Amo meu companheiro, mas ele tem um bafo insuportável. O que faço?

Amo meu companheiro, mas ele tem um bafo insuportável. O que faço?

Atualizado: Quarta-feira, 1 Dezembro de 2010 as 2:57

Já ouviu falar em bala de menta? Há situações em que elas valem mais do que barras de ouro, daquelas pesadas, de 24 quilates. Pelo jeito, este é o seu caso. Mas se nem o famoso paliativo der conta do recado, então você está encrencada. Ou pelo menos estaria, se não fosse por este blog. Vamos às soluções:

Aposte na conversa

O mau hálito é um ponto de conflito entre vocês. Acredite: nós, homens, temos muitas atitudes que são extremamente irritantes para as mulheres, mas nem sabemos deste efeito nocivo ao seu bom humor. É o caso do seu namorado, que provavelmente não desconfia que tem um bafo de onça. A melhor opção, neste caso, é a conversa.

Como falar com ele, sem causar brigas?

Algum dia após o almoço, faça o sacrifício de beijá-lo mais uma vez. Em seguida, diga com uma voz suave e delicada “você comeu alguma coisa que te deixou com um gosto estranho na boca, amor”. Este é o primeiro passo para chamar a atenção dele ao problema. Após alguns dias, repita o processo e diga que ele “está de novo com aquele gosto estranho na boca”. Ele vai se tocar do problema!

Seu namorado faz o tipo lerdo?

Se as indiretas não surtirem efeito, então é hora de você ser mais enfática. Pergunte a ele (com jeito também, por favor) se ele foi ao dentista recentemente. Diga que sentiu aquele “gosto estranho” de novo na boca dele e pergunte se ele está com cárie. Sugira que ele visite um profissional.

Cuidado como você fala

Minhas dicas podem cair muito bem ao seu caso, mas não são infalíveis. Seu namorado pode aceitar numa boa, mas também há chances dele ficar bravo ou triste. Tudo depende do temperamento dele. Portanto, nada melhor do que você – que conhece bem o cara – para definir a melhor forma de tocar na questão.

Diálogo é importante sempre

Todo este papo de mau hálito serviu para uma coisa: mostrar que em uma relação saudável, vocês dois precisam ter liberdade de expor suas opiniões. Além disto, não espere que o seu namorado simplesmente ‘adivinhe’ as coisas que te irritam; seja direta com ele. Coloque as cartas na mesa e diga (sempre com delicadeza) quais são as suas insatisfações e também as coisas que você adora nele. Mas lembre-se: ele também precisa ter esta liberdade com você.

veja também