A verdadeira revolução feminina é aquela promovida pelas servas de Deus, diz Sonia Hernandes

A verdadeira revolução feminina é aquela promovida pelas servas de Deus, diz Sonia Hernandes

Atualizado: Terça-feira, 10 Março de 2009 as 12

Líder, empresária, esposa, mãe, avó e bispa. Para Sonia Hernandes, destes, o principal papel é o de serva de Deus, pois todos os demais são exercidos com sucesso quando a mulher tem sua vida dedicada ao chamado e a Deus.

Mesmo estando ausente do país há quase dois anos, o nome de Sonia Hernandes é o mais citado quando a pergunta é: que mulher você admira no meio evangélico? A resposta provavelmente esteja justificada acima já que a prioridade na vida da líder e fundadora da Igreja Renascer em Cristo, ao lado de seu Marido Apóstolo Estevam Hernandes, é servir ao Senhor. Aos 50 anos de idade, mãe de três filhos e avó de três netos, Sonia Hernandes transmite beleza, doçura, alegria e parece estar sempre de bem com a vida. Mas, nem por isso, a pastora de pastoras esconde o espírito guerreiro que há vinte anos a coloca em evidência no meio evangélico. Para essa mulher, que no púlpito e na tela da TV se comunica como ninguém, a verdadeira revolução feminina só pode ser promovida pelas servas de Deus. "Eu quero viver essa verdadeira revolução", declara. Conheça um pouco mais o pensamento de Sonia Hernandes na entrevista a seguir:

1.  O que significa ser uma bispa na atual conjuntura da nossa sociedade?

Essa é uma pergunta complexa, pois precisamos ver o contexto, mas no geral é ter uma autoridade de Deus e ser reconhecido por essa autoridade e principalmente pelos frutos que só alguém que serve a Deus pode frutificar, ter uma palavra que ensina, restaura, transforma, cura, sendo uma verdadeira portadora da bênção de Deus por onde vai. É um grande privilégio.

2.  Como ser uma mulher submissa e, ao mesmo tempo, valorizada e respeitada em sua individualidade?

A submissão nos traz isso, cada vez que a gente pratica um princípio estabelecido por Deus, ao contrário do que se divulga, você ganha, você é acrescentada, você não perde nada. Ser submissa não é ser achatada, é ter consciência da bênção de estar debaixo de uma autoridade estabelecida por Deus. É mais do que isso, é se dispor para vivê-la mesmo que aos olhos do mundo seja uma loucura, entretanto, é poder de Deus e redunda em honra, respeito e valor pessoal.

3. Quais seus desafios como bispa?

Bispa quer dizer ser pastora de pastores, então meu desafio sempre é apascentar, formar, ensinar, ser cada vez um instrumento melhor para que a glória de Deus se manifeste a muitos.

4.  Quais são seus maiores desafios como mulher e líder?

É continuar sendo mulher, exercendo uma liderança forte na unção e constituição que Deus tem me dado, e não perder minha essência de mulher. Tem muita gente que perde a essência.

5. Como conquistar sem usar as "velhas armas" femininas, como sensualidade e fragilidade?

A intimidade com Deus, ela te traz uma reconciliação consigo mesma e o poder do Espírito Santo te dá sabedoria, poder e estratégias de uma autoridade que te livra de toda sorte de corrupção, além de potencializar seus valores. Então, você não precisa abrir mão deles, pelo contrário, você é respeitada por tê-los. Você tem prazer de ser a pessoa que você é. E o "Renascer em Cristo" impede que a gente se perca. Quem recebe a Jesus - e ele veio para todo aquele que nele crê - vive esse "Renascer em Cristo", não se perde. Repito: Ele veio para todo aquele que nele crê, não se perca.

6. Que mulher na Bíblia a sra. admira e por quê?

Eu tenho várias mulheres na Bíblia que admiro. Eu admiro demais Joquebede porque é uma mulher que se apegou a Deus e enxergou no Senhor uma condição e uma autoridade para vencer todo principado, toda potestade, todo dominador, não só gerando libertação mas impedindo que satanás tocasse, matasse aquilo que foi gerado nela por Deus. Eu admiro Ester pelo posicionamento dela, eu admiro Maria que abriu mão do seu sonho para viver o sonho de Deus, arriscando a sua própria vida em todos os sentidos, não só fisicamente como aquilo também que ela tinha construido emocionalmente. Eu admiro Tamar que sendo explorada, usada, difamada se submeteu à palavra do Senhor andando nela, se humilhando, se fazendo passar por uma prostituta, mas vivendo a honra e a glória e sendo louvada até hoje porque da tribo de Judá de Tamar veio Jesus.  Há muitas outras. Aquelas que não citei, como Débora, Rute, Noemi, como Sara, Maria, irmã de Lázaro, adoradora, Priscila, Eunice, cada uma é uma mulher admirável. Dorcas, Abigail, a siro-fenício, a Sunamita deixaram um legado: para nós mulheres sermos as mulheres mais realizadas da terra.

7. Como uma mulher pode se dedicar ao seu chamado nos dias de hoje?

Eu vou responder essa pergunta dizendo que o principal impedimento que uma mulher enfrenta de não se dedicar ao chamado é não ter a visão do que ele é ele, do que ele faz, do poder, do que representa na sua vida, porque na verdade, priorizar o chamado e nos dedicar a ele nos dá condição de sermos e vivermos a história mais bonita em todas as áreas da nossa vida.

8. A sra.é uma referência para mulheres de todas as idades, classes sociais, profissões... O que significa isso ?

Significa um grande motivo para eu louvar e adorar esse Deus da minha vida.

9. Qual sua expectativa para o futuro das mulheres em nossa sociedade?

Eu espero que as mulheres transformadas por Deus se levantem em poder, em autoridade, em unção, sem perder a doçura e a feminilidade, como verdadeiras Marias, Noemis, gerando mais filhas para Deus no verdadeiro modelo, dentro das suas casas, lares, famílias, trabalho que tanto o mundo está carecendo, esmagando toda obra de satanás em cima da mulher, descaracterizando-a, levando a corrupção, empurrando-a para a prostituição, infelizmente hoje desde a sua infância roubando a beleza e a honra de sermos mulheres à imagem e semelhança de Deus, formadas como homem a semelhança de Deus. Eu gostaria de viver a verdadeira revolução feminina promovida pelas servas de Deus.

10.  Mãe, avó, filha, esposa, profissional, líder.... Qual o papel mais importante na vida de uma mulher?

Ser serva de Deus e uma adoradora. Uma mulher só é tudo isso com sucesso, quando ela serve a Deus.

11. No ministério, qual a principal função de uma mulher?

Ser uma adoradora. Essa é a principal função de uma mulher, não importa qual o ministério que esteja exercendo, se ela continuar sendo uma adoradora no primeiro amor, priorizando o Senhor, buscando direção. Não importa o ministério, a mulher é necessária em todos os ministérios da igreja.

12. Uma mensagem para as mulheres nesse dia internacional da mulher:

Eu queria deixar para cada mulher dois versículos que me fazem até ser reconhecida por eles. Um deles está no Salmo 118:24, cada dia é um dia que o Senhor nos dá para nós nos alegrarmos, e nos regozijarmos nele, Ele nos criou para isso. Se você não tem conseguido viver isso, busque a Deus e Ele vai te ensinar a viver, e o Espíritio Santo vai te conduzir a viver dias assim, alegres e felizes, não importa a situação que esteja passando porque a alegria é um fruto do Espírito Santo de Deus nas nossas vidas. E o outro versículo está em Filipenses 4:12 e 13. Aprendi a estar bem em toda e qualquer sitação, eu tudo posso naquele que me fortalece. O mesmo Deus que ensinou Paulo a estar de Bem com a Vida em toda e qualquer situação, que o consolou, curou, ensinou, restaurou, renovou, supriu, encheu de poder, de autoridade, mesmo que por um tempo submetido a humilhações, injustiças, enfermidades, esse Deus sempre o amou, esse Deus não mudou, busque-o. Ele também vai te ensinar a estar de bem com a vida em toda e qualquer situação, e você será pessoa mais feliz da terra e a melhor. Não só abençoada mas também uma grande bênção, e isso nos coloca sempre de bem com a vida.

Amo vocês. Tenho uma dívida de amor para com todas as mulheres e espero que a minha vida possa manifestar o amor de Deus e ser uma bênção para vocês.

veja também