5 atitudes para seu bebê crescer inteligente

5 atitudes para seu bebê crescer inteligente

Atualizado: Quinta-feira, 30 Setembro de 2010 as 10:37

Saiba o que fazer para ajudar a desenvolver o cérebro do bebê e estimular a inteligência e memória do seu filho

A ciência já provou que brincar e dar muito chamego só trazem benefícios para a saúde mental e física do bebê. Estudos mostraram que metade do desenvolvimento do cérebro humano ocorre no primeiro ano de vida da criança. Então, essa é a melhor fase para estimular a percepção e a inteligência dos pimpolhos.

Com estímulos diários, você transmite mensagens que vão formando o universo afetivo, psíquico e cultural da criança. Isso permite que ela se torne um adulto feliz, esperto e confiante. Só não pode exagerar! Quando o seu bebê mostrar aquele biquinho ou fizer a inconfundível cara de choro, é sinal de que está na hora de parar com os carinhos. Mas enquanto ele se mostrar interessado e com disposição, prepare-se para fazer mil e uma brincadeiras e mimá-lo bastante.

5 dicas para estimular a inteligência do seu filho

Primeiro aliado: o peito O contato físico entre mãe e filho durante o aleitamento desencadeia reações vitais ao desenvolvimento do pequeno. Crianças que mamaram no peito ficam mais inteligentes. Outra vantagem desse momento é a interação. A criança nasce preparada para enxergar a mãe desde a primeira mamada, aprende a registrar sensações e a construir a memória.

Gestos que dizem tudo Demonstre seus sentimentos. Um beijo estalado gera conexão de milhares de neurônios. Estudos revelam que nos primeiros dias o bebê já pode imitar o que vê. Então, sorria e mostre a língua pra ele. Incentive-o a imitar esses movimentos, desenvolvendo a musculatura facial.

Som na caixa! Já está comprovado: ouvir música clássica contribui para o aprendizado da matemática. Desde cedo, invista em músicos como Mozart, Bach e Beethoven. Se preferir, cante canções de ninar para ele. O importante é apresentá-lo ao prazeroso mundo da música.

Hora do banho Esse é um dos momentos em que a criança mais se diverte. Aproveite para ajudá-la a ampliar o vocabulário e aguçar o olfato. Enquanto ele bate os pés e mãos na água morninha, vá dizendo o nome das partes do corpo e dos brinquedos. Faça-o sentir o perfume agradável do sabonete e do xampu, e observe a reação dele.

A festa de luz e de cor Sempre que possível, ofereça ao bebê brinquedos com cores vivas ou com luzes. Além de ser uma atração divertida, é uma forma garantida de aprendizado.

Saiba o que fazer para ajudar a desenvolver o cérebro do bebê e estimular a inteligência e memória do seu filho

A ciência já provou que brincar e dar muito chamego só trazem benefícios para a saúde mental e física do bebê. Estudos mostraram que metade do desenvolvimento do cérebro humano ocorre no primeiro ano de vida da criança. Então, essa é a melhor fase para estimular a percepção e a inteligência dos pimpolhos.

Com estímulos diários, você transmite mensagens que vão formando o universo afetivo, psíquico e cultural da criança. Isso permite que ela se torne um adulto feliz, esperto e confiante. Só não pode exagerar! Quando o seu bebê mostrar aquele biquinho ou fizer a inconfundível cara de choro, é sinal de que está na hora de parar com os carinhos. Mas enquanto ele se mostrar interessado e com disposição, prepare-se para fazer mil e uma brincadeiras e mimá-lo bastante.

5 dicas para estimular a inteligência do seu filho

Primeiro aliado: o peito O contato físico entre mãe e filho durante o aleitamento desencadeia reações vitais ao desenvolvimento do pequeno. Crianças que mamaram no peito ficam mais inteligentes. Outra vantagem desse momento é a interação. A criança nasce preparada para enxergar a mãe desde a primeira mamada, aprende a registrar sensações e a construir a memória.

Gestos que dizem tudo Demonstre seus sentimentos. Um beijo estalado gera conexão de milhares de neurônios. Estudos revelam que nos primeiros dias o bebê já pode imitar o que vê. Então, sorria e mostre a língua pra ele. Incentive-o a imitar esses movimentos, desenvolvendo a musculatura facial.

Som na caixa! Já está comprovado: ouvir música clássica contribui para o aprendizado da matemática. Desde cedo, invista em músicos como Mozart, Bach e Beethoven. Se preferir, cante canções de ninar para ele. O importante é apresentá-lo ao prazeroso mundo da música.

Hora do banho Esse é um dos momentos em que a criança mais se diverte. Aproveite para ajudá-la a ampliar o vocabulário e aguçar o olfato. Enquanto ele bate os pés e mãos na água morninha, vá dizendo o nome das partes do corpo e dos brinquedos. Faça-o sentir o perfume agradável do sabonete e do xampu, e observe a reação dele.

A festa de luz e de cor Sempre que possível, ofereça ao bebê brinquedos com cores vivas ou com luzes. Além de ser uma atração divertida, é uma forma garantida de aprendizado.

Saiba o que fazer para ajudar a desenvolver o cérebro do bebê e estimular a inteligência e memória do seu filho

A ciência já provou que brincar e dar muito chamego só trazem benefícios para a saúde mental e física do bebê. Estudos mostraram que metade do desenvolvimento do cérebro humano ocorre no primeiro ano de vida da criança. Então, essa é a melhor fase para estimular a percepção e a inteligência dos pimpolhos.

Com estímulos diários, você transmite mensagens que vão formando o universo afetivo, psíquico e cultural da criança. Isso permite que ela se torne um adulto feliz, esperto e confiante. Só não pode exagerar! Quando o seu bebê mostrar aquele biquinho ou fizer a inconfundível cara de choro, é sinal de que está na hora de parar com os carinhos. Mas enquanto ele se mostrar interessado e com disposição, prepare-se para fazer mil e uma brincadeiras e mimá-lo bastante.

5 dicas para estimular a inteligência do seu filho

Primeiro aliado: o peito O contato físico entre mãe e filho durante o aleitamento desencadeia reações vitais ao desenvolvimento do pequeno. Crianças que mamaram no peito ficam mais inteligentes. Outra vantagem desse momento é a interação. A criança nasce preparada para enxergar a mãe desde a primeira mamada, aprende a registrar sensações e a construir a memória.

Gestos que dizem tudo Demonstre seus sentimentos. Um beijo estalado gera conexão de milhares de neurônios. Estudos revelam que nos primeiros dias o bebê já pode imitar o que vê. Então, sorria e mostre a língua pra ele. Incentive-o a imitar esses movimentos, desenvolvendo a musculatura facial.

Som na caixa! Já está comprovado: ouvir música clássica contribui para o aprendizado da matemática. Desde cedo, invista em músicos como Mozart, Bach e Beethoven. Se preferir, cante canções de ninar para ele. O importante é apresentá-lo ao prazeroso mundo da música.

Hora do banho Esse é um dos momentos em que a criança mais se diverte. Aproveite para ajudá-la a ampliar o vocabulário e aguçar o olfato. Enquanto ele bate os pés e mãos na água morninha, vá dizendo o nome das partes do corpo e dos brinquedos. Faça-o sentir o perfume agradável do sabonete e do xampu, e observe a reação dele.

A festa de luz e de cor Sempre que possível, ofereça ao bebê brinquedos com cores vivas ou com luzes. Além de ser uma atração divertida, é uma forma garantida de aprendizado.

Saiba o que fazer para ajudar a desenvolver o cérebro do bebê e estimular a inteligência e memória do seu filho

A ciência já provou que brincar e dar muito chamego só trazem benefícios para a saúde mental e física do bebê. Estudos mostraram que metade do desenvolvimento do cérebro humano ocorre no primeiro ano de vida da criança. Então, essa é a melhor fase para estimular a percepção e a inteligência dos pimpolhos.

Com estímulos diários, você transmite mensagens que vão formando o universo afetivo, psíquico e cultural da criança. Isso permite que ela se torne um adulto feliz, esperto e confiante. Só não pode exagerar! Quando o seu bebê mostrar aquele biquinho ou fizer a inconfundível cara de choro, é sinal de que está na hora de parar com os carinhos. Mas enquanto ele se mostrar interessado e com disposição, prepare-se para fazer mil e uma brincadeiras e mimá-lo bastante.

5 dicas para estimular a inteligência do seu filho

Primeiro aliado: o peito O contato físico entre mãe e filho durante o aleitamento desencadeia reações vitais ao desenvolvimento do pequeno. Crianças que mamaram no peito ficam mais inteligentes. Outra vantagem desse momento é a interação. A criança nasce preparada para enxergar a mãe desde a primeira mamada, aprende a registrar sensações e a construir a memória.

Gestos que dizem tudo Demonstre seus sentimentos. Um beijo estalado gera conexão de milhares de neurônios. Estudos revelam que nos primeiros dias o bebê já pode imitar o que vê. Então, sorria e mostre a língua pra ele. Incentive-o a imitar esses movimentos, desenvolvendo a musculatura facial.

Som na caixa! Já está comprovado: ouvir música clássica contribui para o aprendizado da matemática. Desde cedo, invista em músicos como Mozart, Bach e Beethoven. Se preferir, cante canções de ninar para ele. O importante é apresentá-lo ao prazeroso mundo da música.

Hora do banho Esse é um dos momentos em que a criança mais se diverte. Aproveite para ajudá-la a ampliar o vocabulário e aguçar o olfato. Enquanto ele bate os pés e mãos na água morninha, vá dizendo o nome das partes do corpo e dos brinquedos. Faça-o sentir o perfume agradável do sabonete e do xampu, e observe a reação dele.

A festa de luz e de cor Sempre que possível, ofereça ao bebê brinquedos com cores vivas ou com luzes. Além de ser uma atração divertida, é uma forma garantida de aprendizado.

veja também