Ações solidárias

Ações solidárias

Atualizado: Sexta-feira, 5 Novembro de 2010 as 2:55

Lições sobre como e por que doar são importantes para as crianças. Além de mostrá-las como são sortudas, também ensinam a virtude de assumir responsabilidades para ajudar os outros.

Saiba como despertar em seu filho o interesse por caridade com as dicas que separamos logo abaixo:

Abrir mão

Ajude sua criança a deixar de lado as suas próprias necessidades e vontades em nome de beneficiar aqueles que não são tão afortunados. Não importa a quantidade de dinheiro com a qual a criança pode contribuir, o objetivo principal é fazer com que ele entenda, goste e assuma o hábito de doar.

Opções

Mostre para seu filho as diversas formas de se fazer contribuições solidárias. Seja reservando uma pequena porcentagem da mesada, deixando de comprar algo que queria para ajudar os outros ou contribuindo com uma pequena parte do ganho da venda de brigadeiros, essas ações ensinam a criança a crescer como uma pessoa generosa e preocupada. Deixe seu filho saber que não importa o valor com que ele pode contribuir: cada pequena ação pode fazer diferença.

Doar-se

Ensine seu filho a se doar quando ele não puder oferecer dinheiro, afinal ser voluntário é um aspecto importante de ajudar os outros. Mesmo crianças da pré-escola podem se voluntariar a vender doces para ajudar organizações sociais, e crianças mais crescidas podem se candidatar a ajudar em creches. Porém, não é preciso se associar a uma organização para auxiliar: mesmo ajudar a lavar o quintal do vizinho de mais idade já é um jeito de ser solidário.

Objetivo

Oriente sua criança a selecionar uma ou duas instituições para qual ela quer doar uma parte de sua mesada ou do dinheiro que ganhou. Explique que a melhor forma de ajudar não é distribuir contribuições para muitas instituições ao mesmo tempo, mas, sim, estabelecer um foco. Por exemplo, se uma pessoa próxima da família tem uma doença terminal, talvez a criança queira doar para uma organização que incentive pesquisas relacionadas àquela doença em particular. Ajude-a a identificar causas que signifiquem mais para ela.

Exemplo

Demonstre preocupação com os outros também. Não existe jeito melhor de ensinar uma criança sobre caridade que sendo um bom modelo. De acordo com uma pesquisa realizada em 2002 pelo Centro de Estudo de Filantropia (Center on Philanthropy Panel Study), a família americana doa anualmente em média US$1,900 para caridade, incluindo organizações relacionadas à religião, saúde e educação. Tenha em mente que um filho mais novo precisa ver você contribuir de formas mais físicas, pelas quais ele consegue entender. Colocar dinheiro na caixinha de doações da igreja, levar sacolas de alimentos para abrigos ou roupas para uma família que perdeu tudo em uma enchente têm mais impacto em uma criança pequena do que escrever um cheque e mandá-lo por e-mail.

veja também