o crente pode realizar as mesmas obras que Jesus realizou (Marcos 16.17,18). “A Igreja é a família espiritual de Deus, uma comunidade criada pelo Espírito Santo, baseada na obra expiatória de Cristo”. Cristo é o Dono, o Senhor da Igreja. Ele criou a Igreja com três propósitos específicos:

1º. Adorar a Deus- Paulo lembra que fomos criados “para o louvor da Sua glória” (Efésios 1). João registra as seguintes palavras de Jesus: Vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão ao Pai em espírito e em verdade; porque são os que o Pai procura para Seus adoradores. Deus é Espírito e importa que os Seus adoradores O adorem em espírito e em verdade (Jo 4.23,24). “A principal e mais elevada finalidade do homem consiste em glorificar a Deus e desfrutar d’Ele para sempre – (Catecismo de Westminster). Todos, sem exceção, de alguma forma adoramos a alguém ou a algo. O Eterno Criador busca que O adoremos. E só a Ele: “Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a Ele darás culto” (Mateus 4.10).

2º. Evangelizar – Jesus veio para buscar e salvar o perdido. E enviou a igreja para fazer o mesmo. Está escrito: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado” – Mateus 28.19,20. “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer, será condenado” – Marcos 16.15,16. Pregar é proclamar, anunciar, testemunhar. Discipular é acolher, ensinar, educar, nutrir, indicar o Caminho. Evangelizar e discipular é ORDEM do Senhor aos que Lhe pertencem.

3º. Edificar – Evangelizar é o trabalho de conquista de vidas para Jesus feito pelos Seus adoradores, cujo coração está inteiramente voltado para Deus. Edificar é nutrir o crente até que ele se torne semelhante a Jesus. O objetivo é que, pela ação do Espírito Santo, a vida e o caráter de Jesus Cristo sejam implantados no convertido, e que o seu comportamento manifeste a presença e o poder do Reino de Deus na Terra.

Fica clara a importância da igreja para Deus e também para a raça humana que por Ele foi criada. Como resultado do seu relacionamento com o Senhor, ela santifica as suas relações com os homens e lhes transmite o conhecimento do Criador.

A igreja deve se empenhar em tudo o que puder ser feito, para que seus objetivos se concretizem. Mas, também deve fugir de tudo o que prejudica as principais finalidades da sua existência.

Essa é a nossa fé. Por ela a Igreja Batista do Povo tem se empenhado nestes seus 30 anos de existência. Por essa fé também viveremos todos os nossos dias.

Pastor Jonas Neves

Jonas Neves   nasceu em Rolândia - PR, em 07 de outubro de 1953. Nascido em lar evangélico, entregou sua vida a Cristo aos sete anos de idade. Em 1973 foi para Belo Horizonte, onde, em 1977 graduou-se bacharel em Teologia pelo STEB-FATEBAN - Faculdade Teológica Batista Nacional. Por cinco anos foi seminarista da Igreja Batista da Lagoinha e dentre outras realizações fundou a Igreja Batista Getsêmani de Belo Horizonte - MG, a qual pastoreou por 4 anos.

Depois disso aceitou o convite da Igreja Batista da Lagoinha, Belo Horizonte - MG, e esta serviu por 15 anos como pastor. Em 1981 a Convenção Batista Nacional, CBN, o elegeu Secretario Executivo da Aliança Batista Missionária da Amazônia. Transferiu-se para Belém - PA com toda sua família. Até 1985 exerceu um ministério com muito sucesso. Estabeleceu igrejas, assentou missionários, implantou a estrutura da CBN, desde Rondônia até Piauí. No Final de 1999 o Pr. Jonas Neves de Souza assumiu o pastorado da Igreja Batista do Povo, São Paulo - SP. É casado com Solange e tem cinco filhos: Aline, Ádila, Anny, Iva e Alisson. Tem cinco netos.

veja também