A atenção especial com a febre do bebê

A atenção especial com a febre do bebê

Atualizado: Segunda-feira, 11 Julho de 2011 as 9

FEBRE INFANTIL

 O Que é?

É elevação da temperatura do corpo, acima da temperatura considerada normal. A temperatura normal do organismo oscila entre 36,5ºC e 37,2ºC.

 Quando podemos considerar febre?

Qualquer temperatura acima de 37,3ºC.

 Febre é doença?

A febre é um sintoma e não uma doença. É um sinal que o sistema imunológico está trabalhando para combater uma doença ou agressão. A febre é útil para reação do organismo.

 O que causa a febre?

Dentre as causas mais comuns de febre infantil, a maioria é ocasionada por infecções virais, e, em outras, são causadas por infecções bacterianas. Algumas crianças também desenvolvem febre após vacinas, exposição demorada ao sol e fatores internos como ansiedades, angústias e traumas psíquicos.

 Quais são as manifestações da febre?

Os sintomas dependem da intensidade da febre e da idade da criança. A febre pode ser dividida em:

Baixa :37,3ºC  a 37,7ºC Moderada: 37,8ºC  a 39,4ºC e Alta: cima de 39,5ºC. A criança febril apresenta face vermelhada, pele quente, respiração mais rápida que o habitual, coração acelerado, calafrios, abatimento ou sonolência, palidez, em casos extremos até delírio. As crianças pequenas podem apresentar uma diminuição da vitalidade, um vomito aparentemente inexplicável ou perda do apetite. As maiores podem sentir dores de cabeça, barriga e musculares.

 Como se avalia a temperatura?

A medição é feita através de um termômetro, atualmente existem termômetros especiais para, medir a temperatura das crianças sem o risco dos antigos de vidro. No Brasil, o mais comum é medir a temperatura axilar, através de um termômetro que deve ser colocado na região axilar da criança por 3 minutos. Acima de 37.2ºC a criança está com febre, entretanto, costuma-se recomendar tratamento para temperaturas acima de 37,8ºC.

 O que é convulsão febril?

Durante o pico febril, algumas crianças podem apresentar quadro de convulsão (movimentos descoordenados, em que braços e pernas estremecem incontrolavelmente, e a criança pode até Ter uma perda de consciência); na maioria dos casos a convulsão cede espontaneamente em poucos minutos. As convulsões febris aparecem na  faixa etária de 6 meses a 6 anos, porém é mais freqüente entre 1 e 2 anos de idade.

 Conduta prática na febre:

1- Medidas gerais:

deixar a criança mais a vontade possível roupa leve (evitar excesso de agasalhos) oferecer bastante líquidos (água, chás sucos, refrigerantes) – sem forçar alimentação de acordo com apetite colocar a criança em ambiente arejado e fresco dê banhos de emersão em água morna (na temperatura do corpo entre 36ºC e 37ºC)  por 15 minutos 2 - Administração de um antitérmico:

Quando levar a criança ao médico habitual ou de plantão?

Febre acima de 39,5ºC  se acompanhada de calafrios Febre que dura mais de 72 horas Não quer mamar ou comer (inapetência) Abatimento acentuado ou gêmencia Queda do estado geral Irritabilidade ou vômitos Pescoço rígido Choro inconsolável Convulsão  

veja também