A bênção da família

A bênção da família

Atualizado: Quarta-feira, 3 Novembro de 2010 as 2:51

"Ó Senhor, Tú es Deus! Tu fizeste essa boa promessa a teu servo. Agora, por tua bondade, abençoa a família de teu servo, para que ela continue para sempre na tua presença; pois o que tu Senhor abençoas, abençoado está para sempre ". (I Cr. 17.26,27)

O Senhor é Deus, tem promessas para o casamento de vocês.

Davi cria em uma "boa promessa" que Deus havia feito a ele. Promessa que só vale para a vida do Servo. Por que? Por que se não for servo, se não obedecer a ordem do Senhor, todo amor, toda boa intenção, todo esforço humano é vão para que um casamento seja bem sucedido. "Tu fizeste esta boa promessa a teu servo", implica também, em "fala Senhor, que o teu servo ouve". Postura de submissão é básico para ser abençoado. Ouvir a voz de Deus para a nova etapa da vida. "Até aqui o Senhor nos ajudou", disse Samuel, mas não continuou a desejar ajuda dEle, pelo menos no que diz respeito a criação dos filhos.

Em que consiste a boa promessa que Deus fez a Davi, seu Servo? Qual era a grande estratégia do coração de um homem desejoso de ter uma família abençoada? A resposta do texto é simples: ele sabia que precisava estar sempre na presença do Senhor. "Para que ela (a família) continue sempre na tua presença". Esta era a garantia de benção para eles. O que há de tão especial na presença do Senhor?

Simplesmente tudo o que uma pessoa precisa para ser feliz está na presença do Senhor, vocês sabem disso. Mas quero lembrar a vocês o que o há fora da presença do Senhor. Além do engano do pecado, há um pavor que afugenta. Quando Caim retirou-se da presença do Senhor, em Gn. 4.16, ele andou errante por toda sua vida. Afastar-se da presença do Senhor para uma família é trágico. Divisão, abandono, infidelidade, desencanto, desconfiança, assassinato, divórcio. Vocês sabem disso e lidam todo o tempo com estas questões, no ministério e na profissão. Mas tenho medo de estar sendo trágico quando falo disso algumas pessoas não perceberem que a distancia que está aumentando entre ele e seu cônjuge é espírito de divisão. Que a falta de cuidado com o seu cônjuge, é o mesmo espírito de infidelidade que está se organizando; que a falta de investimento é uma estratégia satânica para que o desencantamento aconteça; e que a perda da perspectiva de Deus na sua vida, e que a falta de amor, é o mesmo espírito de assassinato que tomou conta de Caim.

Mas "Na tua presença há plenitude de alegria". (Sl.16.11) . Alegria, como fruto do Espírito Santo, vem acompanhada de amor, paz, bondade, fidelidade, longanimidade, temperança, domínio próprio. Nada disto é próprio do ser humano. É presença de Deus, é benção de Deus, é Reino de Deus.

Até quando? Os primeiros 7 anos? Os primeiros meses? Qual a intenção de Deus em abençoá-los? Para sempre. Este é o tempo que Deus quer abençoar vocês. Por que? Por bondade, diz o texto. Por amor. Por que Ele nos amou. Você deve amar a sua esposa, por que Ele te amou primeiro. Ele te amou primeiro, esposa e tem confiado a você um casamento que Ele mesmo abençoou. Para sempre não é final para conto de fadas. Temos um Deus infinito, e ele colocou no coração do homem um sopro, um desejo pela eternidade. Uma semelhança Consigo mesmo que é expressa no casamento.

Para sempre reina no céu o amor que em sua plenitude é paciente, benigno, não arde em ciúme, não se ufana, não se conduz inconvenientemente, não procura seus próprio interesse, não se exaspera, não se alegra com a injustiça e que jamais acaba. Um dia experimentaremos toda dimensão do amor, no céu com o Senhor Jesus, como igreja do Senhor. Mas também, um dia vocês desejaram experimentar todo amor um do outro, e agora podem fazê-lo, como uma só carne que são. Façam-no. Renovem nestes dias esta proposta. Que seja para sempre. Que seja para a glória do Deus que deseja abençoa-los, para sempre,conforme o texto selecionado. Deus os abençoe.

Pr. Cleydemir

Cleydemir Santos   é pastor, psicólogo, escritor e teólogo em Minas Gerais. Trabalha com uma abordagem sistêmica, psicodramática, no atendimento de adultos e crianças.

veja também