MENU

‘Sou testemunha do milagre de Deus’, diz médico que venceu Covid após 120 dias internado

O Dr. Jacobo Elgozy foi considerado um dos pacientes mais críticos com a doença.

fonte: Guiame, com informações do CBS4

Atualizado: Segunda-feira, 9 Novembro de 2020 as 2:18

Dr. Jacobo Elgozy deixa o Hospital Mount Sinai após 120 dias. (Foto: Reprodução / CBS4)
Dr. Jacobo Elgozy deixa o Hospital Mount Sinai após 120 dias. (Foto: Reprodução / CBS4)

Um médico que ficou gravemente doente trabalhando na linha de frente da batalha contra o novo coronavírus está finalmente a caminho de casa após vários meses no hospital.

“Sou uma testemunha do milagre de Deus”, disse o Dr. Jacobo Elgozy.

As emoções aumentaram na quarta-feira quando o Dr. Elgozy foi levado para fora do Hospital Mount Sinai, onde passou os últimos 120 dias lutando contra a Covid-19.

O Dr. Elgozy foi considerado um dos pacientes mais críticos com a doença.

Na quarta-feira, ele se reuniu com sua família pela primeira vez desde que foi internado, em julho.

“Segundo a medicina, eu não deveria estar aqui. Não tenho palavras para agradecer a Deus pelo milagre que ele realizou por mim”, disse o Dr. Elgozy.

Sua esposa, Rachel Elgozy, e seus cinco filhos disseram que foi uma jornada dolorosa, mas nunca perderam a fé.

“Eu simplesmente sou grata que Deus o trouxe de volta para nós e ele está saindo. Ele está voltando para casa”, disse ela.

A viagem foi realmente longa. O Dr. Elgozy, que esteve na linha de frente durante a pandemia, não tinha problemas de saúde latentes.

Ele enfrentou uma possível morte de um dia para o outro.

Dr. Elgozy foi colocado em um ventilador e estava em coma induzido. Ele recebeu tratamento agressivo e foi colocado em uma máquina de ECMO por três semanas.

“É uma máquina de suporte de vida. É um tratamento muito difícil para os pacientes. Ele estava até muito perto de fazer um transplante de pulmão. O Dr. Elgozy precisou ser transportado de avião para Gainesville, Flórida”, disse o Dr. Ignacio Cendan.

O clínico do caso, Dr. Ronny Aquinin, disse que às vezes temia que seu amigo não resistisse.

“Este é o dia mais feliz da minha vida. Por um tempo, tive medo de perdê-lo”, disse o Dr. Aquinin.

veja também