Adotar uma criança pode demorar até dois anos em Manaus

Adotar uma criança pode demorar até dois anos em Manaus

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:13

Adotar uma criança com idade entre zero e 2 anos - que corresponde à maioria da preferência dos candidatos a pais e mães adotivos - demora em média dois  anos. Foi o que informou nesta segunda-feira o Juizado da Infância e da Juventude Cível de Manaus. Atualmente, o órgão conta com um lista de espera de 54 interessados na adoção de crianças.

Dados da Frente Parlamentar de Adoção da Câmara dos Deputados apontavam que, em 2009, a média de espera no Brasil era de 3,7 anos.  

Segundo a assistente social do Juizado da Infância e da Juventude Cível, Heloísa Guimarães de Andrade, dois aspectos influenciam na relativa demora para a concretização da adoção: a lista de pessoas interessadas ser maior que a de crianças, e a delimitação do perfil de criança estabelecido pelos interessados em adotar.

A assistente social revelou que na, maioria dos casos, os casais querem tomar conhecimento de uma série de coisas a respeito da criança, para, então, decidir por adotá-la. "Procuram se informar se a criança tem algum problema de saúde, se os pais biológicos eram dependentes químicos, ou se tem histórico de abuso sexual", disse Heloísa Andrade ao revelar questionamentos de candidatos à adoção.  

Crianças de 2 a 8 anos

De acordo com o juizado, quando se tratam de crianças entre 2 e 8 anos de idade, o tempo de espera diminui para aproximadamente um ano. "Isso porque nesse intervalo de idade os interessados representam uma minoria", explicou a assistente social. Ela lembrou o caso de uma senhora que ficou um ano na fila de adoção e que, hoje, está em processo de estágio de convivência para adquirir a guarda definitiva de uma criança de 4 anos de idade.

Conforme o Juizado da Infância e da Juventude, das 54 famílias hoje na lista de espera por adoção, 16 estão em estado de convivência com crianças. "Ou seja, estão na primeira fase do processo de adoção, sob a observação da equipe técnica do juizado", ressaltou Heloísa Guimarães. Ela disse que algumas crianças chegam a ficar até seis meses em avaliação com os candidatos a pais e mães.

À espera da adoção

A lista de crianças e adolescentes à espera de serem adotados por uma família em Manaus, no momento, conta com 11 pessoas. Dessas, seis são crianças, sendo três com 11 anos, duas com 12 e outra com 10 anos. Há ainda quatro adolescentes, com idades de 13, 14, 15 e 17 anos.

De acordo com o juizado, quatro das crianças e adolescentes que aguardam a adoção apresentam problemas de saúde. Dos 54 candidatos a pais e mães inscritos no órgão, 11 são solteiros, sendo que apenas um é homem.

Por: Edvanildo Lobo

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições